domingo, 29 de dezembro de 2013

7 meses

Aos 7 meses o Pedro já se senta bem sem apoio. E tem sido uma festa. Se os irmãos já lhe tinham uma paixão sem tamanho, esta parece que aumenta conforme ele vai fazendo estas pequenas conquistas. Sentado tem outra perspectiva do mundo e interage ainda mais com todos nós.

Já tem 6 dentes e mais um a furar.

Tentar que ele coma seja o que for continua a ser um filme de terror. Vale-me a mama que o vai sustentando. Pelas pediatras ele já estaria a fazer sopa com carne e fruta ao almoço e ao jantar e uma delas sugeriu que lhe desse papa ao lanche, mas ele come apenas sopa ao almoço - e muito mal comida - e durante o resto do dia mama à vontade do freguês. A verdade é que fome ele não tem.

As noites já foram péssimas, agora estão só más. Acorda 2 ou 3 vezes para mamar e volta a dormir. Mas já percebi que isto vai funcionando por ciclos e as noites péssimas, de acordar de meia em meia hora, coincidiram com o nascimento dos dentes de cima.

De resto, tirando as noites e o filme com os sólidos, é um bebé tranquilo, risonho, pouco chorão, que gosta muito de colo, mimo e macacada.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Rescaldo do Natal

Este ano passámos a consoada e almoço do dia de Natal em casa dos meus pais e depois fomos picar o ponto a casa dos meus sogros. Correu tudo bem e os miúdos andavam felizes da vida, embora cansados com as viagens e tanta brincadeira. Pensei que o Pedro fosse estranhar tanta correria, mas não, esteve sempre bem, apesar de muito ranhoso.

Ontem fomos almoçar com uns amigos e depois fomos ver o Frozen - fui eu com eles, o Pedro ficou com o pai a passear e a fazer compras. Gostámos mesmo muito do filme e ainda dei umas boas gargalhadas. Na próxima semana vamos tentar levá-los a ver o filme dos Dinossauros. Têm sido umas férias de Natal dedicadas a eles e ao descanso.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

sábado, 21 de dezembro de 2013

Pedro, o dentuças

É verdade! Além dos dois dentinhos que já tem em baixo desde os 4 meses, agora temos também os dois incisivos centrais superiores de fora. 6 meses, 4 dentes. Vamos bem lançados. Suspeito que as dentadas que me dá carinhosamente nos mamilos vão passar a doer ainda mais...

ADENDA: Ontem, depois de escrever este post, fomos a casa dos meus sogros. Enquanto lhes contava sobre as dentuças que o Pedro tem a nascer, abri-lhe a boca e fiquei de queixo caído ao perceber que ele não tem 2 incisivos superiores. Tem 4! 4! O Pedro já tem 6 dentes...!  

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Férias de Natal

Apesar do jardim-de-infância deles não fechar para férias, vão ficar estas duas semanas em casa e só regressam à escolinha a 6 de Janeiro. Vai saber-lhes bem a eles e a mim - embora já saiba que me vou chatear e que não vou ter sossego durante duas semanas.

Hoje trouxeram as lembranças de Natal que fizeram no JI e já estão devidamente penduradas cá em casa.

Da falta de tempo

Começa a faltar-me o tempo para actualizar o nosso cantinho com mais frequência. Com a aproximação do Natal, aumenta o número de tarefas que tenho para fazer e complica aqui o esquema.

Já tivemos a festa de Natal do Jardim de Infância que correu muito bem. A Rita apresentou-se pela primeira vez em palco e não se atrapalhou nada; aliás, até parece que nasceu para estar em destaque. O João também esteve bem e nota-se que se sente mais à vontade.

O Pedro continua a recusar a sopa, a fruta e a papa e a querer só mama. O pai, com muita dificuldade, lá lhe consegue ir enfiando umas colheres de sopa pela boca abaixo, mas sempre com muito berreiro e lágrimas à mistura... As noites continuam a não ser regulares; nas noites "boas" acorda duas vezes para mamar e volta a dormir, nas piores acorda de hora a hora ou dá-lhe a "despertina" durante a madrugada e quer paleio quando eu quero é fechar os olhos e cair para o lado.

Durante o dia já noto que começa a ter os seus horários e rotinas bem definidas. Acorda, mama, brinca, dorme uma sesta, acorda, mama, brinca, engole a sopa à força, amua, mama, dorme outra sesta, acorda, brinca, mama, dorme outra sesta, brinca, toma banho, mama e vai para a cama. Daqui para a frente é que começa o caos nocturno.

O cansaço é cada vez maior e ando numa fase muito sensível. Vale-me o super-pai cá de casa que vai aguentando as noites piores em branco para eu poder dormir 3 ou 4 horas seguidas. O fusível está mesmo a dar as últimas... Eu, que sempre tive memória de elefante, esqueço-me de tudo e pareço uma barata tonta... Enfim... vamos levando um dia - ou noite - de cada vez.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

I'm the boss

Sabes que tens mau feitio quando a educadora do teu filho te diz que ontem estiveram a falar sobre os "ralhetes"; que é normal que ela por vezes ralhe com eles e que os pais ralham com os filhos e que às vezes até as mães ralham com os pais e os pais ralham com as mães. E diz que disse o meu rico filho do alto dos seus 5 anos:
- Não, não! O meu pai não ralha com a minha mãe. A minha mãe é que ralha porque ela é que manda.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Mais uma moedinha, mais uma voltinha

Consulta dos 6 meses do Pedro na USF: tudo ok. Peso: 6,340 kg; mede 65 cm e tem um PC de 42,7 cm.
A médica passou as credenciais para as ecografias do João e da Rita, que vou marcar entretanto.

O Pedro levou ainda as vacinas dos 6 meses do PNV mais a Prevenar. Picas agora só aos 12 meses.

Actividades

Ultimamente o João começou a pedir para experimentar ginástica e futebol. A ginástica porque muitos amigos dele frequentam numa associação ao pé do JI e o futebol porque a prima mais velha joga desde os 5 anos e ele já viu alguns jogos dela.

Já experimentou a ginástica, e a Rita também, e gostaram muito. No Sábado passado levei-o a um treino de futebol, do qual também gostou. Eu é que nem por isso. Acho 2 horas de treino, duas vezes por semana, muito puxado para miúdos de 5 anos. Já para não falar na seca que apanho à espera dele com o Pedro. Um dos treinos seria ao Sábado, dia em que a Rita tem natação, que não nos dá jeito nenhum.

O João, depois de ter pensado um bocadinho lá admitiu que estava muito cansado por ter andado 2 horas seguidas a correr e que preferia a ginástica, que também é duas vezes por semana, com duração de uma hora cada aula. O horário permite que o pai ou eu os vamos buscar ao JI e que sigamos logo para a aula, sem termos que andar para trás e para frente. E assim a Rita também pode ir - e o que ela gostou da ginástica!

A única coisa que me faz confusão é que ficarem com actividades a mais. O João tem natação duas vezes por semana; começou a frequentar a piscina com 6 meses. A Rita tem uma vez por semana e começou com 15 meses. Será que aguentam o ritmo com a ginástica também duas vezes por semana? Eles querem tanto ir, que vamos experimentar. A ver vamos se aguentam a pedalada.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Refluxo vesico-uretérico-renal

Ontem o Pedro teve consulta de pediatria no hospital. Confirma-se que tem refluxo vesico-uretérico-renal bilateral (grau II/III). Basicamente significa que a urina reflui da bexiga até aos rins, de ambos os lados, o que aumenta significativamente as probabilidades de ter infecções urinárias. Vai continuar a tomar o antibiótico na dose profiláctica e vamos esperar que seja o suficiente para não ter mais infecções. Se por acaso voltar a ter, temos que entrar logo em contacto com a pediatra que o segue no hospital. Se tiver infecções recorrentes terá que ser encaminhado para as consultas de urologia para avaliar a necessidade de cirurgia. Se correr tudo bem, à partida será um problema fisiológico, de imaturidade do aparelho urinário, que acabará por se resolver com o crescimento. Resumindo e concluindo, é esperar para ver. Importante é estarmos atentos a possíveis infecções urinárias e a sintomas suspeitos e à mínima ponta de febre que não esteja associada a outros sintomas - como sintomas gripais ou de gastro - é para ir às urgências fazer análises à urina.

Em Janeiro vai fazer o exame para avaliar o funcionamento dos rins e ver se ficaram com sequelas da infecção.

A médica recomendou que o João e a Rita façam uma ecografia renal porque os irmãos têm 35% de probabilidades de ter o mesmo problema, mesmo que nunca tenham tido qualquer infecção. Na quinta-feira já vou ao Centro de Saúde tratar disto.

O Pedro pesa à data da consulta 6,385 kg, mede 65 cm e tem um PC de 43. Tal como a pediatra dele já havia referido, é para começar a comer sopa e fruta ao almoço e daqui a duas semanas ao almoço e ao jantar, introduzindo também a carne. A verdade é que ele não abre a boca a nada que não seja o meu leite e a hora da sopa tem sido um verdadeiro filme de terror - este até o vómito sabe puxar e tudo o que engole acaba cá fora na mesma hora. Muita paciência - que não abunda por estes lados - e vamos esperar que ele se habitue à colher e aos novos sabores.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

O dom da Rita

Sabes que a tua filha te vai pôr (ainda mais) maluca quando descobres que andou a enfiar metros intermináveis de papel higiénico nos tubos da aspiração central - que entretanto entupiram o filtro.

Sabes que a tua filha te vai pôr (ainda mais) maluca quando, menos de uma hora depois de teres colocado os presentes debaixo da árvore de Natal já tens 5 ou 6 com o papel cirurgicamente rasgado - coisa que o João nunca fez.

Sabes que a tua filha te vai pôr (ainda mais) maluca quando come todos os chocolates que penduraste na árvore de Natal, mesmo tendo sido instruída para não o fazer - coisa que o João também nunca fez.

Sabes que a tua filha já te pôs maluca quando o castigo que lhe dás é seres tu a comer o chocolate do calendário do advento dela.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

6 meses

Meio ano de Pedro!

Ele está um espevitado; a sua última descoberta foram os pés e o gato. Detesta estar de barriga para baixo. Continua a querer só maminha, mas hoje já experimentou a sopa - um fiasco! As noites continuam entre o péssimo e o muito más... acorda sempre 2 ou 3 vezes, no mínimo. Continua a chorar desalmadamente nas viagens de carro...

Ontem foi à consulta dos 6 meses na pediatra e está óptimo - elegante, mas bem! Pesa 6,350 kg, mede 65 cm e tem um PC de 43 cm. Já temos indicação para começar a sopa e a fruta - já disse que detesto esta fase da introdução dos sólidos...?

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Dupla nacionalidade

Chegaram hoje os documentos de cidadania canadiana do João e da Rita. Já são cidadãos luso-canadianos, tal como o pai. Entretanto, começamos a tratar dos papéis do Pedro também.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Uma animação

Esta semana tem sido uma festa para o João e para a Rita. Na segunda feira acordaram todos ranhosos e cheios de tosse e achei por bem deixá-los ficar em casa. Ficaram felizes da vida, claro.

Ontem o JI deles organizou uma Feira do Outono e um magusto para as crianças e famílias. Foi muito giro! Foram doados por empresas e particulares produtos hortícolas, fruta, compotas, bolachas, eles fizeram broas e foi tudo vendido a preços muito simpáticos. Ao mesmo tempo, assavam-se castanhas e assim se passou um bom bocado. Gosto muito destas iniciativas. Sei que dá muito trabalho organizar estes eventos, mas os miúdos ficam tão felizes por terem lá as famílias...!

Hoje é o Dia do Pijama e lá foram eles todos contentes - e giros - para a escolinha.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Nova moda...

Pois que o sr. Pedro começou a achar que era uma boa ideia morder-me as mamocas quando não lhe apetece mamar mais. A sério. Quando uma gaja pensa que já estabilizou a coisa, já não tem gretas nem bolhas, nem todas as coisas maravilhosas que doem que se fartam... tumbas! Toma lá umas dentadinhas de amor...

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cistografia renal

Esta manhã o Pedro foi ao hospital fazer a cistografia renal, para ver se tem ou não refluxo urinário da bexiga para os rins.

Com a médica de serviço a dois departamentos e sem a auxiliar, tive que ser eu a segurar o Pedro e a pô-lo em todas as posições necessárias para a introdução da algália e para a realização do exame. No final do exame a médica evaporou-se sem me dizer se viu ou não algum refluxo, mas a enfermeira disse-me que lhe pareceu que sim (apesar de lhe ter parecido pouco significativo). Vamos, assim, ter que aguardar pela consulta de dia 2/12 com a pediatra do hospital para sabermos mais pormenores.

O Pedro chorou que se desunhou quando lhe enfiaram o tubo na pilinha e quando lhe encheram a bexiga com o contraste... Agora está a dormir... Eu aguentei-me bem o tempo todo e só quando saí do hospital é que e permiti a deixar sair algumas lágrimas... Isto de ser mãe tem muito que se lhe diga.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

João, o curioso

- Mãe, porque é que as pilinhas crescem quando nós mexemos muito?

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Questões de peso

Hoje o João levou as vacinas dos 5/6 anos. Entrou o pai com ele enquanto eu fui para a minha consulta com a médica de família. Portou-se que nem um menino crescido e não chorou.
...
Eu tenho uma catrefada de análises e exames para fazer e pôr em dia. Análises de rotina; ecografia para controlar os nódulos da tiróide - que me parecem maiores e me estão a incomodar mais do que o habitual; endoscopia por causa dos meus problemas de estômago.

E agora a parte em que me armo em mete nojo. Afinal não é um mito que se emagrece - e muito - a amamentar. A balança cá de casa tem mostrado o meu peso a baixar de semana para semana. A roupa deixou de me servir. Toda. As calças caem-me, as camisolas ficam-me a nadar; a roupa interior não me serve, os pijamas idem. A única coisa que cresceu foram as mamocas. O meu peso quando me casei e antes de engravidar do João andava pelos 60/61 kg. Depois do João nascer a média passou para os 65/66 kg. Depois da Rita nascer cheguei aos 79,5 kg; comecei a fazer dieta - vulgo, fecha a boca - e voltei aos 65 kg. Com a gravidez do Pedro não me descuidei e facilmente voltei ao peso normal. E depois foi ver os kg a voar de semana para semana. O Pedro não me larga as mamas. Não tem horários para mamar, mama o que quer e quando quer. E parece que é isso que ajuda. Também, confesso, não tenho tido muito apetite. Sou muito gulosa por chocolates, mas não sou grande "comedora" às refeições principais. Como que nem um elefante ao pequeno almoço - a minha refeição preferida - e vou reduzindo a quantidade do que como ao longo do dia. E hoje, quando subi para a balança do consultório, lá estava o ponteiro... nos 59,5 kg.

Já tinha andado a matutar se esta perda de peso seria normal; a médica diz que sim, mas nada como fazer as análises para confirmar.

E é isto... resta-me esperar que esteja tudo bem e, entretanto, renovar o guarda roupa todo...

... e já estive mais longe de ir ver se me consigo enfiar no meu vestido de noiva :)

domingo, 3 de novembro de 2013

Pão por Deus

Apesar de já não ser feriado, o JI do João e da Rita manteve a tradição e foram pedir o Pão por Deus no dia 1/11. Eles ficaram felizes da vida - e eu também, por não se perder este costume - e traziam os sacos, que fizeram no jardim de infância, cheios e broas e outras goluseimas.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Peso

Dia de peso do Pedro no Centro de Saúde: 6,100 kg.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

5 meses

 
















O Pedro até pode não nos deixar dormir, mas é um bebé doce, bem-disposto e tranquilo.
Adora os irmãos, que o fazem rir à gargalhada. Gosta que lhe cante e que dance com ele. Sorri quando se vê ao espelho. Começou agora a descobrir os pés. Entretém-se "horas a fio" a observar os cães e o gato e já lhes tenta deitar a mão. Ao contrário dos irmãos, adora estar sentado no bumbo - que lhe permite observar tudo à volta. Palra, palra muito. E faz "brrrrrrrr" com a boca. E aprendeu a guinchar estridentemente. Já me deu umas dentadas valentes nas mamocas e riu-se quando lhe ralhei - estou tão tramada. Adora tomar banho e já chapinha. Detesta a parte de pôr creme e vestir. É um bebé curioso e atento ao que o rodeia. Começa a notar-se uma tendência para a "mãezite aguda" e eu adoro. Já provou papa, sopa e fruta e o resultado foi sempre o mesmo: cara de vómito e tudo para fora da boca. Está todo "estragadinho" com mimo. E é um bebé feliz. E eu sou ainda mais feliz por ele(s) ser(em) feliz(es). 

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Do Pai Natal

Pergunta o João:
- Mãe, o pai Natal existe mesmo?
- Porquê, filho, alguém de disse alguma coisa?
- Não. Sou eu que quero saber.
- Não, o pai Natal não existe.
Incapaz de esconder a desilusão, abraça-se a mim e diz:
- Oh... mas eu gostava tanto que ele existisse...

Mara, a esmagar os sonhos dos filhos desde 2008.

As noites

As noites têm sido muito más... O Pedro, desde que os dentes começaram a nascer - já tem os dois incisivos centrais inferiores -, começou a acordar de 1h30 em 1h30 ou de hora a hora. Ajudava se ele gostasse de chucha - que detesta e não aceita de maneira nenhuma, de marca nenhuma, de material nenhum... O pai e eu temos andado em modo zombie e com esperança que as noites estabilizem em breve. Já nem falo em dormir uma noite inteira, mas pelo menos algumas horas seguidas...

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Rebolanço

Hoje, com 4 meses e meio, o Pedro rebolou pela primeira vez.
E aqui a toina da mãe fez um chinfrim que mais parecia que nunca tinha visto um bebé a rebolar :)

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Nós por cá

Isto anda tão paradinho que até parece que não se passa nada, o que não é o caso. Tenho andado a 1000 e no pouco tempo que me resta aproveito para ler - ah, espera, as mães que têm baby blogs não lêem - ou para dormir.

As noites têm sido agrestes, o sr. Pedro tem feito intervalos de 3 horas e já vou com sorte. Já me estava a esquecer de contar que ele tem a pontinha de um dente de fora - já! - e o do lado também já se consegue ver. Ontem foi à consulta dos 4 meses (e 11 dias) na pediatra e está tudo bem com ele (5,740 kg; 64,3 cm; PC 41 cm).

A Rita, apesar de já ter acabado o antibiótico, ainda tem um pontinho branco na garganta. Vamos esperar que desapareça por si. A integração dela no JI não podia ter sido melhor. Vai sempre bem disposta, não chora, não há dramas. Já vai a correr dar um beijinho e um abraço à educadora e às auxiliares. Sempre a surpreender, esta menina!

Com o João o caso muda de figura. Voltámos a ter birras de pré-adolescente e vai sempre para o JI de beiçola - mas quando o vou buscar, quer sempre ficar mais um bocadinho. Anda outra vez muito agressivo, principalmente comigo; a sensação que me dá é que a sesta lhe faz falta... mesmo! Ele em casa, nos fins-de-semana, dorme, mas no JI não... Apesar de estar a deitá-los às 20h30 e de ter que o acordar às 8h, parece que não é suficiente. É raro o dia em que acorda por ele durante a semana e fica sempre rabugento - tem a quem sair... A ver vamos se esta fase passa e se entramos nos eixos.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Consultas

Hoje foram os 3 ao centro de saúde; O Pedro para a consulta dos 4 meses, o João para a dos 5 anos e meio e a Rita para a dos 3 anos. O João tem os ouvidos ligeiramente inflamados e vai tomar Brufen durante uns dias. Era suposto ter levado a vacina dos 5/6 anos, mas não tinham. Volto lá com ele no final do mês. O Pedro levou as vacinas dos 4 meses, juntamente com a segunda dose da Rotarix e da Prevenar.

Quanto a pesos e medidas:
Pedro
Peso: 5,670 kg
Comprimento: 62 cm
PC: 40,7 cm
É para continuar com amamentação em exclusivo.

Rita
Peso: 13,800 kg
Altura: 99 cm

João
Peso: 21,400 kg
Altura: 115,3 cm
Tensão arterial: 85/45

domingo, 29 de setembro de 2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

34

Parabéns a mim :)

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Update...

O João e o Pedro estão finos. Eu cá me vou aguentando. A Rita piorou, veio cá a tia vê-la e vai começar o antibiótico...

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Ainda agora começou...

Foram 4 dias ao JI, na sexta feira já tinha a Rita ranhosa. No sábado chegou o ranho ao Pedro e ao João. O João também teve uma diarreia como brinde. O João e o Pedro foram melhorando - ou, pelo menos, não pioraram. A Rita começou a queixar-se da garganta no sábado à noite. Amigdalas inchadíssimas e sem conseguir engolir alimentos sólidos, mas sem sinais de febre. Brufen para ela. Litros de soro para todos. Ontem ficaram em casa. Hoje acordaram cheios de ranho amarelo. A garganta da Rita parece melhor. Ficam mais um dia em casa.

Eu a Brufen desde ontem. Ranhosa e com dores no corpo; não paro de espirrar. Faço anos daqui a dois dias. A coisa promete.

Adoro o início do ano lectivo...

sábado, 21 de setembro de 2013

Consulta no hospital

Vamos lá a ver se ponho ordem aqui no estaminé, que isto está a ficar tudo desactualizado (e garanto-vos que me tem dado um jeitaço todos os registos que aqui tenho feito...).

Na sexta-feira o Pedro foi à consulta de pediatria no Hospital, por causa da infecção urinária. Em Novembro vai fazer uma Cistografia radiológica - é um exame que permite saber se a urina faz refluxo da bexiga para os rins ou se vem toda para a "saída". Já ficou também pedida uma Cintigrafia Renal que será para fazer em Janeiro, 6 meses após a infecção, para verificar se os rins ficaram com alguma cicatriz. Entretanto, terá nova consulta em Dezembro. Vai continuar a fazer o antibiótico profilático.

Tirando estas partes chatas que já sabíamos que seriam assim, a consulta correu muito bem. Gostámos muito da pediatra que o viu; foi paciente, carinhosa e esclareceu todas as nossas dúvidas sem pressas.

O piolho está a pesar 5,435 kg, mede 61 cm e tem um PC de 40,5 cm. A pediatra recomendou que continue com a amamentação em exclusivo até aos 6 meses, se for possível, e só então começar a introduzir os sólidos. Ficou surpreendida com o desenvolvimento do Pedro: já se senta muito bem no bumbo; tem muita força no pescoço, nas costas e nas pernas. Quando deitado de barriga para baixo já se apoia nos cotovelos e tenta pôr-se em posição de gatinhar. É muito curioso e risonho... um doce, portanto! :)
...
Em relação à amamentação, não tenho dito grande coisa porque não há muito para dizer. Não sou terrorista das mamas e, como tal, foram algumas as vezes em que tentámos que o pai lhe desse um ou outro biberão de LA ou de leite meu no biberão para eu poder dormir. A verdade é que o Pedro não gostou da ideia e, ou não bebia o leite e chorava para vir para a mama, ou bebia o leite todo e... chorava para vir para a mama na mesma. Depois resolveu embirrar em definitivo com tudo o que seja de borracha ou silicone, chuchas incluídas - comprei à vontadinha 10 modelos diferentes -, e começou a fechar a boca ao biberão, independentemente de ter lá leite meu ou de lata. Dei a mão à palmatória e cá estamos, felizes e com muitas olheiras - minhas -, prestes a completar 4 meses de amamentação em exclusivo e em livre demanda (isto são outros 500 e quase aposto que com os outros dois fiquei sem leite porque me diziam para lhes impor horários para mamar, mas adiante...).

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Começos e recomeços

Hoje começou o ano lectivo cá de casa. O João regressou ao JI, para o último ano, e a Rita foi pela primeira vez. Correu tudo bem, mas andei o dia todo a contar os minutos para saber deles. Ainda telefonei ao final da manhã só para saber se ela estava bem - e estava.

Quando os fui buscar não mostraram grande pressa em vir para casa, o que é muito bom sinal. Ela nem se apercebeu da minha presença na sala e assim pude ficar a falar um bocadinho com a educadora enquanto a observava - e ninguém diria que estava naquele contexto pela primeira vez. Ele estava no recreio a brincar e pediu logo para ficar mais um bocadinho. Foi um arranque muito positivo e fiquei com o coração mais leve.


sábado, 14 de setembro de 2013

Quase a voltar à rotina

Chegou Setembro e chegaram as nossas duas semanas de férias.

Na primeira semana optámos por ficar em casa e explorar a nossa zona. Fomos a praias que os miúdos ainda não conheciam, fomos a um parque aquático, fomos à Fortaleza de Peniche - pensando que eles iam achar uma seca e afinal percebemos que o João é um curioso nato e se interessa por estas coisas do antigamente -, fomos ao Parque Dom Carlos nas Caldas da Rainha, almoçámos e jantámos fora algumas vezes, fizemos um piquenique na sala e um acampamento no quarto deles - em que passaram a noite na tenda.

Na segunda semana fomos passar uns dias a um Turismo Rural ao pé de Monsaraz, o Vila Planície. Gostámos mesmo muito e recomendamos! É um hotel "amigo das famílias" e que tem espaço para famílias numerosas. Tem duas piscinas e um pequeno parque infantil que fez a delícia de todos. O João e a Rita fizeram logo amigos e brincaram até cair para o lado. Ainda fomos três vezes ao Castelo de Monsaraz - fiquei completamente fascinada - demos um passeio de carro para conhecer um pouco da zona da barragem do Alqueva, passámos pela Aldeia da Luz - que achei medonha - e pouco mais. Aproveitámos mesmo foi o bom tempo e o "dolce fare niente".

O Pedro não estranhou nada a mudança de ambiente, esteve sempre muito bem disposto e deu-nos umas noites muito bem dormidas. O único senão com ele são as viagens de carro... feitas sempre com ele a chorar e a gritar em plenos pulmões - tal e qual como a Rita -, o que nos obriga a parar 3759 vezes pelo caminho.

Agora, já com as baterias carregadas, é preparar tudo porque na terça-feira o João volta ao jardim-de-infância e a Rita vai estrear-se nestas andanças escolares.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

E chegou o dia...

... em que o meu filho se virou para mim e disse:

- Mas tu não percebes?! Dahhhhhh!

(Shoot me...)

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Sozinhos em casa: o balanço

Não foi pêra doce, mas também não foi tão mau como eu temia. No geral, até se portaram muito bem e colaboraram para que eu não acabasse o mês de Agosto de gatas. Se bem que, ao final do dia, estava doida para os enfiar a todos na cama e poder enterrar a cabeça na almofada.

O Pedro também foi amiguinho e, apesar de ter passado uma fase, que durou 2 ou 3 dias, em que mamava de 2 em 2h, acabou por estabilizar e tem dormido quase sempre 7h, acordando apenas uma vez durante a madrugada para mamar - coisa que já despacha em 10 ou 15 minutos.

Ainda me aventurei a sair algumas vezes com eles: passámos um dia em casa da minha irmã, na piscina, fomos uma vez ao shopping matar saudades de algumas amigos que moram "lá longe" - sozinha com os 3, jurei para nunca mais! -, fomos ao parque aqui ao pé de casa e aos carrosséis durante a festa. A meio de Agosto fomos à Kidzania para o João receber, finalmente, o presente que tinha pedido no aniversário - o papá já tinha avisado que ia tirar esse dia, que já estava combinado antes de ter começado a trabalhar, e lá fomos nós, com os nossos queridos amigos do costume.

Aproveitámos também a presença do pai ao final do dia e nos fins de semana para ir à praia e a casa dos avós. Também voltámos ao Pavilhão do Conhecimento para ver a Dòing, uma exposição criada pela empresa do meu irmão.

Apesar de o jardim-de-infância deles já estar aberto, ainda vamos gozar as nossas férias na primeira quinzena de Setembro. Na primeira semana ficamos por casa e aproveitamos as praias e tudo o que a nossa zona nos proporciona - que não é pouco! Vivemos mesmo numa zona privilegiada. E depois iremos passar uns dias ao Alentejo para mudar de ares e carregar as baterias para o novo ano lectivo - ainda me estou a mentalizar que a Rita vai sair debaixo da minha saia...

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

E acabou de cair o segundo!

Oficialmente...

... desdentado! :)

3 meses

3 meses cheios de mimo e muitos sorrisos!

O Pedro tem muita força nas pernas e no pescoço - tal como o João. Já se entretém uns bons bocados no tapete ou na espreguiçadeira. Palra bastante e faz uma espécie de grrrrrrrr que é uma delícia de se ouvir. Adora as macacadas dos irmãos e derrete-se todo com eles. As noites têm sido incertas, tanto lhe dá para acordar de 2 em 2 horas, como dorme 5 ou 6 de seguida. É um doce de bebé e, por norma, muito bem disposto.

(Hoje foi ao peso e está com 5,090 kg; continuamos só com a maminha.)

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Respirar fundo

A ecografia à cabeça do Pedro não revela alterações, está tudo normal. Não consigo pôr em palavras o peso que me saiu de cima.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Onde estarei a errar?

A Rita regrediu no desfralde... mas assim "à grande e à francesa", com direito a cocós diários nas cuecas e até no banho; ou então espera pela fralda da sesta e da noite, que ainda usa, para fazer o dito cujo. E não o faz sem perceber ou quando está a dormir, que já a encontrei por diversas vezes agachada na cama, com a fralda posta, a fazer cocó.

Já lhe explicámos 1000 vezes que não pode ser; já lhe demos castigos, ralhetes, recompensas se voltar a fazer na sanita... nada resulta. No Sábado, já farta disto, depois de ela ter feito mais um cocó nas cuecas, num almoço de aniversário, e ter feito outro à noite, na água do banho - onde também estava o João -, confesso que me passei da cabeça... Perguntei-lhe se queria ser um bebé outra vez - e ela disse que sim -, não lhe dei jantar, dei-lhe um biberão de leite - que ela bebeu toda satisfeita - e depois foi para a cama. No dia seguinte continuei a tratá-la como trato o Pedro - como um bebé. Só começou a não achar piada à brincadeira quando lhe disse que os bebés não comem comida "a sério", nem gelados, nem brincam na areia, nem andam nos carrosséis. Os bebés como o Pedro só bebem leite, dormem, choram e fazem cocó nas fraldas. Acabou por pedir para já não ser um bebé e andou 2 dias a fazer os cocós na sanita. Mas ontem voltámos ao mesmo fandango e hoje já lhe tirei mais uma fralda cheia de caca...

Sinceramente, não sei o que faça mais. Eu sei que é normal ela regredir com o nascimento do irmão, mas isto já começa a ser demais. Já faz ar de gozo e diz-nos que fez cocó na fralda a rir, como se soubesse que nos está a provocar... A minha paciência está no mau caminho... nem quero pensar no que ela fará em Setembro quando entrar para o jardim-de-infância.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Soltas

Ontem foi dia de peso no Centro de Saúde. O Pedro está com 4,740 kg. Continuamos só com a mama e voltamos lá daqui a duas semanas.
...
Entretanto já marquei a ecografia do Pedro que vai ser no final deste mês.
...
O Pedro já dobrou o riso. A primeira gargalhada foi para a prima Nicole. O papá também já foi brindado com umas quantas; para mim é que nada... :)
...
Por iniciativa do pai, o Pedro passou esta noite da alcofa para a cama de grades. Até agora está lá entretido e divertidíssimo, se calhar ainda não percebeu que é para dormir :)

domingo, 11 de agosto de 2013

Consulta

Na quinta feira o Pedro foi à consulta dos 2 meses na pediatra.
Com 2 meses e 10 dias pesa 4,580kg, mede 57 cm e tem um PC de 38,5 cm.
No geral está tudo bem com ele. Havia só uma coisa que me estava a preocupar: o Pedro tem uns tremeliques esquisitos nas mãos quando está a dormir - e não são os tremeliques normais que todos temos quando estamos a dormir - e quando chora e se enerva ou está muito excitado com alguma coisa também “tremelica“ muito. Calhou ele ter tido uma crise de choro durante a consulta e a pediatra viu os tais tremores. Por descargo de consciência, e já que em setembro ele tem consulta de pediatria no hospital por causa da infecção urinária, a dra sugeriu que falassemos nestes tremores, para que lhe façam uma eco à cabeça (transfontanelar).
Como é evidente, fiquei preocupada... apesar de a médica nos ter tentado tranquilizar, porque pode mesmo ser só do sistema nervoso dele, a verdade é que também podem ser mais uma catrefada de coisas. A ver vamos...

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Lanchinho

Pergunta-me o João:

- Mãe, posso comer qualquer coisa?
- Podes, filho. O que é que queres lanchar?
- Iogurte, cereais, um pão inteiro (um paposseco) e uma bolachinha.

Se o Pedro também comer assim os sólidos vou investir em fardos de palha.

Sozinhos em casa

Depois de um ano de muito pouco trabalho, o pai cá de casa foi "contratado" para trabalhar  na última semana de Julho e todo o mês de Agosto - precisamente o único mês do ano em que estão os 3 em casa. Confesso que, apesar de o rendimento extra ser mais do que bem-vindo, a minha reacção foi de semi-pânico. Ora, o que vou eu fazer durante tantos dias com os 3 em casa, tendo em conta que um deles tem apenas 2 meses e é um terrorista das maminhas?

Na primeira semana demorava cerca de 2h30 para me conseguir despachar a mim e aos 3. Com muito choro e gritaria pelo meio. O João e a Rita passam o tempo todo a embirrar um com o outro - o que me deixa doida. O João todos os dias me pede para fazer bolachas e ainda não consegui. E querem os dois "ajudar-me". Mas o tempo não estica e não chega para tudo. Tendo em conta que o pai vem almoçar todos os dias a casa e os mais velhos também comem e alguém tem que lavar, passar e arrumar a roupa - tanta roupa se suja nesta casa! - e dar conta das restantes tarefas domésticas fiquei com as manhãs - que começam às 7h e às vezes mais cedo - todas transformadas no verdadeiro caos. Sim, porque depois do almoço o João faz uma pequena pausa em que o ponho a ver um filme e a Rita dorme a sesta. E eu, eu sento-me no sofá com o Pedro pendurado nas mamas e assim fico em modo semi-comatoso durante um bocado. Depois voltamos ao caos inicial.

Esta semana já tenho a coisa mais controlada. Já stresso menos e consequentemente não se chora nem se grita tanto - bem, a Rita chora e faz birras por todos e ainda dava para mais alguns. Quando me despachar, despachei. Ontem ainda tentámos ir visitar os bisavós de manhã, mas batemos com o nariz na porta. E à tarde fomos passear, depois do pai ter chegado a casa que não me atrevo, ainda, a sair para grandes passeios e confusões sozinha com os 3. Hoje vou tentar ir ao talho que não tenho carne em casa. E dou graças ao Continente on-line e às mercearias onde me vou socorrendo em caso de emergência. E à minha irmã e ao meu avô que me vêm trazer o peixe a casa.

E vamos levando a coisa assim. Um dia de cada vez. Mas tenho a sensação de que quando acabar o mês me vou internar na casa de saúde mental mais próxima. Ou, como diriam os meus pais, "fizeste-os, agora atura-os"! :)

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Catavento

Estamos na fase catavento. O Pedro está um cusco de primeira e vira a cabeça em todas as direcções... sem largar a mama. Autch!

sábado, 3 de agosto de 2013

Dos dias difíceis

Ontem o Pedro passou o dia muitou queixoso e murchinho. A manhã foi toda passada na mama. Mamava, adormecia, deitava-o, chorava, mamava, adormecia... e andámos nisto até o ter enfiado no pano, às 14h30. Adormeceu e ali ficou até às 18h. Ferrado a dormir. Já disse que odeio os 2 ou 3 dias a seguir às vacinas...?

Desenrasquei almoço para a Rita e para o João. Eu almocei - panquecas com nutella - às 16h. E tomei o meu duche - que costuma ser matinal - às 18h30.

E vai ser o mês todo assim. Sozinha com os três.

... se não fosse assim, não tinha graça...

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Consulta: 2 meses

Hoje fui com o Pedro à consulta dos 2 meses no Centro de Saúde.

Aumentou 700 gr em 3 semanas e pesa agora 4,440 kg; mede 56 cm e tem um PC de 38,2 cm. Da consulta não há nada a assinalar, está tudo bem com ele. É para continuar com a maminha e daqui a 2 semanas voltamos lá só para pesar.

Depois da consulta levou as vacinas do PNV, a Prevenar e a Rotarix. Chorou quando levou as picadelas, mas a Rotarix marchou que foi uma beleza. Tem estado muito choroso e mais molinho do que o habitual... vamos ver o que nos reservam os próximos dias...

Não vou deitar já os foguetes...

Até pode ter sido uma vez sem exemplo, mas aos 2 meses e 2 dias o Pedro dormiu uma noite inteira. Das 22h30 às 7h! Pelo menos já deu para eu carregar as baterias e para o pai acordar com dores de costas porque “esteve horas a mais na cama“.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

2 meses

Aos 2 meses o Pedro está um belo texugo; é um bebé lindo - claro! -, calmo, simpático e bem disposto. É muito risonho e já se nota perfeitamente que, para além de mim e do pai, já conhece os irmãos e derrete-se todo para eles - e vice versa; o João e a Rita andam um verdadeiro mel com o Pedro.

Tem muita força e já segura bem a cabeça.

Continua na maminha a 99% - quando preciso de sair ou quando preciso mesmo de dormir, antes que me dê um badagaio, o pai dá-lhe um biberão de LA. É um freak da maminha e se eu andar por perto, o mais certo é tê-lo pendurado numa das mamocas :) Sinceramente não controlo muito os intervalos das mamadas durante o dia, mas durante a noite já vai fazendo um intervalo de 4 ou 5h - se bem que esta noite foi de 2 em 2h...

É um doce, tão doce, este bebé... :)

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Baile de gala

Na sexta-feira à noite tivemos o Baile de Gala no jardim-de-infância do João, para os meninos/as que são "finalistas" e para os colegas da mesma sala (que é o caso do João). Depois de muito ponderarmos, acabamos por decidir ir todos. Levei o pano e o Pedro passou o tempo todo lá enfiado, bem encostado ao meu peito, a mamar e a dormir.

A Rita parecia que tinha levado uma injeção de adrenalina no rabo e andou eléctrica e feliz da vida. Saltou, pulou, dançou... basicamente, fez a festa, deitou os foguetes e apanhou as canas :) O João delirou! Estava todo contente com o seu penteado, mas o mais importante foi mesmo ter lá a família completa. Fartou-se de brincar e veio para casa em lágrimas porque queria brincar mais um bocadinho.

O baile em si foi muito giro. A educadora dele e a auxiliar estão de parabéns! Faço só uma pequena ideia do trabalho que tiveram a preparar as coreografias para os miúdos e surpresas para os pais.

Tenho muita pena que no próximo ano lectivo o João passe a ter outra educadora e outra auxiliar... mas é mesmo assim... ele terá que lidar com a mudança e nós também... Foi muito bom para nós saber que ele ficou sempre muito bem entregue nestes dois anos. Além da parte pedagógica, a meiguice, a vocação e o amor que lhe dedicaram não tem preço e estou-lhes imensamente grata...

Balanço das festas

Este ano, em vez de uma festa para a família toda, optámos por dividir as famílias. No dia dos anos da Rita fizemos um jantar para a família paterna e no domingo fizemos um lanche para a minha parte da "famelga". Foi a solução ideal para não termos confusão a mais, por causa do Pedro e também porque eu não estou com cabeça para grandes confusões - faço sempre a proeza de juntar 40 ou 50 pessoas cá em casa. Correu tudo bem, ela divertiu-se à grande e estava feliz da vida :)

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Ser mãe

É mantermo-nos firmes. Mesmo quando nos faltam as forças. Quando achamos que não aguentamos mais. É manter a cabeça erguida e os olhos abertos. Mesmo quando só nos apetece desaparecer ou enfiar a cabeça na areia. É ter uma força inimaginável. Mesmo quando nos tremem as pernas.

É aprender a viver com o medo que nasce em nós quando os nossos filhos nascem.

E é não deixar que esse medo se sobreponha a tudo o resto.

Consulta pós-parto

Na terça-feira tive a consulta de revisão pós-parto com a minha ginecologista. Está tudo bem que é o mais importante. Tenho menos 2,5 kg do que tinha quando engravidei - infelizmente os internamentos do Pedro ajudaram a que tenha perdido o apetite, o que também ajudou a ir perdendo peso; isso e o facto de não ter aumentado muito durante a gravidez.

Falámos sobre as alternativa à pilula por dois motivos: porque já engravidei uma vez a tomá-la e não quero que a "gracinha" se repita e porque as minha análises às trombofilias têm alguns valores alterados - vou repeti-las em Setembro. Assim sendo, a contracepção oral não será o ideal para mim e acabámos por optar pelo Mirena - uma espécie de DIU - que é compatível com a amamentação. Fui ontem ter com ela às urgências e já o tenho colocado. Doeu um bocadinho, tive uma pequena hemorragia e ainda tive algumas moínhas tipo cólicas menstruais, mas hoje já estou bem.

Daqui a um ano volto para a consulta de rotina.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

3 anos



Parabéns filhota! 3 anos de muito amor, muito cor-de-rosa e pirosice com fartura! Vieste mostrar-nos que é possível amar várias vezes incondicionalmente... És uma menina doce, mas tens um (mau) feitio muito vincado. A tua especialidade, ultimamente, é fazer birras e ser do contra. Ressentiste-te agora um pouco com a chegada do Pedro - sentes que deixaste de ser a bebé da casa. Mas vais ser sempre a nossa menina... a nossa doce princesa!

terça-feira, 16 de julho de 2013

38

Parabéns papá!

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Panda Parabéns

Olá,
 
Seguem os horários dos Parabéns de Rita:
 
17-07-2013 15:14
17-07-2013 21:57

 
Esperamos que gostem da surpresa!
Cumprimentos,
Canal Panda

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Peso

Apesar de o Pedro mamar muito e bem e de não ter perdido o apetite durante o internamento, confesso que ia um pouco apreensiva para o peso. Pois... o meu pequeno Buda aumentou, nada mais nada menos, do que meio kg certinho em duas semanas, só com a maminha. Está agora com 3,740 kg. Eu respirei de alívio - e confesso que fiquei surpreendida. A enfermeira só se ria e dizia que eu ou tenho natas ou leite condensado, mas ainda bem! Ela estava a contar que ele tivesse aumentado pouco, dadas as circunstâncias, e que tivéssemos que ir lá na próxima semana para controlar mas, assim sendo, só volta a ser pesado na consulta dos 2 meses.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

1 semana!

Estamos a apenas uma semana do terceiro aniversário da Rita...! E o que é que eu já consegui planear e adiantar para o aniversário da Rita...? Zero! Mas, já durante o internamento do Pedro, decidi que não lhe vamos fazer uma festa. Vamos fazer duas celebrações mais pequenas para evitar uma enchente cá em casa - que não seria bom para o Pedro e também porque não me sinto com forças para preparar nada para 40 pessoas. Assim sendo, no dia do aniversário dela faremos um jantar com a família paterna - e aproveitamos para celebrar o aniversário do papá que faz anos dia 16 - e no Domingo seguinte faremos um lanche com a minha família. A única coisa que ela pede é um bolo cor de rosa da Minnie e isso acho que lhe consigo arranjar sem problemas ;)

terça-feira, 9 de julho de 2013

Consulta 3 anos: Rita

Na quinta-feira o pai foi com a Rita à pediatra, à consulta dos 3 anos.

Temos uma "matulona" com 13 kg, 98 cm e um PC de 48 cm.
Tudo o resto está normal, como se quer.

Em casa!

Ontem de manhã a pediatra responsável pelo Pedro disse-me que se ele tomasse bem o antibiótico em xarope teria alta e podíamos vir para casa acabar o tratamento. Não fiquei muito esperançada porque ele cospe o ben-u-ron todo mas, contrariando as minhas expectativas, tomou o antibiótico todo que foi uma beleza!

Viemos para casa ao final da tarde e já fez mais uma toma que também correu bem. Em acabando este tratamento - na sexta feira - no dia seguinte começa a tomar um outro antibiótico, numa dose reduzida, para prevenir o aparecimento de novas infecções urinárias. Já ficou também pedida uma consulta externa de pediatria para daqui a 6 meses, para que ele faça exames mais específicos que nos permitirão saber se ficou ou não com cicatrizes no(s) rim(s).

Disse-nos para fazermos a nossa vida normal sem restrições...

Atá lá, resta-me acreditar que já tivemos a nossa dose de maleitas e internamentos para os próximos anos... já chega, sim...?

domingo, 7 de julho de 2013

Sorriso

O Pedro esboçou o primeiro sorriso intencional no dia 2 de Julho. Durante o internamento, já depois da febre ter cedido, presenteou o pai com mais alguns. E hoje tem sido a loucura. Estou para aqui babadíssima a olhar para ele... Só é pena não estarmos em casa a partilhar estes momentos com os manos...
Entretanto também já se percebe que ele tenta interagir e comunicar connosco à sua maneira, já emitindo alguns sons deliciosos, esbracejando e esperneando sem parar.
Adora que conversem com ele e é muito observador - ou cusco!
É um doce este bebé!

sábado, 6 de julho de 2013

Há o anti-cristo...

... e há o anti-chucha.

Tenho as mamas feitas em fanicos.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Ecografia

O Pedro fez hoje a eco renal que não mostrou alterações, felizmente!

A bactéria ainda não foi identificada mas já sabem que é Gram negativa.

Ele está a melhorar e está sem febre há 36h.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Pielonefrite

Está confirmada a infecção urinária, no caso do Pedro uma pielonefrite (infecção no rim). Falta determinar a bactéria. A febre parece estar a espaçar, o que é bom sinal. Amanhã à tarde vai fazer uma ecografia renal para ver se há alguma alteração no aparelho urinário ou lesão nos rins.

O tratamento implica que ele fique internado pelo menos 10 dias...

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Outra vez...

O Pedro está outra vez internado. Ontem à noite achei-o quente e estava com 38,2°C. Fomos controlando a temperatura que ora descia ora subia... Às 2h da madrugada chegou aos 39°C, agarrei nele e vim às urgências.

O combur deu positivo para infecção urinária e o PCR está aumentado (5). Apesar de ter sido pedida a urocultura e a hemocultura, cujos resultados demoram a sair, às 5h já levou a primeira toma de antibiótico.

Ainda vai ter que fazer uma ecografia renal para ver se está tudo bem.

Eu juro que quando sair daqui vou à bruxa... estou exausta, profundamente triste e sinto-me impotente... :(

terça-feira, 2 de julho de 2013

O pós parto

Depois do filme de terror que foi o pós parto do João e do da Rita, que não tendo sido tão mau como o do irmão, também não foi pêra doce, o do Pedro foi maravilhoso! Por mim podia ter vindo para casa no próprio dia. Desta vez não me fizeram episiotomia e levei apenas 2 pontos porque rasguei um bocadinho; pontos esses que eram de cair mas não caíram e acabei por ter que ir ao centro de saúde para os tirar, mas nada que me tenha incomodado. Para além das "dores tortas" - essas sim, as mais dolorosas dos três partos -, estava normalíssima. No dia seguinte a ter tido alta já fazia a minha vidinha normal e já conduzia.

Amanhã vou ter a consulta de revisão pós parto com a médica de família e dia 16/7 com a GO. A minha maior dúvida é mesmo em relação aos anticoncepcionais; tendo em conta que já engravidei a tomar a pílula, estou indecisa entre o DIU e o implante...

De resto estou bem, excepção feita à treta da rinosinusite que anda a dar cabo de mim quase há uma semana.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Andar para trás...

Depois de uma fase inicial em que a Rita reagiu bem e sem alterações à chegada do Pedro, nos últimos dias temos tido inúmeros cocós nas cuecas e hoje fomos brindados com um mega xixi pelas pernas abaixo... Parece que a nossa menina sente falta de ser a nossa bebé...

Em Setembro...

... a Rita vai iniciar uma nova etapa e vai começar a frequentar o mesmo jardim-de-infância que o João. Hoje tivemos reunião com a futura educadora da sala dela e já teve direito a ir explorar o espaço. A ver vamos como ela irá reagir a mais uma mudança.

sábado, 29 de junho de 2013

1 mês


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Consulta

O Pedro teve a consulta do primeiro mês esta manhã, no Centro de Saúde. Aumentou bem só com a mama e está a pesar 3,240 kg. O meu leite também deve ter adubo porque cresceu 2,5 cm e mede agora 52 cm - já tinha reparado na roupa. O PC é 36,2 cm.
...
Eu aproveitei para ter uma mini consulta porque tenho andado aflita com uma crise de sinusite e rinite, tenho estado febril e com dores no corpo e estava a tomar só ben-u-ron e a pôr muito soro no nariz. A juntar a isto posso tomar o Brufen e Atarax em SOS.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Pano

Depois de ter usado o pouch sling e o marsúpio com o João e com a Rita, que me faziam dores horríveis de costas e nos ombros, optei por investir num pano. Chegou esta semana e, logo na primeira vez que o experimentei, o Pedro ferrou a dormir e fez uma bela sesta enquanto eu fazia um bolo que me tinham encomendado. Estive com ele assim mais de uma hora e fiquei rendida. O peso, além de ser distribuído pelos ombros, também o é pelas costas todas. Apesar de aquilo parecer um bicho de 7 cabeças é mais fácil e intuitivo de se colocar do que parece - e se eu, desastrada e desajeitada, consigo pô-lo sozinha, acho que toda a gente consegue ;) Fica a sugestão. Comprei na Psicolor e foi 5*!

terça-feira, 25 de junho de 2013

Mimo...

... é quando o Pedro se assusta enquanto mama... Mãe sofre!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Peso Pedro

Fomos esta manhã com o Pedro ao peso; com 3 semanas e 1 dia pesa 3,060 kg. Aumentou 120 gr, com a virose e internamento pelo meio. Na próxima semana tem a consulta do primeiro mês.

Ele está a ser amamentado em exclusivo e faz, no máximo intervalos de 3 horas entre mamadas. Antes de ter ficado doente chegou a dormir 4 ou 5 horas em algumas noites, mas agora esquece lá isso...

quarta-feira, 19 de junho de 2013

3 semanas de Pedro!

Nota-se muito que o Pedro está a dormir a sesta?
Já não me lembro da útima vez que escrevi tanto post de empreitada, mas estava a ficar com muitas coisas por dizer :)
...
Na semana passada esqueci-me de registar que ele já reage à voz da Rita. Ela anda sempre de volta dele e gosta de "ajudar" em tudo e ele já a procura quando a ouve.

O João pouco lhe liga - acho mesmo que às vezes se limita a fingir que o irmão não existe - mas quando chegámos do hospital deu-lhe um beijinho por iniciativa dele - nada mau!

Os dias no hospital deram-nos cabo das pseudo-rotinas que um bebé de poucas semanas pode ter, mas o rapaz veio para casa disposto a embadochar à grande, só pode! Mama de 2 em 2 ou, no máximo de 3 em 3 horas e depois dorme - não me estou a queixar! De manhã é capaz de estar uma hora de pestana aberta a olhar fixamente para qualquer ponto que ache interessante - esta manhã era para o exaustor :) - mas fora isso é mesmo come e dorme.

Tirando uma cólica ou outra - mesmo cólicas que nós bem ouvimos e sentimos o rebuliço na barriga dele - tem pouco do que se queixar. Felizmente!

Amanhã é dia de ir ao peso e vamos lá ver se a virose não fez grande estrago...

Natação

No final de Maio recebemos a avaliação do João das aulas de natação. Juro que a minha baba dava para encher uma piscina olímpica...

Saber Estar:
- É assíduo;
- É pontual;
- Está atento;
- Cumpre as tarefas propostas;
- Coopera com o professor;
- Trabalha em grupo;
- Boa relação com os colegas;
- Coopera com os colegas.

Saber Fazer:
- Desloca-se na água de frente e de costas;
- Mergulha a cara na água com os olhos abertos; faz bolinhas pelo nariz;
- Flutua ventral e dorsalmente;
- Faz propulsão dorsal e ventral;
- Passa por entre as pernas de um colega ou arco;
- Realiza o "ovo";
- Mergulha de joelhos; apanha um objecto no fundo do tanque com deslocamento;
- Apanha dois objectos no fundo do tanque;
- Salta de pé; mergulha sentado e de joelhos.

O aluno transita para o nível 2 (touca amarela).

É o meu menino a crescer!

Ups...

Falta menos de um mês para o aniversário da Rita. E o que é que eu já fiz para preparar o aniversário da Rita...? Zero... nicles... niente... rien de rien! Shame on me!
(mas já pinei para aí 376 bolos que gostava de lhe fazer...)

Mais vale tarde do que nunca

Ao terceiro filho descobri e rendi-me ao esterilizador de micro ondas.
(com os outros usámos dos monos normais que, gentilmente, nos emprestaram)

Há expressões giras como “dar uma nalgada“ que fazem uma palmada parecer uma coisa fofinha.

:)

terça-feira, 18 de junho de 2013

As coisas boas das coisas más

No domingo, para o George poder ir ao hospital estar um bocadinho comigo e com o Pedro, os meus pais vieram para cá logo de manhã e passaram o dia todo com o João e com a Rita - inédito! Com a minha sogra internada - teve alta ontem também, finalmente! - e com a minha cunhada de plantão, aproveitei que os meus pais se ofereceram e acabei por lhes pedir para virem ficar com os miúdos.

Agora tenho-os a perguntar quando é que os avós vêm cá outra vez; o João ficou feliz da vida porque foi passear com o avô e comeu um gelado com duas bolas gigantes! E a Rita também ficou toda contente.

Quando chegou a hora de se irem embora, agarraram-se às pernas do meu pai e foi isto...
 

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Em casa!

Urocultura: negativa
Hemocultura: negativa
Sem febre há quase 48 horas.

O Pedro teve alta esta manhã e já estamos em casa. Parece ter sido mesmo uma virose que, muito provavelmente, apanhou dos irmãos. Viemos com a recomendação de o resguardar, sair só para o peso e consultas e limitar ao máximo as visitas, até ordens em contrário. O importante agora é que ele se restabeleça e que a imunidade se "recomponha".

domingo, 16 de junho de 2013

Do Pedro

Ontem à noite a sedimentação da urina apontava para uma infecção urinária. Tiveram que fazer uma nova colheita, desta vez asséptica, para repetir a análise. O resultado, felizmente, foi negativo.
Ele tem estado sempre bem disposto, com apetite - mama muito e bem e até já aumentou de peso nestes dias.
Desde a última toma de ben u ron que fez ontem às 19h que não tem febre. A ver vamos se a dita cuja começa a espaçar e desaparece de vez.

sábado, 15 de junho de 2013

Pedro internado...

Na madrugada de sexta-feira achei-o quente. Estava com 37,8°C rectal. Pensei que estivesse com calor e vesti-lhe roupas mais frescas. Foi passando o dia bem, mas continuava a achá-lo quente e molinho. Às 18h o termómetro marcou 38,9°C... Aguarrei nele e trouxe-o às urgências.
Entrámos rapidamente e foi logo um pediatra vê-lo na triagem. Estava com 38,3°C rectal e meteram-lhe meio supositório de ben-u-ron 125. Fui logo avisada de que o Pedro ficaria internado.
Fez um raio-x que estava sem alterações; fez análises ao sangue, que foram pedidas com urgência, e também não tinham alterações. O coombs à urina também estava normal e só faltam os resultados da urocultura - que demoram 5 dias.
Às 5h30 voltou a subir a temperatura - 38,4°C - e deram-lhe ben-u-ron novamente.
Tirando a porra da febre, até agora sem motivo aparente, ele está esperto, vivaço e mama bem.
Como foi internado na neo-natologia, eu pude escolher entre ficar internada também - na maternidade - ou passar cá os dias e ir dormir a casa. Não sou capaz de o deixar sozinho e preferi ficar cá com ele.
Estou, evidentemente, preocupada e só queria saber de onde raio vem esta febre... Como voltou a ter durante a madrugada é provável que vá repetir o hemograma.
É esperar... com o coração do tamanho de uma ervilha... :(

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Consultas

Ontem o Pedro teve consulta no Centro de Saúde e na pediatra.

No Centro de Saúde:
Peso: 2,940 kg
Comprimento: 49,5 cm
PC: 35 cm

Continua um bocadinho ictérico, mas muito melhor do que quando teve alta da maternidade.
Tudo o resto estava normal.
Voltamos na próxima semana só para pesar.

Na pediatra:
Peso: 2,910 kg
Comprimento: 49,5 cm

Tal como o João, o Pedro também tem os pés virados para dentro. É para lhe fazermos massagens puxando os pés para fora.

Quando saiu da maternidade tinha os olhos remelentos; os pediatras do hospital tinham-me dito para limpar com soro e uma compressa esterilizada; tinha melhorado dos dois olhos, mas há dois dias o olho esquerdo piorou. A pediatra disse para limparmos muito bem e pôr uma gota de Clorocil em cada olho, 4 vezes por dia.

É para manter a amamentação exclusiva como tenho feito - quando quer e até ficar satisfeito.

O João e a Rita também foram e ela aproveitou para os observar. O João está fino e a febre deve ter sido uma coisa passageira. A Rita ainda tem pontos brancos na garganta, mas está muito melhor e sem febre desde terça-feira.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

2 semanas de Pedro

Não nos podemos queixar. O Pedro tem sido um bebé muito calmo, dorminhoco e comilão. Apesar de termos tido duas ou três noite mais difíceis - dar de mamar de 2 em 2 horas é obra -, esta noite já fez um intervalo de 4h - que me soube pela vida e deu para carregar (ligeiramente) as baterias.

O mais complicado foi mesmo a Rita e o João terem ficado doentes nesta altura. Se não era o Pedro a chamar pelas mamas, era um deles a gemer, ou a chorar, ou com ranho, ou com tosse, ou a querer água, ou a ter que tomar os medicamentos, ou, ou, ou... Mesmo assim acho que, entre mim e o papá, conseguimos gerir bem as tarefas e o cansaço acumulado. Se bem que o G. lida muito melhor com a falta de sono do que eu...

Tirando as poucas horas que dormimos, não noto grandes alterações às nossas rotinas - pelo menos para já. Foi muito mais difícil quando nasceu o João e, aí sim, era tudo novo e parecíamos uns "patós"... Quando nasceu a Rita o desafio foi lidar com os muitos ciúmes e com a agressividade do João em relação a nós. Com a chegada do terceiro filho não notámos grandes diferenças; a Rita adora o Pedro e quer ver tudo e participar nas tarefas todas; o João, salvo raríssimas excepções, limita-se a viver como se o irmão não existisse - e ainda ontem perguntou ao G. quando é que o Pedro se vai embora - ou a gritar-lhe para se calar quando ele começa a chorar - mas também já o apanhámos a cantar-lhe músicas de embalar para o acalmar; é mesmo assim o João... vai de um extremo ao outro.

Parece-me é que nós, como pais, estamos, de filho para filho, a saber desfrutar e aproveitar mais esta fase tão doce de bebé, de mimo e de colo, de total dependência de nós para tudo. Sem tantas dúvidas, sem tantos medos...

segunda-feira, 10 de junho de 2013

...

A Rita piorou, tivemos uma noite para esquecer e esta manhã tinha a garganta cheia de pus. Veio cá a tia para a ver e confirmou o que já suspeitavamos: amigdalite. Já começou o antibiótico...

O João parece melhor e desde manhã que não tem febre. Por via das dúvidas, amanhã fica em casa.

domingo, 9 de junho de 2013

Dose dupla...

Tenho a Rita com febre desde sexta à noite. E o João desde hoje. Ela não tem mais sintomas, ele queixa-se com dores de cabeça.

Tendo em conta que a minha sogra está internada desde terça-feira - foi operada de urgência à vesícula - e não tenho onde os deixar para não estarem em contacto com o Pedro, resta-me esperar que o bicho não lhe chegue a ele também...

Xô bichos ruins... :(

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Fraldas reutilizáveis

Assim que caiu o cordão do Pedro que começou a usar as fraldas reutilizáveis, que foram dos irmãos, em exclusivo. Sem sombra de dúvida, um dos melhores investimentos que fizemos...!

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Ora, aí vamos nós...

O G. acabou de encontrar o João deitado na alcofa do Pedro... com a chucha - do Pedro - na boca.

Ele ralhou. Eu escangalhei-me a rir - antes isso que chorar.

Uma semana de Pedro

Para não me esquecer:

- Segunda-feira foi dia de ir fazer o teste do pézinho; entrou e saiu a dormir, só choramingou com a picada;
- Ontem caiu o umbigo;
- Depois de duas noites muito complicadas na maternidade por não saber mamar nem conseguir pegar na mama, agora já o faz que nem um profissional; estamos só com a maminha e tem corrido bem; por norma despeja as duas mamocas - mais um latagão!
- A subida do leite foi violenta, mas a adaptação foi rápida; os caroços já desapareceram e as únicas mazelas que ainda persistem são os mamilos doridos e feridos...
- Tem os horários trocados: dorme muito durante o dia e guarda o chinfrim para a noite; ontem fui tentando mantê-lo acordado uns bocados durante o dia e esta noite foi a melhor até agora; espero que seja para continuar;
- No geral é um bebé muito calmo e doce.
...
 O papá e eu andamos embevecidos cá por casa... é tão bom poder desfrutar de tudo isto outra vez... com mais calma, sem tantas dúvidas...

O João tem tido fases... nuns momentos é só mimos ao irmão, canta-lhe para o acalmar quando ele chora, quer dar-lhe colo... noutros não quer saber dele para nada, diz que não tem graça nenhuma porque não fala, não anda e nem sequer tem dentes. Tem andado mais desafiador e birrento, mas nada que não se contorne.

A Rita anda nas sete quintas, apesar de ainda não ter percebido bem que o Pedro também é "o mano". Quer andar sempre de volta dele, gosta de o ver tomar banho, vestir, mudar a fralda, mamar, etc.. e também lhe canta quando ele chora.

Eu estou a ter com a Rita a sensação que tive com o João quando ela nasceu... de um dia para o outro ganhei consciência do quanto ela está crescida e tão menina! Tudo nela parece enorme...!

domingo, 2 de junho de 2013

O dia "P"

Chegámos à maternidade às 9h30, depois de termos deixado o João e a Rita com a avó paterna e de lhes termos dito ao que íamos. Depois da triagem, esperámos. E esperámos. E esperámos. Ao que nos iam dizendo, as médicas tinham sido chamadas para reuniões - porque não havia casos urgentes à espera. Penso que tenha sido por causa do encerramento da maternidade de Torres Vedras, que aconteceu na sexta-feira, e que levou à transferência desse serviço para o CHON. Às 13h lá fui chamada e internada. Por volta das 13h30 já estava em modo "indução". Tudo com muita calma, eu cheia de fome e com o sentido de humor nos píncaros. Às 15h a minha médica rebentou-me a bolsa - saiu tão pouco líquido... - e passado um bocado as contrações começaram a apertar. Aos 4 dedos clamei, alto e bom som, pela santa epidural que, mais uma vez, ficou "mal" dada. Sentia dores do lado esquerdo, embora pouco intensas, e fiquei com a perna direita completamente adormecida.

As horas iam passando e, observação atrás de observação, começaram a estranhar o facto do Pedro estar muito subido, mesmo tendo o colo apagado e a dilatação toda feita. Perguntaram-me se conseguia urinar e eu respondia que sim - croma da bola, lá fazer, fazia, mas era poucochinho.

Como a coisa não se desenrolava nem por nada fui algaliada porque, das duas uma, se fosse a bexiga que estivesse a impedir a passagem do Pedro, assim ficávamos a saber; e, caso não fosse esse o motivo, já ficava preparada para cesariana. Acho que não estou a exagerar se disser que em 2 ou 3 minutos o saco encheu-se de "ouro amarelo" e disse eu ao George: "engraçado, parece que estou a senti-lo a descer", para logo a seguir começar a sentir vontade de fazer força. Disse ao George que era surreal, mas que tinha a certeza que o Pedro estava à porta de saída, mas de saída mesmo! Chamámos o enfermeiro e meu dito meu feito; acho que o rapaz até voou para ir chamar a minha médica. Daí até à sala de partos foi um tirinho e, após duas puxadelas, só vislumbro o Pedro a sair disparado e a minha médica a levar um banho de líquido; e ouvi... ouvi o meu menino a chorar em plenos pulmões.

Meteram-no logo em cima de mim e chorei como se fosse a primeira vez - acho que são sempre primeiras vezes quando se fala em parir um filho... Só levei dois pontos porque rasguei um niquinho de nada e ficou feito. Às 20h52m do dia 29 de Maio de 2013 nasceu o nosso Pedro, com 2,995 kg e um APGAR 9.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Pedro

O Pedro nasceu ontem, dia 29/5, às 20h52m de parto normal, com 2,995 kg. Correu tudo bem e estamos muito felizes!


terça-feira, 28 de maio de 2013

Véspera do dia "P"

Chegamos amanhã às 39 semanas de Pedro e, como combinado, é dia de ir para a maternidade de malas aviadas para ser feita a indução.

Já tenho tudo mais ou menos organizado - mas sempre com a sensação de que me estou a esquecer de alguma coisa importante -; o João não vai ao jardim-de-infância para ficar logo de manhã, tal como a Rita, em casa da avó paterna, onde vão passar o dia e a noite.

Hoje decidi que o João também não iria ao jardim-de-infância para passarmos o dia juntos, na ronha e no miminho - já que o São Pedro nos trouxe frio e vento e não nos deixou ir a lado nenhum fazer coisa nenhuma. Acabámos por passar a manhã toda no relax e fomos só almoçar fora com eles. Depois do almoço dormiram a sesta e agora já o papá foi com o João à natação e eu estou em casa com a Ritinha.

O Pedro tem andado na sua agitação de sempre, com os pés ou o pé enfiado nas costelas do lado direito que mal me deixa respirar e com a cabeça a pressionar a bexiga o que me obriga a andar sempre a correr para a casa de banho :)

Eu estou assim num mood meio nostálgico porque se está quase a acabar o ter o Pedro cá dentro, só para mim, e a ansiedade de o ter no colo e de lhe sentir o cheiro - somos tão "animais" nestas coisas... pelo menos eu sou... Mas estou calma, não sei se é por ser o terceiro... Também ajuda o facto de o João já ter assimilado e de já aceitar bem o facto de eu ter que passar alguns dias no hospital - coisa que já tinha dado direito a muitas lágrimas e insegurança da parte dele.

E assim estamos nós, a poucas horas de mudarmos mais um bocadinho as nossas vidas - para melhor...! :)

sábado, 25 de maio de 2013

Da pré-adolescência aos 5 anos

- Eu não estou a fazer birra. Fazer birra é chorar.
- Então e isso que tu estás a fazer é o quê?
- Não é birra. É tromba!

quarta-feira, 22 de maio de 2013

38 semanas

Mais uma ida à maternidade - que estava c-a-ó-t-i-c-a! Depois de passar na triagem onde fiz o CTG, foram SÓ 5 horas - leram bem - à espera para a consulta... 5 horas, minha gente! Do mal o menos, está tudo tranquilo e, se até lá o Pedro não se decidir, temos ordens para irmos para a maternidade por volta das 9h, de malas aviadas, no dia 29, próxima quarta-feira.

Apesar do cansaço e de esta semana ter sido particularmente difícil, já só tenho mais uma semaninha para desfrutar da barriga - e de ter o Pedro só para mim...

sábado, 18 de maio de 2013

Os últimos cartuchos...

Estou, oficialmente, cansada...! Esta última semana tem sido penosa... ando com um humor de cão; canso-me com pouco, fico sem fôlego sem fazer praticamente nada; a azia dá cabo de mim; tenho tido muitas tonturas; doem-me as costas; sinto os ossos todos cá em baixo a "abrir" e sinto uma pressão enorme na "porta de saída"; tenho insónias e, durante o pouco tempo que durmo, só tenho pesadelos ou sonhos parvos. Enfim, as maravilhas da recta final da gravidez...

O melhor da festa? O Pedro a mexer-se dia e noite, cheio de genica... :)

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Da Rita: o "deschuchar"

A dois meses dos três anos estamos na fase de deixar a chucha. Ela já nem chuchava, por assim dizer, trincava e roía as chuchas todas até as estragar - e eu tenho mais que fazer ao dinheiro que andar sempre a renovar o stock - e cada uma já não durava mais que dois ou três dias.

Assim, na segunda-feira, quando ela veio ter comigo porque tinha estragado mais uma, disse-lhe que era a última, não havia mais e que a fosse pôr no lixo porque lhe podia fazer dói dói na boca. E ela assim fez. Não ficou muito convencida e tive que lhe mostrar em todas as caixas, armários e cantinhos onde costumavam haver chuchas que já não havia mesmo mais...

Não tem sido propriamente pacífico... Chorou bastante, já me veio pedir para comprar mais chuchas e tive que lhe dizer que não; que chuchas agora só para o bebé e ela já não é bebé. Nos primeiros três dias ainda a pediu na hora de dormir - e chorava porque não há mais -, mas acabou por se conformar - espero eu! Demora muito mais tempo a adormecer e ontem à noite quando lhes fui dar um beijinho e aconchegá-los antes de me deitar ainda ela estava acordada, mas sossegada - e a chuchar no dedo indicador... Durante o dia já nem se lembra e não tem pedido.

Apesar de me parecer que a Rita ainda não está totalmente rendida à sua nova condição de "menina crescida que não precisa de chucha", acho que vamos no bom caminho e já estava mais que na hora de lhe fazer este desmame...

quarta-feira, 15 de maio de 2013

37 semanas

Missão cumprida! Já temos, oficialmente, um bebé de termo!

Logo pela manhã, depois de deixar a Rita em casa dos avós e o João no jardim-de-infância, fui ter com a minha GO à maternidade para fazermos o ponto de situação. O líquido continua dentro do desejável e a fluxometria do cordão estava melhor que na ecografia da semana passada. Pudemos ver muito bons indicadores do bem estar do Pedro: estava a treinar os pulmões, a chuchar na língua e com excelente vitalidade.

A questão do cordão à volta do pescoço implica apenas que o trabalho de parto tenha de ser todo monitorizado (CTG); segundo a médica, cerca de 40% dos partos que fez foram de bebés com circulares e correram bem - é mesmo só uma questão de controlar.

O colo do útero está mole e tenho um dedo de dilatação. Não me fez nenhum toque a doer para a "coisa" aguentar mais uns tempos mas, segundo ela, se quiséssemos, já estou com as condições ideais para a indução. Volto lá na próxima quarta-feira de manhã e logo vemos se é para ficar ou se esperamos mais uma semana - tudo depende do líquido e da fluxometria.

Entretanto, o repouso passa a ser moderado, mas sem abusos, para o líquido se manter nos níveis normais.

Confesso que ainda não tinha tido aquela vontade de ter o Pedro cá fora, no colo... mas depois de ter visto a carinha dele hoje e vê-lo a chuchar na língua... deu-me assim uma vontade doida de o conhecer ao vivo e a cores, de lhe sentir o cheiro e de lhe tocar... Até lá, vou aproveitando os últimos dias de barriguinha que isto passa a voar.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Consulta: 5 anos

Quase com um mês de atraso, hoje lá consegui levar o João à pediatra para a consulta dos 5 anos. É um despachado; assim que chegou despiu-se todo sem ninguém lhe dizer nada e deitou-se na marquesa para ser examinado. Portou-se lindamente e saí de lá muito orgulhosa do meu menino.

A tensão estava boa (10/6); pesa 20 kg (aumentou 2,5 kg num ano) e mede 112 cm (mais 8 cm do que no ano passado - e ainda eu me admiro que a roupa deixe toda de lhe servir num instante!). A dra diz que ele está óptimo!

Para a consulta decorrer em beleza... a Rita vomitou o almoço todo em cima dela e do pai... dentro do consultório. A ver vamos se foi uma indisposição passageira ou se é uma virose. A pediatra disse para a mantermos hidratada e ir dando bocadinhos de pão e bolachas secas para ver o que ela aguenta no estômago - e avisou-nos que tem tido muitos casos de viroses com vómitos e diarreias e é provável que lhe tenha chegado o bicho a ela... enfim... não nos faltava mais nada.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Ecografia: 36 semanas

Finalmente chegou o dia da eco para avaliar se o repouso estava ou não a ter o efeito pretendido. Fui o caminho todo com um nó no estômago e só queria ouvir boas notícias. E assim foi! O Pedro voltou ao P50 de peso (que está agora estimado em 2,842 kg) e o líquido também aumentou ligeiramente (P25).

As únicas coisas menos boas foram a fluxometria umbilical estar um pouco aumentada (P75) e... o raio do cordão estar à volta do pescoço do miúdo ("imagem sugestiva de circular cervical única")... A médica tranquilizou-nos e disse que não é nada de preocupante, apenas convém que a minha médica assistente tenha conhecimento porque pode influenciar a tomada de decisões no decorrer do trabalho de parto, caso se note alguma alteração no CTG.

O resto está tudo óptimo e até a placenta continua de grau I e sem calcificações.

Recomendou que mantenha o repouso, pelo menos mais uma semana, para "não estragar o que conseguimos até agora".

Entretanto, já tinha indicações da minha GO para parar hoje o magnésio porque "agora queremos é que as contrações venham". Na próxima quarta começamos a "peregrinação" semanal à maternidade até ao dia P - e falta tão pouco que parece mentira... estou tão in love com a barriguita que, se por um lado já estou a ficar curiosa para ver a carinha do Pedro, pelo outro já estou nostálgica porque passou tudo tão depressa...
...
Logo às 8h fui fazer análises ao hospital distrital e na segunda feira tenho consulta de imunohemoterapia - também já tenho os resultados das análises XPTO que a maluca da hematologista me mandou fazer e têm algumas alterações; tanto a GO como a médica de família disseram que não parecem ser significativas, mas não é a especialidade delas...

terça-feira, 7 de maio de 2013

Dela

- Rita, arruma a tua touca e o fato de banho na mala da piscina.
- 'tá beeeem... mas não é uma mala, é uma "chila" (mochila)!

Toma e embrulha...

domingo, 5 de maio de 2013

Feliz dia da mãe

















Na sexta-feira foi celebrado o dia da mãe no jardim de infância do João. Tive a brilhante ideia de levar a Rita e fui brindada com a maior birra da vida. Ela estava tão insuportável que tive que telefonar ao papá para lá ir ter e me ajudar com ela... enfim! Acabou por ser uma manhã bem passada e o João andou o dia todo super feliz!

Depois da festa, ainda fui à última consulta da gravidez no centro de saúde e está tudo ok. Estranha é a sensação de escrever "última consulta". Disse a médica que agora só me quer ver já com o Pedro nos braços - falta tão pouco!

terça-feira, 30 de abril de 2013

Consulta

Acabei de chegar da consulta com a GO e venho mais descansada. Apesar do repouso ser para continuar e de estar com 1 dedo de dilatação, pelas medidas do útero e palpação, o Pedro parece estar a crescer - e estar, inclusivamente, dentro dos padrões de crescimento dos manos; ter pouco líquido e bebés magros é uma característica minha e não deles... resta-me fazer o que está ao meu alcance para minorar este meu problema: repousar o mais possível.

De qualquer das formas, tenho a ecografia para repetir no dia 8 de Maio e, se ele tiver baixado o percentil, é para seguir direitinha para as urgências que a minha GO está de serviço nesse dia. Já me foi acalmando e mentalizando para a probabilidade de não esperarmos pelas 39 semanas para induzir o parto. Se ele não estiver a engordar o mais provável é que se faça a indução às 37 semanas (ou 36, depende da eco)... mas são tudo meras hipóteses. Temos que esperar pela ecografia. Mesmo assim, amanhã já completamos as 35 semanas, o que já nos permite ir respirando de alívio porque as possíveis complicações vão reduzindo drasticamente.

De resto, está tudo bem com as análises - ainda com anemia, mas melhor - e o electrocardigrama também está normal, tal como a tensão.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Festa de aniversário

Ontem, quase duas semanas depois, lá consegui fazer um lanche para a família, para celebrar o aniversário do João. Não foi o que tinha idealizado porque não pudemos receber todas as pessoas que queríamos mas, dadas as circunstâncias, já não foi mau...

Há alguns meses que tinha alugado um insuflável e foi o delírio total. Mesmo sendo poucos miúdos a alegria - e o barulho - foi de mil!

Eles adormeceram exaustos e felizes e eu de coração cheio - e exausta também...


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Outro planeta

João a ver o Masterchef comigo:
“Mãe, para aqueles senhores provarem os teus bolos tinhas que ir para o planeta televisão“.
:)

quarta-feira, 24 de abril de 2013

34 semanas

Mais uma semana que passou e já temos, finalmente, o berço montado. Ainda falta lavar a alcofa, a espreguiçadeira, os parques/ginásios e alguns brinquedos.

Eu tenho estado relativamente bem. Só na segunda-feira à noite é que apanhei o belo do cagaço e estive vai não vai para ir às urgências, com contrações fortes e dolorosas, que não passavam nem por nada. Foram duas horas de aflição, mas depois acabaram por acalmar. Na próxima terça tenho consulta com a GO e estou desejosa para saber em que estado tenho o colo do útero...

Confesso que tive três encomendas no fim-de-semana passado e que acabei por não fazer o devido repouso, mas também não me "estiquei" assim tanto. Felizmente o pai da casa já sabe trabalhar muito bem a pasta de açúcar e tem-me ajudado bastante. No próximo domingo ainda me vou aventurar a fazer um pequeno lanche para celebrar o aniversário do João - que passa a vida a perguntar quando vai ser a festa - e também não vou ter muito sossego. Vou tentar descansar o máximo possível e tentar estar a maior parte do tempo sentada para não fazer muito estrago.

Passeio

Hoje foi o dia do passeio anual do jardim de infância do João. Foram ao Oceanário e ao Pavilhão do Conhecimento. Ele acordou entusiasmado e hoje não tivemos birras para ir à escolinha - estava era com pressa! Chegou a casa todo contente, claro, e cansado!

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Da Rita

Há que tempos que não falo na nossa piolha. Apesar de continuar mestre na arte da birra, está mais calma e mais menina. Continua a chorar e a fazer um teatro digno de se ver quando é contrariada, mas já aceita melhor as explicações que lhe damos. Tem-me feito muita companhia no repouso e quer estar sempre ao pé de mim. A linguagem também começou a "desemburrar" e fala pelos cotovelos - embora por vezes, principalmente se estiver fora do contexto, tenha alguma dificuldade em perceber bem o que ela diz. Anda apaixonada pela Minie e por cor de rosa - pirooooosa! :)

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Consulta

Mais uma consulta no Centro de Saúde. Tensão normal, peso óptimo - por esta altura a enfermeira já estava à espera de um aumento maior por causa da retenção de líquidos, mas acho que ainda não cheguei lá. O repouso absoluto é para manter e, como continuo com contrações, mesmo a tomar 3 ampolas de magnésio por dia, a médica mandou-me registar num caderno o número de contrações que tenho por dia. Se forem mais de 10, disse-me para ligar à minha GO para ir ao hospital fazer um CTG. Tenho nova consulta daqui a duas semanas.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

33 semanas

Faz hoje uma semana que estou de repouso absoluto e não posso dizer que esteja a ser fácil... Tenho tido neuras de meia-noite, ando muito chorona e, embora não esteja a cumprir a 100% porque tenho tido algumas (muitas) encomendas, estou a portar-me muito bem. A verdade é que a diferença no tamanho da barriga é notória e espero que seja sinal de que o líquido está a aumentar e/ou o Pedro a crescer bem.

Das maleitas, tenho tido muita azia e dores de costas e, convenhamos, estar sempre deitada não ajuda em nada... e tenho tido insónias. Vale-me que sempre vou passando pelas brasas durante o dia.
...
Entretanto, na sexta feira passada já fiz as análises do terceiro trimestre e no sábado o electrocardiograma. Esta sexta tenho consulta no centro de saúde.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Rescaldo

O dia foi do João. Foi de manhã muito bem disposto para o infantário e à hora do lanche fomos lá cantar-lhe os parabéns. Estava feliz da vida! No Domingo à noite tinha-lhe feito o bolo que ele pediu - de chocolate com chocolate, dos Gormitis - e agradou a miúdos e graúdos. Para oferecer de lembrança aos amigos, fiz umas bolachas americanas XL, coloquei dentro de saquetas de cds e colei uma etiqueta com uma foto do João. Tinha visto a ideia no Pinterest e ficou mesmo fixe! :)

Depois do lanche na escolinha fomos ao shopping para podermos jantar no McDonalds, tal como ele tinha pedido. Para lhe cantarmos os parabéns à noite, tinha posto o pai a trabalhar na modelagem dos bonecos dos Nutriventures e praticamente só tive que fazer o bolo e os acabamentos.

Brincou até à exaustão, tivemos direito a algumas birras, mas acabou por ser um dia muito bem passado. Adormeceu no carro a caminho de casa e hoje teve direito a gazeta e não foi ao jardim-de-infância; tem andado todo contente a explorar os presentes que recebeu. Nós acabámos por não lhe dar nada porque o nosso presente será uma ida ao Zoo ou à Kidzania - que possivelmente só acontecerá depois do Pedro nascer.