quarta-feira, 30 de junho de 2010

O desfralde

Tendo em conta que o João nas últimas semanas tem tomado várias vezes a iniciativa de ir fazer os seus xixis ao penico ou à sanita, que já se mostra bastante incomodado com a fralda suja e que já chegámos a tirar-he diversas fraldas de 2 ou 3 horas sequinhas, na segunda-feira decidimos não adiar mais e dar inicio ao desfralde. Com calma e mantendo a fralda posta durante a sesta e durante a noite. Já tivemos alguns descuidos, mas em número inferior às vezes que tem feito no sítio certo. Quer-me parecer que vai ser um processo demorado, mas não vamos voltar atrás. O saco muda-fraldas tem agora cuecas e uma muda de roupa para eventuais acidentes fora de casa. O nosso menino está a crescer e anda todo contente por ter cuecas (boxers) como os do papá... :o)

domingo, 27 de junho de 2010

36 semanas

(foto retirada)
36 semanas na barriga da mamã...
Hoje estive mais tranquila e bem-disposta para contrabalançar a mega-neura que tive ontem. Como continuo de repouso, vou fazendo umas sestas durante o dia para compensar as noites mal dormidas. Os pés começaram a inchar e ao fim do dia já fico com tornozelos de elefante... Têm-me valido as massagens do papá e os miminhos do João :o)
...
Na sexta-feira foi dia de ir ao Centro de Saúde fazer o controlo do peso e da tensão e estava tudo normal. Fiquei de lá voltar dia 9 se a Rita não nascer entretanto.
...
Hoje o João e o papá foram participar numa volta de bicicleta numa terreola aqui perto. O Joni fez um tremendo sucesso e até foi fotografado para o jornal da região :o) Ao fim de algum tempo acabou por adormecer, embalado pelos tremeliques :o) Claro que não completaram a volta e o papá rumou a casa com o "belo adormecido". Ficou tão moído que, depois de almoçar, dormiu uma sesta de 4h!
...
Mas a novidade do dia foi mesmo o nascimento de 8 cachorros, filhotes da nossa Labrador com um rafeiro arraçado de huskie que adoptámos há cerca de dois meses e que, pelos vistos, fez logo "estrago", lol! Por isso já sabem, se conhecerem alguém que queira cachorros, daqui a 8 ou 9 semanas teremos que os dar.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

As insónias...

... tardaram, mas chegaram.

Na gravidez do João deram um ar da sua graça bem mais cedo. Desta vez, tendo diversos factores a conjugarem-se, lá acabaram por aparecer e há 3 noites que não durmo nada de jeito. E já me conformei, porque parecem mesmo ter chegado para ficar... A ansiedade e a preocupação, a azia, o calor, a dificuldade em arranjar posição para dormir por causa da barriganas, a Rita que está cada vez mais activa durante a noite e reclama com alguma violência se a minha posição não lhe agrada, os 2,5 litros de água que bebo durante o dia e noite que me conduzem à casa-de-banho vezes sem conta... and so on, and so on... Começou, assim, o estágio para os meses que se seguem em que dormir será uma bênção!

Palavras giras

O João fala pelos cotovelos. Fala tanto que é impossível registar tudo, mas ficam aqui as coisas mais giras que ele diz, para não me esquecer.

Xuxuco - Farrusco
Paafuso - parafuso
Buquim/Buquinho - berbequim
Carromião - camião
Abadice - javardice
Bião - avião
Papate - chocolate
Bibo - livro
Bita/Pita - Rita
Pagiu - fugiu
Cacaco - macaco

Aprendeu a dizer "xiça pah!" e está contantemente a dizer... principalmente quando está a tentar fazer alguma coisa que não consegue.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Prendinhas para a Rita

Na terça-feira a Ritinha recebeu mais umas prendinhas lindas e... cor-de-rosa :o)

Da minha mãe:



Da Adelaide:

Conversa da...

... merda.

Cá em casa ainda não iniciámos o desfralde à séria, mas já são muitas as vezes em que o João faz xixi no penico ou na sanita - com o redutor. Agora a nova moda é ele ir buscar um banquinho que tem, tipo degrau, que usamos para ele chegar ao lavatório para lavar os dentes, levá-lo para ao pé da sanita e fazer xixi em pé, à homem :o)

Cocó nunca tinha feito sem ser na fralda... até agora! O primeiro presente sólido do nosso bebé no penico! Ficámos em êxtase, lol, mas o João delirou ainda mais do que nós com o seu feito! Boa filho!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Nem sei...

... por onde começar e já nem sei o que pensar...

Repetimos a ecografia e os valores do líquido continuam abaixo do percentil 5, tendo diminuído em relação à ecografia das 32 semanas. Isto seria normal e esperado se falarmos em valores normais mas, no meu caso, era esperado que tivesse aumentado. Apesar de tudo, a médica refere no relatório que o líquido está diminuído mas "ainda sem critérios de oligoâmnios" que é como quem diz que é preocupante, mas ainda dá para aguentar mais umas semanas... Na opinião dela a Rita deveria nascer entre as 37 e as 38 semanas. Como aumentou bem de peso (está com 2,555 kg) por esta altura já teria os 3 kg e os pulmões aptos à vida exterior. Se nascer o mais tardar na 38ª semana diminuímos o risco de complicações tanto "in utero" como no parto. Usando palavras dela: "eu nunca deixaria esta gravidez chegar às 40 semanas". Eu disse-lhe que já tenho indicações da minha médica asssitente para que o parto seja induzido às 38 semanas + 6 dias. A minha médica está de férias esta semana e a próxima mas já tínhamos combinado que iria ter com ela à maternidade no dia 6/7 (às 37 semanas+2 dias). Neste dia levo o relatório da eco e logo veremos o que será mais indicado na altura...

No final da consulta ainda nos revelou mais uma novidade inesperada... Depois de ter feito uma ecografia doppler às artérias umbilicais, detectou que o rim direito apresenta "imagem sugestiva de duplicação da artéria renal"... Segundo ela, não é preocupante ("sem significado clínico nesta fase da gestação") e não tem nada a ver com o líquido. Implica apenas que depois da Rita nascer tenha que fazer uma eco renal para verificar a situação...

Eu fiquei triste e preocupada, como é evidente... Apesar de tudo o resto estar muito bem, é inevitável ter a cabeça cheia de dúvidas, preocupações e macaquinhos... :o(

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Surreal

Hoje antes do almoço o João teve uma crise aguda de síndrome birrento com laivos de pré-adolescência. Só que, ao invés de se fechar no quarto como é habitual, fechou-se na casa-de-banho (a única divisão da casa no r/c que ainda tinha a chave na porta). Ouvi a porta a bater, a ser trancada e logo depois ouvi a chave a cair. Ele assustou-se com as tentativas frustradas para tentar abrir a porta e largou num choro de meter dó enquanto chamava por mim... Eu fiquei tipo barata tonta... o papá tinha saído e estavamos os dois sozinhos em casa. Arrombar a porta - que foi a minha primeira ideia - só seria possível se ele se enfiasse dentro da banheira, de outra forma levaria com ela em cima. Entretanto, lembrei-me que tinha a janela semi-aberta - em oscilo-batente, que não adiantava de muito, mas pelo menos podia tentar acalmá-lo. Quando ia a sair disparada para a rua, vislumbro o papá ao longe! Expliquei-lhe o sucedido e lá tentámos por todas as formas fazer com que ele enfiasse a chave na fechadura - coisa que ele sabe muito bem como se faz mas, assustado como estava, era escusado... Pelo menos estávamos a vê-lo e ele a nós - o que acabou por acalmá-lo milagrosamente. Enquanto o George pensava numa solução, eu convenci o João a pegar na chave e entrar para a banheira - a janela fica mesmo por cima. Ele conseguiu... tentei que me fizesse chegar a chave mas era impossível... a janela só estava aberta uma nesga em cima e ele não tem altura para lá chegar. A este momento já o pai se preparava para arrombar a porta, uma vez que o João estava seguro dentro da banheira. Mas deciciu fazer outra tentiva para alcançar a chave, uma vez que o João percebe muito bem as coisas que lhe pedimos e melhor ainda se nos vir a fazer. Arranjou um arame e mostrou-lhe como pendurar a cabeça da chave na ponta do mesmo... SUCESSO!!! O Joni colaborou como um menino crescido, o papá recuperou a chave e a mamã, assim que se apanhou com a dita cuja na mão, largou a correr para resgatar o seu bebé... Chorei e ri e chorei... Sei que não lhe ia acontecer nada de mal e nestas voltas todas passaram apenas 10 minutos... mas vê-lo e ouvi-lo aflito deu-me cabo da alma!... Acabou-se a privacidade nesta casa... Bye bye chaves nas portas, até qualquer dia!
Nota: Eu sabia, porque sabia, que era fudamental ter janelas nas casas-de-banho todas :o)

domingo, 20 de junho de 2010

35 semanas

(foto retirada)

sábado, 19 de junho de 2010

Suas invejosas :o)

O vestido que tenho na foto foi comprado na feira há 2 anos. Custou 5 "aérios" e tenho outro igual em laranja e branco. Na altura, comprei-os porque estava a amamentar o João em pleno Verão e achei-os muito práticos para pôr as ditas cujas de fora, lol! Desta vez servem para tapar a barriga e servirão, posteriormente, para expôr as "meninas" para a menina Rita mamar :o) Vá lá... não sou assim tão "fashion" - nem nada que se pareça!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Mais uma...

... visita às urgências da maternidade. Desta vez por causa de uma brutal dor de cabeça que se instalou a meio da manhã. Nem consegui almoçar e o pequeno lanche que fiz ao início da tarde acabou por vir todo fora. O George ligou para a nossa cunhada que perante o cenário: 34 semanas, mãos inchadas, dores de cabeça fortes, náuseas, tonturas e vómitos me mandou ir logo para a maternidade. Apesar de todo o meu mal-estar, a Rita estava como se nada fosse, a exercitar-se na sua pequena piscina privada.

Lá fomos... tensão normal, colo do útero mole - achei piada quando o médico me disse que estava a sentir a cabeça dela :o) - líquido nos trinques, coração a bater com força e Ritinha muito mexida e cheia de vitalidade. Pelo sim, pelo não, o médico ainda me mandou fazer um CTG e lá estive meia hora a ouvir o coração da nossa menina. Tudo normal, ala para casa fazer repouso... Só agora as dores deram tréguas, mas as náuseas ainda cá andam - e nem falo na azia... Felizmente, parece que não passou de uma valente enxaqueca ou indisposição.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

8 meses

(foto retirada)
(34 semanas+4 dias)
Cheguei ao estado barril. Finalmente vejo a barriga a parecer-se mais com o tempo que tem - 8 meses! Fomos à consulta e tudo parece bem encaminhado. A barriga cresceu bastante desde Sábado e, pelas medidas e avaliação exterior, os níveis de líquido aparentam estar satisfatórios. A juntar a isso acresce a vitalidade da miúda que se mexe que nem uma maluca todo o santo dia - felizmente! A tensão está boa e o peso foi uma surpresa: mais 1,5 kg desde a última consulta; 8 kg desde o início. Menos mal! O colo está mole, mas fechado. Tudo bem encaminhado, portanto.
...
Falámos sobre o parto: a minha médica está de serviço um Sábado por mês e em Julho estará no dia 17, véspera de eu completar as 39 semanas. Assim sendo, em vez de dia 20 apontámos a indução para dia 17, isto se a Rita não se adiantar e se não tivermos mais contratempos. Como ao Sábado está sempre pouca gente, assim o papá poderá estar comigo o tempo todo. De qualquer das formas, dia 6 de Julho - 37 semanas - começo as visitas semanais à maternidade.
...
Quarta-feira vou fazer nova ecografia e a partir daí logo se vê...

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Do João

(foto retirada)
O João anda nas sete quintas. Estava com medo que se ressentisse por eu não ter tanta disponibilidade (e paciência) para ele, porque não posso brincar, sentar-me no chão, nem pegar-lhe ao colo como fazia, mas não. O miúdo parece que percebe que não posso... e pede ao pai... De vez em quando pede-me colo e logo se lembra e diz que a "mamã não pode tem dói dói baíga" e vai pedir ao papá. Hoje de manhã ficámos os dois sozinhos meia hora e ele pediu-me para ir "pa baixo, mamã xenta xofá, dói dói baíga". Até me vêm as lágrimas aos olhos... Dou-lhe muitos abraços e beijinhos e quando estou sentada deixo-o vir para o meu colo. Às vezes enrosca-se todo encostado a mim e dá-me festinhas na barriga. Com esta fase menos boa para mim, ligou-se mais ao pai e anda com uma paizite aguda que só vendo. E eu adoro ver crescer de dia para dia esta cumplicidade entre eles.

sábado, 12 de junho de 2010

O alívio...

Logo pela manhã fomos à maternidade. A médica achou-me um pouco inchada (que é como quem diz que a minha cara de bolacha estava ainda mais inchada e redonda do que o habitual - vulgo cara de grávida com direito a lábios carnudos e tudo), mas a tensão estava normal. Fomos depois ver a miúda e... a primeira coisa que vimos foram os seus pequenos pulmões em pleno funcionamento, a treinarem muito bem para a vida no exterior! Depois o líquido: não está nos níveis normais, mas também não está em níveis preocupantes. Para finalizar em beleza, a fluxometria do cordão umbilical: dentro dos valores normais. A médica pensa que os valores de 3ª feira possam ter sido derivados de algumas contrações que estivesse a ter na altura - que têm sido relativamente frequentes.

Deixei lá ficar 3 toneladas e meia de preocupações e angústias... Tive autorização para ir à praia e tudo, lol! Mas é só porque fica a 5 minutos de casa :o) As indicações são as mesmas: desacelerar o ritmo, fazer muito repouso, beber água com fartura e estar atenta aos movimentos da cachopa. Dia 23 faremos nova ecografia para reavaliar a situação.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

33 semanas

(... e 4 dias - foi tirada ontem)
(foto retirada)
Na semana passada a barriga estava mini-mini... parecia que estava grávida de 4 meses... esta semana noto que cresceu novamente mas, ainda assim, parece-me bem mais pequena do que devia para esta altura...
...
Daqui a uma semana completamos os 8 meses. Tenho feito bastante repouso, tenho bebido muita água e tenho posto o sono em dia. Tenho feito o que a ginecologista me tinha dito... levanto-me, tomo banho, tomo o pequeno almoço com os meus gajos e depois volto para a cama ou para o sofá. Por volta do meio-dia levanto-me novamente - com 1500 idas à casa-de-banho pelo meio - e tratamos do almoço. Almoço à mesa e regresso para o sofá - leio, durmo, ontem até X-Box estive e jogar, lol. Ao fim da tarde ando um bocadinho - muito pouco - e aproveito para apanhar ar. Faço algumas tarefas leves como dobrar roupa. Nada de lavar loiça, nem aspirar nem passar a ferro... nadica de nada, que o mariduxo não deixa. Nuns dias é ele que faz o almoço e o jantar nos outros tem sido a minha sogra.
(foto retirada)

O João tem passado os dias com o pai ou com a avó. O George não o deixa ficar sozinho comigo... Temos tido a sorte de conseguir conciliar tudo muito bem e, como ele está com pouco trabalho (sem obras a decorrer), pode levá-lo para quase todo o lado quando tem que sair para trabalhar. Na terça-feira foi comprar uma cadeirinha para a bicicleta e o capacete e agora é ver o sr. João todo satisfeito a passear e a fazer recados por aí com o pai :o)
...
Cá nos vamos orientando... a DPP passou a ser uma incógnita... no Sábado vou fazer outra ecografia à maternidade, na quinta-feira tenho consulta com a ginecologista e no dia 23/6 temos outra eco de controlo, desta vez no CEE. A ver vamos... Estou um bocadinho angustiada e ansiosa com tudo isto e, sinceramente, estou desejosa por ter a miúda cá fora para ver se está mesmo tudo bem...

terça-feira, 8 de junho de 2010

Da ida à maternidade

A médica fez-me a ecografia e, pelas medidas, o líquido aumentou ligeiramente. Ela tranquilizou-me e diz que deve ser mesmo uma característica minha, tendo em conta que já na gravidez do João isto tinha acontecido, embora nunca tenha atingido valores tão baixos. O repouso é para continuar, mas tenho autorização para me levantar e andar um pouco de vez em quando (posso ir com o João até ao parque, posso fazer o almoço... por exemplo). A lógica é: interromper o repouso de vez em quando para não stressar e não me enervar tanto; e não: interromper o trabalho para repousar de vez em quando. Continuar a beber umas boas litradas de água por dia. Proibidos estão os esforços e os abusos...

Por descargo de consciência esteve também a ver os valores da fluxometria (fluxo sanguíneo no cordão umbilical) - que na eco das 32 semanas estava normal - e os valores estão agora um bocadinho acima do que era suposto para esta fase... Comigo é assim, se não é do cú... é das calças... Diz que não ficou preocupada, mas sim intrigada - parece que isto é normal acontecer mais para a frente, quando já se está com contrações fortes que indiciam trabalho de parto, que não é o caso - e pediu-me para voltar à maternidade no Sábado para repetir tudo.

domingo, 6 de junho de 2010

Hoje

(foto retirada)

Desde quarta-feira, este foi o dia que passou mais depressa. Foi o dia sem lágrimas, sem queixumes e quase sem me lembrar das dores de costas e de rabiosque. Hoje chorei a rir. Hoje tivemos a visita dos nossos queridos amigos e o João dos amigos dele :o) Foi a loucura! Pela primeira vez em 25 meses de vida, este miúdo não dormiu a sesta e acabou o dia assim. Comeu a sopa e aterrou a dormir em cima do balcão da cozinha... Já está na caminha desde as 19h30 e aposto que só acorda amanhã lá para as 7h30. Venham mais dias assim, é o que nós desejamos!

(Nunca tinha almoçado à cabeceira da mesa, deitada numa espreguiçadeira :o))

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Consulta no Centro de Saúde

Chegámos há pouco do Centro de Saúde. Começo pelas boas notícias: não tenho diabetes gestacionais! Menos mal... continuo com anemia e além dos 3 comprimidos de Folicil vou começar a tomar umas ampolas 2 vezes por dia. O bloqueio que acusa no electrocardiograma é normal durante a gravidez; é para repetir o exame 6 meses depois da Rita nascer para ver se normalizou. Quando ao líquido... confirmou o que está na ecografia e começou a mentalizar-me para a forte probabilidade de ter que ser feita cesariana antes do tempo, se não houver aumento do mesmo. Entretanto confirmou o "castigo" e mandou-me fazer repouso absoluto, só tenho autorização para ir à casa de banho e às consultas... Frisou também a importância de fazer uma boa alimentação para a Ritinha ir aumentando de peso para o caso de ter que nascer antes do previsto.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Ansiosa

Confesso que fiquei ansiosa e assustada com o (muito) baixo nível do líquido amniótico. Acabei por telefonar à minha ginecologista ontem ao final da tarde para lhe expôr a situação e ela disse-me para ir ter com ela à maternidade na terça-feira para falar comigo e fazer uma ecografia. É para levar também as análises que ficaram prontas ontem, mas que ainda não fui buscar, e o electrocardiograma - que também apresenta uma alteração qualquer (sobrecarga no ventrículo esquerdo) que não faço ideia o que seja. Até lá... muito repouso e muita água.

Amanhã é dia de consulta no Centro de Saúde.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Já cá faltava...

Estava tudo a correr tão bem... e agora vou mesmo ter que ficar confinada a um repouso absoluto - absoluto mesmo - até ao final da gravidez. Com a Rita está tudo óptimo, está cefálica e bem encaixadinha; continua com a cara enfiada na placenta - anterior alta grau I - e tinha o cordão a passar-lhe entre as pernocas. O peso estimado está nos 1842 gr. As más notícias são com o líquido amniótico... Se por esta altura o do João estava no limite do admissível - P 25 -, o que me obrigou também ao repouso, o da Rita está ainda mais baixo... sai mesmo da curva, abaixo do percentil 5... A médica lá me explicou, com muita calma, mas não escondendo a preocupação, a importância de fazer o repouso a sério... diz que de nada me serve beber 3 ou 4 litros de água se não repousar, para permitir que o organismo dirija a água para onde ela é necessária.

Confesso que saí do consultório de lágrimas nos olhos e ainda estou assim, desanimada e triste. Daqui a 3 semanas volto lá para reavaliar os níveis do líquido e depois logo se vê. Fiquei a saber que a probabilidade de sofrimento fetal e consequente necessidade de cesariana aumenta com os baixos níveis de líquido amniótico... Não estão bem a ver... eu tenho PAVOR da cesariana, mas PAVOR mesmo! E ainda por cima a miúda está tão encaixadinha... prontinha para um parto vaginal... Enfim... Agora é respirar fundo e fazer o que está apenas nas minhas mãos: beber cerca de 3 litros de água por dia e repousar, repousar e repousar. E pensar que já falta poucoxinho para ter a minha menina nos braços...

terça-feira, 1 de junho de 2010

O nosso dia da criança

(Foto retirada)
O nosso dia foi uma festa! Muito mimo, algum passeio e comidinha especial para o João (batatas fritas - viva a Actifry - e peitos de frango com molho de iogurte, que ele adora). E já que o sol insiste em não dar um ar da sua graça para estes lados e ainda temos que levar com a bela da nortada em cima, fomos passar o final da tarde na piscina do avô Joaquim, que é coberta e tem a água quentinha como nós gostamos.

Novidades

Temos andado numa lufa-lufa. Ontem foi dia de fazer as análises do terceiro trimestre e amanhã será a ecografia. O teste da glicose (das 3h) foi pura tortura... Beber 100 g daquela nhanha em jejum, gramar 3h30 e ser picada 4 vezes no mesmo braço... 3 das quais na mesma veia é dose! Agora é esperar pelos resultados que devem estar prontos na sexta-feira.

Recebemos esta manhã o kit da BebeVida. Optámos por fazer a criopreservação onde fizemos a do João e eles ofereceram o kit, bem bom!

As malas estão quase prontas e agora é esperar pacientemente que a gaijinha nasça. Só para chatear a Sandra, erraste nos dias, lol! E como é que sei... bom, se a Rita não se antecipar, o parto será induzido às 39 semanas e 2 dias, o que corresponde ao dia 20 de Julho.
...
Adenda 1: Temos conhecimento de que já existe um banco nacional para criopreservação das células do cordão umbilical, o Lusocord, que não existia quando o João nasceu. Avaliámos os prós e os contras e com base nas informações disponíveis apostámos novamente no privado e em fazer este investimento.

Adenda 2: O parto será induzido por um motivo muito simples: porque eu quero. Tendo em conta algumas coisas que aconteceram durante o parto do João, faço questão de ter a minha médica a assistir o parto da Rita. Se ela nascer antes é porque assim tem que ser, se não, prefiro a indução.