segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Pequenino

Hoje, depois de jantar, o João pediu-me para ir para o saltitão. Ajudei-o a enfiar-se lá dentro e depois fiquei a apreciar a cena - que é digna de ser vista. Saltou que nem um maluco em alta velocidade de tal maneira que pensei que aquilo se partia. Pedi-lhe para ter mais calma porque ele já é crescido para brincar ali e por isso tem que ter mais cuidado. Respondeu-me ele:

- Mas, mãe, eu ainda sou pequenino.

Tem razão. Tem carradas de razão.
E são tantas as vezes em que me esqueço que ele é o meu menino pequenino...

Jardim-de-infância: o início da saga

O João em Setembro vai para o jardim-de-infância. Coisa bonita e fácil de dizer (escrever) se eu tivesse, ao menos, por onde escolher. Porque viver na santa terrinha tem destas coisas, o único jardim de infância que existe cá na terra está completamente fora de questão. Trabalhei lá durante 2 anos e nem me passa pela cabeça inscrever lá o João (mais depressa fico com ele em casa até à escola primária). Fora este, temos um privado a poucos km de onde vivemos e hoje dei lá um salto para conhecer o espaço e pedir informações. Não se pode dizer que tenha ficado muito bem impressionada... Alvará nem vê-lo (mas juram a pés juntos que o têm). Têm lá 15 miúdos entre os 10 meses e os 5 anos (tudo ao molho, e eu nem tenho nada contra grupos heterogéneos, mas enfim...). Pareceu-me tudo um bocadinho abandalhado demais para o meu gosto. A outra alternativa implica que façamos uns bons 80 a 90 km diários para o ir pôr e buscar (está, portanto, fora de questão). Estou com um nó cego na cabeça. No final desta semana a ver se volto ao tal do alvará desaparecido em combate (e amanhã telefono para a Seg. Social para confirmar a sua (in)existência), desta vez com o João e o papá, a ver o que ele acha (posso estar a ser picuínhas...).

Dos dois

Hoje a Rita foi levar as vacinas dos 6 meses. Chorou quando levou a segunda, mas passado 1 minuto já não era nada com ela. Quando chegámos a casa, tirei a Pic Projet do armário e lá se iniciou a miúda nos vapores (só com soro para ajudar a desprender os montes de expectoração que tem agarrados às vias respiratórias superiores). Já repetimos à noite e, das duas vezes, fez um berreiro desgraçado... Enfim... são as maldades que temos que fazer para o bem deles... Entretanto, já está a comer bem melhor e já se sentem biquinhos de dentes a arranhar nas gengivas.

O João, depois da primeira dose de antibiótico, ardeu em febre e destilou de tal maneira que tivemos que lhe mudar o pijama, a camisola interior e até a almofada, que ficou encharcada. Depois disso, teve uma noite tranquila, acordou bem disposto e o apetite está a voltar. Já bebeu o letinho de manhã, comeu umas bolachas, almoçou bem, lanchou um iogurte - contrariado, mas comeu - e jantou bem. É um alívio ver o nosso traquinas a voltar ao normal, apesar de ainda se ir queixando com algumas dores nos dois ouvidos.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Otite...

Depois do dia de ontem - um dia não muito bom -, em que o João continuava a queixar-se de dores nos ouvidos e em que praticamente não comeu nada, hoje chegou a febre e o diagnóstico médico: uma otite em cada ouvido. Antibiótico durante 10 dias, ben-u-ron e brufen mais uns dias. O João nem parece ele... dorme o dia quase todo, só quer estar connosco no sofá, ao colo, não come nada, não brinca, não vê o Panda... nada, nada...

A Rita já está a comer melhor. Ontem antes de ir dormir pus-lhe um ben-u-ron. Dormiu sossegada a noite toda, mas continua a passar os dias a "queixar-se" das gengivas e a roer tudo o que apanha nas mãos.

sábado, 29 de janeiro de 2011

A noite

Esta noite foi a pior de sempre. Nunca, nem em bebezinhos recém-nascidos nos tinham dado uma noite assim. Tenho ideia que nos levantámos à vez de meia em meia hora. A Rita a gemer, mas sem chegar a acordar. Acabou por acordar às 6h30 bebeu o leite e voltou a dormir. E o João a gemer, a chorar e a chamar por nós a noite toda. Bebeu muita água durante a noite e hoje ainda não quis comer nada... nada mesmo. Levantou-se às 8h e às 9h30 adormeceu no sofá e acabou por ir para a cama. Sempre a choramingar e a queixar-se com dores, mas sem febre. Agora está a dormir ao colo do pai. Está tão murchinho o meu menino que é de partir o coração... :o(

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Fruta da época

Estou fartinha deste Inverno. Mas fartinha, fartinha mesmo!

A Rita está na mesma. Mais um dia em que bebeu apenas 1 biberão e meio de leite e comeu 5 colheres de sopa. Mais nadinha! A continuar assim, na segunda-feira levo-a ao Centro de Saúde para ser pesada... Já nos aconselharam a pôr-lhe um ben-u-ron meia hora antes do almoço e do jantar, para ver se o facto de ela não querer comer estará relacionado com dores e incómodo da porra dos dentes.

O João ontem e esta manhã esteve sempre bem. Depois da sesta acordou a queixar-se de um ouvido e esteve sempre muito murchinho (nem parece o meu menino)... Lá veio a minha cunhada para o ver e diz que está vermelho o que pode indicar inflamação, mas ainda não é otite. Brufen de 8 em 8h para ver se não evolui...

A juntar-se ao ramalhete a tosse e as resmas de ranho (nos dois), estamos bem aviados. Só de me lembrar que em Setembro ele vai para o infantário e depois vou ter disto semana sim semana não, até fico mal-disposta...
...
Já completei a primeira semana de fisioterapia. Faltam mais 2 semanas para perfazer as 15 sessões prescritas e depois volto à consulta com a fisiatra. Entretanto, fui a uma consulta nas Clínicas do Dr. Pedro Choy e vou começar as sessões de acupunctura na próxima semana. A ver se me vejo livre desta mazela - doença de Quervain - nos pulsos.

Ah! E como a malta gosta de gastar dinheiro em selos, ontem recebi novo ofício do hospital a antecipar a consulta por causa da tiróide para dia 1 de Fevereiro, já na próxima terça-feira. Já perdi a conta às cartas com o marca/desmarca, adia/antecipa consultas... mas antes assim, pelo menos fico já despachada.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Por cá

O João está quase fino. A diarreia foi-se, a tosse continua por cá...

A Rita já esteve melhor, mas hoje piorou... muito ranho e muita rabugice... foi um drama para comer... bebeu 2 biberões de leite e comeu 3 ou 4 colheres de sopa durante o dia todo... só queria dormir e passou grande parte do dia a gemer. Tem as gengivas tão, mas tão inchadas que até faz confusão... Detesto dentes a nascer... (sim, eu sei que faz parte e que tem que ser). Pus-lhe Bucagel e parece ter aliviado qualquer coisa.

Eu fui ontem à revisão dos olhos, quase 4 anos após a cirurgia a laser para correcção da miopia e astigmatismo. Continua tudo fino ;o) A correcção do olho direito ronda os 100 %; o esquerdo - que tinha o dobro das dioptrias - podia estar melhor, mas a visão dos dois juntos é 100% satisfatória. Só me queixo do cansaço para conduzir à noite e a oftalmologista passou-me receita para uns óculos de apoio para andarem no carro, se eu quiser. Isto é uma estupidez, mas depois de tantos anos vesga e a usar óculos - nunca me adaptei às lentes de contacto - há dias em que ainda me sinto "nua" sem eles.

Como o papá cá de casa também tem miopia, o João fará um rastreio entre os 3 e os 4 anos - e a Rita também terá que o fazer.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Da mamã: benigno

Na quinta-feira recebi uma carta do hospital a adiar para 15 de Março a consulta que tinha marcada para dia 9 de Fevereiro. Impaciente por natureza, pareceu-me tempo a mais para estar sem saber o resultado da biópsia, embora o facto de a consulta ter sido adiada tanto tempo até pudesse ser um bom indício.

Na sexta-feira agarrei em mim e fui ao hospital tentar tirar nabos da púcara. Afinal, a consulta foi adiada porque o cirurgião que me consultou deixou de fazer serviço lá e tiveram que encaminhar os casos todos para os outros médicos e bla bla bla rebéu béu béu pardais ao ninho. Disse-lhes que não me interessava nada disso, apenas queria saber o resultado da biópsia. "Ai não podemos e não sabemos e tem que ser a médica a ver e tal e se for mau antecipamos a consulta, mas a médica esta quarta não vem, por isso só na outra... bla bla bla". Sim, está bem, abelha... saí de lá furiosa, preocupada e de rastos.

Mais uma vez, tivemos que recorrer ao factor "C" e ontem à noite soube o resultado: BENIGNO. Ufa! Segundo a minha cunhada, só operam se eu quiser ou se me incomodar muito. Basicamente, é para escolher entre ficar com o quisto e ter que fazer vigilância regularmente ou ficar sem o quisto e... sem a tiróide. Mas isso terei que ver com a médica no dia da consulta (a tal, dia 15 de Março). Até lá, deixem-me só abraçar muito os meus melguinhas (os pequeninos e o grande) e respirar de alívio.

Ah... e curtir a diarreia que entretanto deixou o João e passou para mim...

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Apanhou-lhe o jeito...

... e tomou-lhe o gosto. Ou vice-versa :o)

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Consulta(s)

Tal como planeado, levámos o João e a Rita à consulta dela no Centro de Saúde.

Da Rita:
Não tem nada nos pulmões - felizmente -, mas tem as vias aérias superiores cheias de "nhaca". Temos indicação para lhe aspirar o nariz com soro fisiológico e pôr uma gota de Neo-Sinefrina em cada narina 3 vezes por dia, durante 4 dias.

Quanto às medidas, não diferem muito das da pediatra. Pesa 6,6530 kg, mede 65,5 cm e tem 42 cm PC. Daqui a um mês voltamos ao peso.

Do João:
Esta manhã, a juntar-se ao resto dos sintomas, chegou a xô dona diarreia... Em 1 hora fez 3 dejecções... completamente líquidas. Comecei logo a dar-lhe bastante água e entrámos em dieta - todos, que isto não é um restaurante :o)

A médica examinou-o e, tal como a irmã, não tem nada nos pulmões, basta ir mantendo o nariz assoado e esperar que a tosse vá dando tréguas. Em relação à diarreia, para já é mesmo só ir fazendo dieta - creme de cenoura, arroz, cozidos e grelhados, maçã cozida e evitar o leite. Se voltar a ter febre ou se piorar temos indicação para lá voltar para nova avaliação.
...
E assim estamos nós, de candeias às avessas com os dentes a nascer, com o frio e com a treta das maleitas e dos vírus que o Inverno nos vai trazendo...

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Saltitão

(foto retirada)
Às vezes compram-se coisas a mais e completamente desnecessárias aos miúdos, achando que vão ser úteis e depois acabam por não o ser. Cá em casa isso já aconteceu algumas vezes. Mas não foi o caso do saltitão. Não me lembro ao certo quanto custou - mas sei que foi caro - e foi o presente que oferecemos ao João no seu primeiro Natal. Foi a loucura total e foi muito o tempo que ele passou entretido, divertido e ali "quietinho aos saltos" :o) Como ele tem, claramente, brinquedos a mais, acabámos por arrumar o saltitão para o poupar para um outro filho. E agora é a Rita a usufruir do dito cujo. Pusémo-la lá ontem e hoje e ela ADORA! Ainda é um bocado desengonçada a saltar, mas já consegue andar com a cadeirinha à volta para mexer em todos os brinquedos, fica numa posição em que consegue ver tudo o que está à volta e é isso que ela gosta. E o João também - anda sempre de volta dela e aproveita para lhe fazer cócegas nos pés. E ainda tem um boneco que serve para roer - ouro sobre azul! Para nós, este foi um investimento que vale bem a pena!
...
A Rita está um pouco melhor da tosse e das ranhocas.
O João piorou e está desde ontem com febre, sempre a rondar os 38,5ºC. Assim que ele começa a recusar comida é "trigo limpo farinha amparo"... vi logo que qualquer coisa não estava bem mas, para além da tosse, ranhocas e da febre não tem mais sintomas.
Amanhã vou aproveitar a consulta dos 6 meses dela no Centro de Saúde e vou levá-lo também para a médica o examinar.
...
A minha filha tem uns abanos - leia-se orelhas - tão giros! :o)

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Um dia "assim-assim"

Estamos todos cheios de tosse, menos o papá.

A Rita é a que está pior e à tosse já se juntou o ranho e os gatinhos no peito... Febre não tem. Tem consulta no centro de saúde na quinta-feira, só espero que até lá não piore. Passou o dia muito chorosa, molinha e a tentar dormir - o que com tosse, convenhamos, não é fácil... Entretanto, por causa dos malfadados dentes, lá lhe comprei o Bucagel para ver se alivia alguma coisa. Foi para a cama podre de sono, mas sempre a gemer.

O João também tem tido uns ataques de tosse horríveis, mas menos frequentes que os da irmã. Ontem não dormiu a sesta, adormeceu às 19h e acordou às 6h30. Ficou com os sonos todos trocados e hoje estavamos a ter um dia um pouco difícil. Acabou o dia com um grande tralho em que bateu com a boca no chão... chorou, chorou, chorou e depois quis vir comigo para o sofá ver o Panda. Sentou-se e tapou as pernas com a manta polar - só visto! Sempre de carinha triste e com o lábio superior maior que o da Angelina Jolie e um beicinho a fazer lembrar o Pato Donald... Não nos deixou pôr gelo nem nada. Acabou por adormecer sem queixas.

Eu, como sou uma invejosa, também quis um bocadinho da tosse para mim... Mas comigo posso eu bem... Aguenta coração...

6 meses

Deixem-me respirar fundo e escrever outra vez... A nossa Rita já tem 6 meses, meio ano.
Meio ano de mudanças, mas de muitas certezas. Meio ano de partilha, de fraldas, mama, biberões, papas e sopas. Meio ano de um amor que quase julgava não ser possível que se pudesse sentir a dobrar mas que, afinal, se sente a multiplicar. Seis meses de adaptações e de conquistas.
(foto retirada)
Aos seis meses, a Rita:
- É uma espevitada; muito curiosa e tenta deitar a mão a tudo o que esteja ao seu alcance;
- É mestre na arte de rebolar de barriga para baixo, mas pôr-se de barriga para cima "'tá quieto";
- Come muito bem a papa e a fruta - as preferidas são a banana e a papaia;
- Come bem a sopa e temos estado a reduzir a fruta e a batata doce que lhe metemos, para ver se ela se começa a habituar ao sabor; já provou uma série de legumes na sopa e os que mais gosta são a beterraba, os brócolos e a couve flor; torceu o nariz ao alho francês e ao feijão verde;
- É simpática e risonha;
- Dorme a noite toda e faz 2 ou 3 sestas durante o dia;
- Apesar de dormir a noite toda, as últimas noites têm sido passadas com alguma tosse e muitos gemidos - deve ser da porra dos dentes... tem as gengivas tão inchadas que faz aflição e não há meio de rasgarem;
- Estar ao colo não é, definitivamente e com muita pena minha, uma coisa que ela aprecie muito; gosta de andar ao colo se estiver em pé e a andar de um lado para o outro; dormir ao colo é uma raridade porque ela não quer mesmo, gosta é da caminha ou da alcofa do carrinho - na outra já não cabe;
- Tem uma paixão assolapada pelo irmão e já tenta interagir com ele;
- Ainda não se senta, mas tem muita força nas costas, no pescoço e nas pernocas;
- Já reconhece o nome dela e olha quando a chamamos;
- Continua a adorar a hora do banho, o pior é quando sai da água... abre a goela e temos berreiro garantido assim que a começamos a vestir;
- Vai começar as aulas de natação;
- Anda fascinada com os pés e delicia-se a tirar os ténis e as meias.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Choque frontal...

... com a realidade.
O João está enoooorme! "Cadê" o meu bebé?

Depois de alguns meses arrumado na arrecadação, o pai hoje lembrou-se de montar o saltitão para a Rita o poder usar. Claro que, assim que o viu, o João pediu para se meter lá dentro. A minha primeira reacção foi soltar uma gargalhada, porque ele fica mesmo cómico lá enfiado. Mas depois vieram-me as lágrimas aos olhos só de me lembrar como o tempo foi passando de fininho e, de repente, o meu bebé fez-se um rapazinho que já faz hoje 2 anos e 9 meses.
(És a minha vida, filho, e o meu orgulho!)

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Consulta

Hoje foi dia de levarmos a Rita à consulta dos 6 meses com a pediatra. A miúda esteve num grande berreiro o tempo todo - sono, muito sono. O engraçado da situação foi ver o João a tentar entretê-la e a fazer macacadas só para ela se rir - um mimo!
Da consulta em si, está tudo óptimo! A 4 dias de completar os 6 meses, a Rita pesa 6,530 kg, mede 65,6 cm e tem 41 cm de PC. Em relação à alimentação, vamos ter algumas alterações, tendo em conta que a Rita já come bem a sopa com carne, a fruta e a papa. O esquema vai passar a ser o seguinte:
- Pequeno-almoço: leite - passar para o Aptamil Confort 2;
- Almoço: sopa com carne (ou peixe, que será para introduzir daqui a 2 semanas) e fruta;
- Lanche: podemos começar a alternar a papa com iogurte;
- Jantar: sopa (de legumes agora e daqui a 2 semanas com peixe) e fruta.
- Antes de dormir: se ela quiser, pode beber um biberão de leite.
Em relação às carnes, é para lhe dar frango, perú, vitela e borrego; dos peixes é para dar pescada, maruca e línguado; frutas pode comer todas menos morangos e laranjas; legumes pode ir provando todos. Basicamente, foi isto. Voltamos lá aos 9 meses.
...
(Foto retirada)
E agora deu-lhe para fazer boquinhas e caretas lindas! Está tão engraçada a nossa filhota - baaabaaa!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Coisas dele

Ontem fui dar uma cortadela no cabelo e estiquei-o. Quando cheguei a casa o João olhou para mim e perguntou:
- Qué ixto que tens na cabeça?
Eu respondi:
- Porquê? Não gostas?
Ele retorquiu:
- Gosto mais assim GAAANDE - enquanto fazia com as mãos o gesto que corresponde à dimensão habitual da minha juba. Amanhã volto aos caracóis.
...
O João para o pai, enquanto eu fazia bolinhas de sabão:
- Pai, a mãe é a Eli (obrigadinha pela parte que me toca), eu xou o Pocoyo - há um episódio em que estão os dois a fazer bolas de sabão.
Eu pergunto-lhe:
- Então e o pai é quem?
- É o pato.
- E a mana? É a dorminhoca?
- Não. A mana é batata "fita" - lolololol! É o que dá ter uma mãe que lhes chama "Rita batata frita" e "João empadão". Só penso em comida... e depois não quero ser a Eli...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Pinturas com chocolate


Ontem fomos ao Balão Mágico para participar numa actividade que consistia em pintar com chocolate. O João estava todo picuínhas ao início porque detesta ter as mãos sujas, mas depois foi um vê se te avias. Ele era chocolate e farinha por todo o lado! Delirou e diz que quer ir outra vez. A primeira tela que ele pintou mais se parecia com um monte de diarreia e no final foi para o lixo :o) Foi muito divertido e até a Rita deu umas pinceladas e ainda lhe sujei uma mão para besuntar numa tela. Eu e o pai dedicámo-nos mais a fazer o controlo de qualidade das tintas e ficaram aprovadas, o chocolate era delicioso, lol! Uma manhã diferente que agradou a miúdos e graúdos.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Entre o cómico e o surreal

Fui hoje a uma consulta com a médica de família para saber o que fazer em relação às tendinites nos pulsos. Fiquei, portanto, a saber que vou ter que fazer fisioterapia 3 a 5 vezes por semana (what???) e... recomendou repouso. Repouso dos pulsos = Repouso das mãos = Deixa-me rir (que é para não chorar)! Como é que se faz repouso das mãos quando se está com os dois filhos em casa - em que um deles depende de nós para tudo e só se desloca ao colo e o outro, volta e meia, se lembra, com os seus 15 kg de gente, que quer colo - e se tem 37689076 tarefas diárias que implicam o uso das mesmas e, pior, quando se precisa das mãos para trabalhar?... E esta, hein?

Da biópsia ainda não há notícias. Pelo que a médica disse, o tempo médio de espera pelo resultado são 3 semanas - faz 3 semanas na próxima sexta que fiz a punção, por isso tenho mesmo que esperar (e desesperar) mais algum tempo.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Ano novo...

... fralda nova!
(Foto retirada)
Na altura no Natal a Piriuki e a Ecologicalkids lançaram um desafio no Facebook para que partilhássemos uma foto dos nossos bebés com uma Piriuki. A foto mais gira seria presenteada com uma Piriuki Night à escolha. Para surpresa (boa!) todos os participantes receberam um grande miminho de Natal e foi-nos oferecida a prometida fralda. A nossa chegou na semana passada e já foi estreada! É linda!

domingo, 2 de janeiro de 2011

Dos miúdos e do novo ano

Do João:
Desde o dia em que a chucha foi para o lixo que nunca mais se ouviu falar na dita cá em casa. Fala na da irmã, mas nunca para a pôr na boca ou ficar com ela. Não a pede, sequer, quando vai dormir. Estamos muito orgulhosos do nosso menino e parece que com ele é mesmo assim que funciona: esperar que seja ele a tomar a iniciativa - até agora tem corrido sempre bem. Da falta que a sua "companheira" lhe tem feito, apenas noto que demora mais tempo a adormecer. A próxima etapa é passar a beber leite pelo copo e não no biberão - já tentámos, mas ele atrapalha-se; e com a palhinha também não consegue. Mas a água já bebe pelo copo há muito tempo, é mesmo só com o leite que isto acontece...

Da Rita:
Na quarta-feira passada introduzi-lhe a carne na sopa. Começámos com frango durante três dias e ontem e hoje o perú. Fez cara de vómito nas primeiras colheres, mas foi de ter estranhado o sabor. Tem comido sempre a sopa toda muito bem e a fruta ainda melhor. Já provou beringela e já lhe dei papaia misturada com outra fruta - maçã, pera ou banana - e adorou!

Já reage e olha quando a chamamos pelo nome - baaaaabaaaa, muita baaabaaa!

Os dentes continuam a moer, mas ainda sem mossas; vê-se bem as pontinhas brancas, mas ainda não furaram as gengivas.

Do novo ano:
Que seja muito bem-vindo! Ficámos por casa, em família, e foi bom - mesmo muito bom! Jantar de "revelhão", almoço e jantar de ano novo, tudo cá em casa. Uma trabalheira sem precedentes, mas um coração cheio. Tal como no ano passado, e como temos uma vista privilegiada, vimos 3 ou 4 fogos de artifício da janela da nossa sala. O João andava em êxtase com os avós - todos -, as primas e os tios - paternos - todos por cá. Portou-se lindamente! A Rita também estava nas sete quintas- que a miúda gosta de farrobadó. Posso dizer que começámos o ano com o pé direito... e espero que assim continue.
(foto retirada)