sexta-feira, 29 de novembro de 2013

6 meses

Meio ano de Pedro!

Ele está um espevitado; a sua última descoberta foram os pés e o gato. Detesta estar de barriga para baixo. Continua a querer só maminha, mas hoje já experimentou a sopa - um fiasco! As noites continuam entre o péssimo e o muito más... acorda sempre 2 ou 3 vezes, no mínimo. Continua a chorar desalmadamente nas viagens de carro...

Ontem foi à consulta dos 6 meses na pediatra e está óptimo - elegante, mas bem! Pesa 6,350 kg, mede 65 cm e tem um PC de 43 cm. Já temos indicação para começar a sopa e a fruta - já disse que detesto esta fase da introdução dos sólidos...?

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Dupla nacionalidade

Chegaram hoje os documentos de cidadania canadiana do João e da Rita. Já são cidadãos luso-canadianos, tal como o pai. Entretanto, começamos a tratar dos papéis do Pedro também.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Uma animação

Esta semana tem sido uma festa para o João e para a Rita. Na segunda feira acordaram todos ranhosos e cheios de tosse e achei por bem deixá-los ficar em casa. Ficaram felizes da vida, claro.

Ontem o JI deles organizou uma Feira do Outono e um magusto para as crianças e famílias. Foi muito giro! Foram doados por empresas e particulares produtos hortícolas, fruta, compotas, bolachas, eles fizeram broas e foi tudo vendido a preços muito simpáticos. Ao mesmo tempo, assavam-se castanhas e assim se passou um bom bocado. Gosto muito destas iniciativas. Sei que dá muito trabalho organizar estes eventos, mas os miúdos ficam tão felizes por terem lá as famílias...!

Hoje é o Dia do Pijama e lá foram eles todos contentes - e giros - para a escolinha.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Nova moda...

Pois que o sr. Pedro começou a achar que era uma boa ideia morder-me as mamocas quando não lhe apetece mamar mais. A sério. Quando uma gaja pensa que já estabilizou a coisa, já não tem gretas nem bolhas, nem todas as coisas maravilhosas que doem que se fartam... tumbas! Toma lá umas dentadinhas de amor...

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cistografia renal

Esta manhã o Pedro foi ao hospital fazer a cistografia renal, para ver se tem ou não refluxo urinário da bexiga para os rins.

Com a médica de serviço a dois departamentos e sem a auxiliar, tive que ser eu a segurar o Pedro e a pô-lo em todas as posições necessárias para a introdução da algália e para a realização do exame. No final do exame a médica evaporou-se sem me dizer se viu ou não algum refluxo, mas a enfermeira disse-me que lhe pareceu que sim (apesar de lhe ter parecido pouco significativo). Vamos, assim, ter que aguardar pela consulta de dia 2/12 com a pediatra do hospital para sabermos mais pormenores.

O Pedro chorou que se desunhou quando lhe enfiaram o tubo na pilinha e quando lhe encheram a bexiga com o contraste... Agora está a dormir... Eu aguentei-me bem o tempo todo e só quando saí do hospital é que e permiti a deixar sair algumas lágrimas... Isto de ser mãe tem muito que se lhe diga.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

João, o curioso

- Mãe, porque é que as pilinhas crescem quando nós mexemos muito?

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Questões de peso

Hoje o João levou as vacinas dos 5/6 anos. Entrou o pai com ele enquanto eu fui para a minha consulta com a médica de família. Portou-se que nem um menino crescido e não chorou.
...
Eu tenho uma catrefada de análises e exames para fazer e pôr em dia. Análises de rotina; ecografia para controlar os nódulos da tiróide - que me parecem maiores e me estão a incomodar mais do que o habitual; endoscopia por causa dos meus problemas de estômago.

E agora a parte em que me armo em mete nojo. Afinal não é um mito que se emagrece - e muito - a amamentar. A balança cá de casa tem mostrado o meu peso a baixar de semana para semana. A roupa deixou de me servir. Toda. As calças caem-me, as camisolas ficam-me a nadar; a roupa interior não me serve, os pijamas idem. A única coisa que cresceu foram as mamocas. O meu peso quando me casei e antes de engravidar do João andava pelos 60/61 kg. Depois do João nascer a média passou para os 65/66 kg. Depois da Rita nascer cheguei aos 79,5 kg; comecei a fazer dieta - vulgo, fecha a boca - e voltei aos 65 kg. Com a gravidez do Pedro não me descuidei e facilmente voltei ao peso normal. E depois foi ver os kg a voar de semana para semana. O Pedro não me larga as mamas. Não tem horários para mamar, mama o que quer e quando quer. E parece que é isso que ajuda. Também, confesso, não tenho tido muito apetite. Sou muito gulosa por chocolates, mas não sou grande "comedora" às refeições principais. Como que nem um elefante ao pequeno almoço - a minha refeição preferida - e vou reduzindo a quantidade do que como ao longo do dia. E hoje, quando subi para a balança do consultório, lá estava o ponteiro... nos 59,5 kg.

Já tinha andado a matutar se esta perda de peso seria normal; a médica diz que sim, mas nada como fazer as análises para confirmar.

E é isto... resta-me esperar que esteja tudo bem e, entretanto, renovar o guarda roupa todo...

... e já estive mais longe de ir ver se me consigo enfiar no meu vestido de noiva :)

domingo, 3 de novembro de 2013

Pão por Deus

Apesar de já não ser feriado, o JI do João e da Rita manteve a tradição e foram pedir o Pão por Deus no dia 1/11. Eles ficaram felizes da vida - e eu também, por não se perder este costume - e traziam os sacos, que fizeram no jardim de infância, cheios e broas e outras goluseimas.