sexta-feira, 17 de maio de 2013

Da Rita: o "deschuchar"

A dois meses dos três anos estamos na fase de deixar a chucha. Ela já nem chuchava, por assim dizer, trincava e roía as chuchas todas até as estragar - e eu tenho mais que fazer ao dinheiro que andar sempre a renovar o stock - e cada uma já não durava mais que dois ou três dias.

Assim, na segunda-feira, quando ela veio ter comigo porque tinha estragado mais uma, disse-lhe que era a última, não havia mais e que a fosse pôr no lixo porque lhe podia fazer dói dói na boca. E ela assim fez. Não ficou muito convencida e tive que lhe mostrar em todas as caixas, armários e cantinhos onde costumavam haver chuchas que já não havia mesmo mais...

Não tem sido propriamente pacífico... Chorou bastante, já me veio pedir para comprar mais chuchas e tive que lhe dizer que não; que chuchas agora só para o bebé e ela já não é bebé. Nos primeiros três dias ainda a pediu na hora de dormir - e chorava porque não há mais -, mas acabou por se conformar - espero eu! Demora muito mais tempo a adormecer e ontem à noite quando lhes fui dar um beijinho e aconchegá-los antes de me deitar ainda ela estava acordada, mas sossegada - e a chuchar no dedo indicador... Durante o dia já nem se lembra e não tem pedido.

Apesar de me parecer que a Rita ainda não está totalmente rendida à sua nova condição de "menina crescida que não precisa de chucha", acho que vamos no bom caminho e já estava mais que na hora de lhe fazer este desmame...

2 comentários:

carmo pinto disse...

quem bom vamos a ver se ela não pegará nas chuchas do bebecas lol a minha fez me isso a irmã...que giro que era vê-la atrás da irmã para lhe chuchar na sua chucha lol
bjocas

Andreia disse...

Parece estar no bom caminho e com esta idade também já compreende melhor. Quando possível é melhor ser o deschuchar de vez, é mais rápido do que manter, por exemplo só de noite.
Acredito que realmente vá dar umas passas na chucha do Pedro!