sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A minha semana em imagens

Inspira. Expira. 

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Hein?!

Conversa com o João, quando este estava de piloca ao léu, pronto para lavar o rabiosque:

- Mamã, o que é este saquinho que eu tenho aqui debaixo da pilinha?
(pensei, mas não disse: WTF???)
- Oh filho, são os testículos. Também lhes podemos chamar "tintins".
- Ah... e o que são estas duas bolinhas dentro dos meus tintins?
- Uhmmmm... as bolinhas são os testículos que estão dentro desse saquinho.

E toca a desconversar rapidamente! Se calhar é melhor começar a ler uns livritos de anatomia para lhe explicar tudo bem explicadinho :)

20h45

- Estou tão cansado... só me apetece ir dormir.

E foi. Fez chichi, lavou os dentes e foi para a cama.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ontem e hoje a minha mini-aspirante-a-terrorista, todo o tempo que não esteve a dormir, andou atrás de mim a choramingar, a agarrar-se às minhas pernas a pedir colo e a rebolar pelo chão com crises de fúria - quem explica à "piquena" que não posso andar sempre com ela ao colo? Nos "entretantos", conseguiu quase levar com a tábua de engomar em cima, pendurou-se numa cadeira que também quase lhe caiu em cima e pendurou-se na porta do forno que se abriu, o que fez com que ela se estatelasse no chão... - MEDO! Isto para não dizer que no fim-de-semana a encontrei em cima da cómoda... (que estava encostada a um sofá). Inspira... Expira...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Teleférico

Depois muitas indecisões - ou não fosse eu balança - decidi que iríamos passar o dia do meu aniversário ao Parque das Nações para irmos andar no teleférico. Saímos a tempo de almoçar no Entra e depois lá fomos. Adorámos, claro! O dia estava quente, a contrastar com o frio e nublado que deixámos para trás. O João - apesar das 1500 birras - e a Rita estavam todos contentes e entusiasmados com o passeio.


Ainda demos um salto ao Dolce Vita para pôr o carrinho da Rita na "revisão" e depois rumámos a casa.
De volta ao lar doce lar, foi hora de jantar com a família e cantar os parabéns - o João passou o dia todo a perguntar quando íamos cantar os parabéns à mamã :)
O único senão foi a gaita da sinusite que me acompanha há quase 2 semanas e que ao final do dia de ontem fez bastantes estragos...

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

32

Parabéns a mim! :)


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Do infantário

Na segunda-feira o João não foi à escolinha porque ainda estava com diarreia, mas na terça voltámos à rotina. Pensei que íamos ter sangue, suor e lágrimas, mas não. Tem ido sempre muito bem e sem birras. Quando o vou buscar, depois do lanche, encontro-o a brincar mas, assim que me vê, vem logo a correr dar-me um abraço e depois vai a correr buscar o casaco e a mochila, para depois correr até ao portão de saída :)

Já deu para perceber que gosta muito da educadora, mas tem uma simpatia especial pela auxiliar - que é sempre muito prestável e meiga com ele. Também já identifica e sabe os nomes de alguns colegas da sala dele. Tem comido sempre bem e, na hora da sesta, deita-se sozinho e adormece - já fez foi dois chichis durante a sesta, mas não fizemos nenhum drama.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Do Dartacão

Estava o João a brincar com um cavalo de baloiço, quando veio buscar duas luvas de cozinha, enquanto dizia que era um moscãoteiro. Voltou a montar o cavalo e disse-lhe eu:
- És o Dartacão?
- Não, mãe, sou um moscãoteiro.
- Ah! É o Dógus?
- Nããão mãe, sou um moscãteiro.
- Ok ok, és o Arãomis?
- Não mãe... (chata, deve ele ter pensado)
(alguns segundos de silêncio)
- Sabes mãe, acho que eu sou o Bigode Preto! (com muito entusiasmo)
- Mas o Bigode Preto é mau! (respondo eu, em pânico)

Se calhar andamos a ver muitos dvd's do Dartacão, os meus desenho animados preferidos de sempre e os favoritos do João atualmente.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Rita, a terrorista

Diz a Sandra que os meus filhos são arraçados de Homem-Aranha e eu confirmo. Mas a Rita é também arraçada de Bin Laden. O João disfarçou muito bem o seu mau feitio até aos 2 anos, mas a Rita nem se deu ao trabalho de esperar tanto. Ela é um pequeno furacão. É desobediente, descarada e aventureira. Ela sobe escadas, camas e sofás; Se vir água enfia-se ou enfia algum membro lá dentro em menos de 1 segundo - baldes, poças, piscinas, bidés, sanitas, vale tudo; ontem descobriu o aquário dos peixes e é vê-la a (tentar) fazer elevações de braços para lá chegar; tive a triste ideia de lhe pegar ao colo para os ver mais de perto e enfiou logo a mão lá dentro; Quando a chamamos para vir na nossa direção, ela põe-se a correr a toda a velocidade na direção oposta enquanto se ri às gargalhadas. Ela abre todos os armários onde chega e tira tudo lá de dentro em menos de 2 segundos; Ela continua a comer a ração dos cães e dá-se ao luxo de amolecer as bolinhas na água antes de as enfiar na boca; Também continua a comer toneladas de areia; Já comeu caracóis - e não estavam cozinhados não senhora, apanhou-os no quintal e comeu assim, ao "naturel"; Também já comeu esferovite e só demos pelo estrago quando lhe mudámos a fralda; Vai mexer no lixo e na reciclagem "n" vezes por dia; já a encontrei várias vezes a lamber embalagens de iogurte vazias que estavam no balde da reciclagem... A nossa filha é o disparate em figura de gente, dá turras ao irmão que não sei como não lhe fez ainda um galo ou coisa pior; também já lhe alça a mão e já lhe tem dado uns valentes chapadões; Nós dizemos-lhe "não" - muitas vezes por dia - e ela ri-se, descaradamente, enquanto continua a fazer o mesmo disparate; Ela deita-se na cama dos cães, que fogem dela a sete pés. Se tiver cestos de fruta no chão - que o meu avô nos dá e que às vezes não tenho onde arrumar - é certinho direitinho que não há maçã ou pêra que escape aos seus dentinhos; e se não tiver lá fruta, atira-se às batatas... marcha tudo, não é esquisita. Sinto-me enganada, pensei que as meninas eram mais calmas :) É terrorista, uma grande traquinas, mas é doce e meiga como ninguém!

domingo, 18 de setembro de 2011

Balanço...

... da primeira semana de "infetário": diarreia.

sábado, 17 de setembro de 2011

Natação


Hoje de manhã lá foi o João à primeira aula sem pais na piscina. Era um grupo de 11 meninos e meninas com duas professoras. A aula correu muito bem e o João esteve sempre na maior a fazer os exercícios todos. Na galeria, a ver tudo o que ele fazia com muita atenção, estavamos nós, babadíssimos :)
...
Ontem os "piquenos" jantaram e dormiram em casa dos avós, que aqui a mamã e o papá foram jantar com um grupo de amigos. Uma noite memorável que vai, concerteza, ficar para história :)
...
E hoje, para celebrar os 14 meses da Rita, estamos as duas ranhosas... Merdinha para isto... Já estamos a atacar com muiiiiito soro e vamos ver se ficamos por aqui.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Saiu de casa a chorar porque queria ficar mais um bocadinho a brincar com a mana.
Saiu do carro a chorar porque não queria ir para ali.
Saiu do meu colo para o da educadora a chorar porque não queria lá ficar.
Despedi-me dele, com ele sempre a chorar.
Saí do jardim-de-infância a ouvi-lo chorar.

Já cá fora, chorei eu.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Hoje

A vontade não era a mesma de ontem. Nunca disse que não queria ir ao jardim-de-infância, mas afirmou, logo de manhã cedo, que não queria almoçar lá. Não me pareceu boa ideia dar um passo atrás e a educadora concordou. Ficou combinado, tal como ontem, ir buscá-lo logo a seguir ao almoço. A despedida foi mais difícil, não quis tirar a mochila para pôr no cabide e não me largava as pernas. Acabou por ficar com uma das auxiliares, mas sempre a reclamar que não queria almoçar lá.

Quando o fui buscar estavam ainda no refeitório, a ordenar-se para irem lavar as mãos, já depois do almoço. Ele estava bem mas, assim que me viu, rasgou-se um sorriso enooooorme naquela cara linda e veio logo a correr dar-me um abraço. Lá o convenci a ir com o resto dos colegas lavar as mãos e fiquei à espera dele. A auxiliar informou-me que o João esteve sempre muito bem, fez as actividades, brincou e almoçou como um homenzinho.

Hoje custou-me muito mais e andei com o coração na boca a manhã toda... Mas foi um alívio verificar "in loco" que ele estava tranquilo. Amanhã temos o terceiro round.
...
Adenda: Esqueci-me de referir que ele, ontem, dormiu uma sesta de 3 horas e, depois de acordar, passou o resto da tarde a querer colo e miminhos. Estava um mimalhinho pegado!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Já está

O primeiro dia já passou. Fomos pôr a Rita a casa da avó para podermos ir os dois com ele neste primeiro momento. A educadora é mesmo uma querida e deu-lhe logo a mão para ele ir com ela chamar os outros colegas para a sala. E ele foi, o meu crescido. Quando nos despachámos dos assuntos da secretaria, fomos dizer-lhe adeus e ele brindou-nos com um abraço bem apertadinho e um beijinho bom. Não chorou. Chorei eu, assim que virei costas.

Como tinha passado a manhã a dizer que almoçava na escola, voltei a perguntar-lhe e ele confirmou. Combinei com a educadora ligar-lhe por volta das 11h para saber como estavam as coisas e assim fiz. Como estava tudo bem, fui buscá-lo depois do almoço. Recebi um grande abraço e já não me largou as pernas. Deu um beijinho à educadora e disse "até amanhã". Ela elogiou-o muito, dizendo que esteve sempre muito bem e que é um menino muito bem educado. Estou a rebentar de orgulho.

Amanhã há mais...
...
Quando o deixámos no Jardim de Infância, ainda fomos visitar o outro no qual ele tinha entrado. No meu íntimo já sabia que não ia mudar de ideias, mas quis ir conhecer o outro espaço e perceber como funciona. Até gostámos, mas a nossa opção recaíu em deixá-lo no lugar que nos conquistou - e a ele - desde a primeira visita.

domingo, 11 de setembro de 2011

Porto Santo


Este ano decidimos fazer uma semana de férias "a sério". Isto é, ir para um sítio em que não fosse preciso fazer camas, nem limpar casas-de-banho, nem fazer comida, nem sequer preocupar-me em pensar em sítios para ir comer. Optámos por ir para o hotel Pestana de Porto Santo, com regime tudo incluído, por vários motivos. Além das boas referências que já tinha do hotel, a viagem de avião é curta (odeio andar de avião) e a comida, à partida, não seria "esquisita".


Fizemos a reserva com bastante antecedência e, ao chegar ao hotel, fomos surpreendidos pelo tipo de alojamento em que ficámos: uma suite T1, com kitchenet (deu um jeitaço ter microondas para fazer o leite e a papa da Rita), quarto, sala e wc. Tanto o quarto como a sala estavam equipados com LCD e leitor de dvd - o que também deu muito jeito!


O hotel é realmente muito bom e é perfeito para quem vai com crianças, mesmo que se fique num quarto em vez de suite. Têm todas as condições, inclusivamente para quem vai com bebés mais pequeninos. Em todas as refeições têm disponíveis sopas de legumes, carne ou peixe - todas sem sal - especialmente para os bebés; têm, também, boiões de fruta. Têm, ao jantar, uma secção com comida especial para os miúdos - arroz branco, massas, douradinhos, frango grelhado, almôndegas, etc., etc.. Mas ao almoço também é fácil desencantar comida para eles, tamanha é a oferta e, caso não tenha nada que agrade - o que nos aconteceu num dos almoços - eles fazem o que pedirmos.


A Rita e o João divertiram-se à grande! A praia era muito porreira e a água do mar tem uma temperatura muito boa. Apanhámos bom tempo, mesmo com alguma chuva nos dois primeiros dias. O João vem com um bronze invejável, mesmo com protector 50 mineral (os índices de UV em Porto Santo são medonhos, segundo consta...). Andava sempre na água e a Rita também, era inevitável. O hotel tem 3 piscinas exteriores, sendo uma delas para crianças, numa zona onde também têm um insuflável e um parque infantil. Para quem tem miúdos com mais de 4 anos, também há um kids club com animadores.


Fomos duas vezes a Vila Baleira que não tem quase nada para ver nem para fazer - pelo menos que eu tenha dado por isso! É tudo caríssimo e não tem nada de especial - antes assim, que não gastámos euritos. Como temos lá uns amigos a viver ainda fomos beber uma poncha numa das noites. Fora as duas saídas, estivemos sempre no hotel. O João e a Rita habituaram-se muito bem à boa vida e era vê-los a beber suminhos que nem lords, a petiscar rissóis, croquetes e batatas fritas - só coisas boas, portanto... :) Foram poucas as refeições em que não comeram gelados - que havia à disposição e à vontade do freguês. Voltámos todos muito bem habituados à boa vida!



Eles habituaram-se muito bem à sala e às camas onde dormiram e tentámos manter, dentro dos possíveis, as rotinas de ambos, tendo saltado apenas uma ou outra sesta matinal da Rita - sendo que numa das vezes acabou por adormecer ao meu colo, na praia.


Foi muito, muito bom! Descansámos, brincámos, comemos - muito... - passeámos e... até consegui ler dois livros. Foram as férias que tinha idealizado e, confesso, até foram melhores do que estava à espera. Não estou habituada a tantos "luxos"! :) Não foram umas férias baratas, mas tendo em conta o hotel e os serviços, não achei caro... claro que não podemos repetir todos os anos, mas vamos fazendo o nosso mealheiro para, pelo menos de 3 em 3 anos, podermos fazer uma extravagância destas.


As vossas dicas sobre a bagagem foram precisosas e levámos metade do peso que era permitido. Como já sabia que Porto Santo era um "desterro", apesar de haver um Pingo Doce, optei por levar de casa o leite, os iogurtes e as fraldas da Rita. Para o João não levei nada de especial e comia os iogurtes do hotel ao lanche. Levámos brinquedos de praia que foram uma mais valia e alguns carrinhos para o João. Na véspera da partida ainda fui comprar um leitor de dvd portátil que deu um jeitaço no aeroporto e no avião. Durante o vôo, enquanto o João via filmes, a Rita chorava até adormecer... Não levei roupa a mais e repetimos algumas mudas sem problemas.


Viemos de baterias carregadas e prontos - ou não... - para voltar à rotina. Amanhã vai ser um dia muito especial e importante.... o primeiro dia de pré-escolar do João!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A postos

Já temos as malas quase prontas, faltam apenas as coisas que só posso arrumar no próprio dia. Vamos carregados, mas não vamos exceder o peso permitido no avião :)

Estou imensamente grata pela paciência que tiveram em dar-me tantas dicas e sugestões. Foram imprescindíveis para o sucesso desta logística toda :)

E...

... na véspera de irmos de férias, recebo um telefonema a marcar reunião de pais para o outro jardim-de-infância onde tínhamos inscrito o João - o público. Como já tinha tudo acertado noutro - IPSS - nunca mais me lembrei deste... Ainda cheguei a telefonar para o agrupamento de escolas para saber se ele tinha entrado ou não e ninguém sabia de nada. E agora esta... Nós gostámos muito do outro onde ele já está inscrito, até já lhe comprámos o material e temos boas referências, mas a parte do valor a pagar também vai ter que pesar na decisão final... Isso e o facto de no público não fazerem a sesta e no outro fazerem. A ver vamos.