quarta-feira, 30 de abril de 2008

Benfas!

Hoje tivemos uma visita madrugadora!
O avô Carlos teve que vir tratar de uns assuntos a Peniche e não podia perder a oportunidade de vir dar um beijinho ao neto! E além disso trouxe-lhe uma prendinha especial! Desde Sábado que não falava noutra coisa... aqui está, o João foi presenteado com o Kit Júnior para ser sócio do Benfica! O Joãozinho não tem hipótese... nasceu no seio de uma família benfiquista (a roçar a doença...), sendo que só o papá é que não liga muito a futebol ;o)

terça-feira, 29 de abril de 2008

Pontos: a saga continua...

Pois é... ontem tive direito a passar mais uma tarde nas urgências de ginecologia.
No Domingo à tarde as dores no sítio dos pontos aumentaram ao ponto de me fazerem chorar de dor... só conseguia estar deitada para o lado esquerdo... tudo o resto estava fora de questão. Nem me conseguia sentar na sanita... enfim...

Durante a noite foi piorando e assim continuou pela manhã fora... o papá do João nunca me tinha visto assim e agarrou no meu telemóvel para ligar à minha ginecologista. Eu não parava de chorar com dores... Teve ordens para me levar imediatamente às urgências, apesar de ela não estar de serviço. Assim fizemos. Dei entrada e após ter sido observada por um médico, fiquei a saber que com os 3 pontos externos que me tiraram está tudo bem, mas que parecia que o meu corpo estava a rejeitar as dezenas de pontos internos, que são dos que caiem sozinhos. Ok, afinal não levei só três pontos... As más notícias são que se não passar com a medicação que me deram, a solução é descoser e voltar a coser, sob o risco de a rejeição/infecção voltar a acontecer.

Puseram-me a soro e deram-me qualquer coisa para as dores, depois de eu ter avisado que estou a amamentar. Entretanto o George ligou para a minha médica a dar as novidades e logo de seguida percebi que ela ligou para as urgências para falar com o médico que me tinha visto e medicado (definitivamente esta médica merece cada cêntimo que deixei nas consultas particulares...). Acabado o soro mandaram-me para casa com antibiótico e um anti-inflamatório e indicações expressas para voltar lá hoje se não melhorasse.

Quando cheguei a casa as dores começaram a aliviar e até agora tenho sentido apenas umas picadas, mas nada que se compare às dores que me levaram às urgências. E espero que a história dos pontos termine por aqui. E não me venham dizer que as recuperações das cesarianas são mais difíceis que as dos partos normais ;o) E não, duas semanas depois, ainda não me consigo sentar!
...
Obrigada a todas pelas dicas que me deixaram no post sobre as minhas dúvidas! Foram preciosas!

O aconchego...

... do colo de uma mãe...

sábado, 26 de abril de 2008

11 dias...

... de muito amor, ansiedade e uma mão-cheia de dúvidas.
...
Os dias passam a correr... e todo o tempo do mundo parece tão pouco quando se trata de ti...
...
O João detesta a banhoca, haviam de ouvir o berreiro! Também não gosta nada de estar despido, é muito púdico o nosso filhote ;o) Já fomos brindados com uma série de peripécias à hora do banho e da muda da fralda: cocozinho na água do banho, na toalha depois do banho tomado, xixi com fartura e em todas as direcções assim que se apanha sem fralda... Já chegámos a ter que lhe dar 3 banhos seguidos!

Já reparei que o João fica muito impaciente e ansioso quando tem muita gente à volta (sai à mãe...) e já fizemos de tudo para controlar as enchentes de visitas. Já desligámos a campainha e o papá já teve que "convidar" algumas pessoas a retirarem-se... Temos tentado só receber a família e os amigos mais próximos. Há que dar tempo ao tempo para o João se ir habituando e também a minha paciência não tem sido muita. Continuo cheia de dores nos pontos e na "patareca" e sentar-me só de lado. Direcciono toda a minha energia para cuidar do nosso filhote e irrito-me facilmente com a falta de sensibilidade (para não dizer inteligência) de certas pessoas. Confesso que há dias em que me desmancho em lágrimas assim que me apanho sozinha. E só passa quando vejo o João a dormir tranquilo e em paz.

Agora as boas notícias! Fomos pesar o João na quinta-feira e aumentou 300 g. Saiu da maternidade com 2,950 kg e a balança da farmácia já marcava 3,250 kg. Foi um alívio... estava com receio que o meu leite não fosse suficiente. Um dia destes conto-vos a aventura que tem sido amamentar, mas que tem valido a pena.

Entretanto na próxima terça vamos ao peso no Centro de Saúde e já tenho uma extensa lista de dúvidas para colocar à médica. Vou pô-las aqui também contando com as vossas opiniões e sugestões. É incrível como coisas que parecem tão simples se podem tornar numa fonte inesgotável de angústia...

- Devo acordar o João para mamar ou deixá-lo acordar sozinho? Há dias e noites em que ele simplesmente "apodrece" e custa-me tanto acordá-lo... mas tenho-o feito, esperando um máximo de 4 horas entre cada mamada.

- Devo dar de mamar ao João sempre que ele quer ou devo impor um horário?

- Devo dar água a beber ao João? (com este calor...);

- Quando é que o João pode sair à rua (confesso que já saímos com ele para passeios curtos aqui no quarteirão);

- A partir de que idade é que o João poderá ir a restaurantes, centros comerciais, casamentos, baptizados e afins?

- A partir de quando poderei colocar o João na espreguiçadeira e/ou no ginásio/tapete de actividades?

terça-feira, 22 de abril de 2008

Uma semana de ti...

... que tem sido mágica... apesar dos horários todos trocados e do cansanço que se vai acumulando. O João mantém o horário que tinha na barriguita, dorme mais e melhor durante o dia e à noite é vê-lo de pestana aberta ou a choramingar por atenção.

Apesar das dificuldades iniciais que tive na maternidade, continuo a dar só maminha ao João e ele adora! Por enquanto ainda não fomos brindados com cólicas... a ver vamos se assim continua! Aliás, devo dizer que os intestinos dele têm trabalhado maravilhosamente bem.

Ontem foi dia de ir fazer o teste do pezinho e já ficou marcada a ida às vacinas na próxima semana. Tenho a dizer que estou muito orgulhosa do nosso filhote porque, apesar das "maldades" que a enfermeira lhe fez, ele portou-se lindamente! Só chorou um bocadinho e pegou logo no sono! À noite, já a mamã dormitava quando ouviu o pai dizer que o umbigo do Joãzinho tinha caído! Foi um dia em cheio!

A mamã hoje é que já foi parar às urgências... sentia umas picadas dolorosas na zona dos pontos e estranhei. Além disso andava a perder uns coágulos de sangue com um cheiro duvidoso. Liguei à minha médica, que estava de serviço nas urgências, e ela mandou-me ir lá ter. A enfermeira esqueceu-se de me tirar um dos pontos (sem comentários...) e quanto ao resto é uma infecção e já estou a tomar antibiótico (que não interfere com a amamentação).

Aproveitei a saída para experimentar vestir roupa anterior à gravidez... e já me serve! Pesei-me e ainda não acredito que perdi 9 kg numa semana! Olho para mim e ninguém diria que tive um bebé há uma semana. É uma sensação estranha... entre o vazio e o alívio...

segunda-feira, 21 de abril de 2008

O parto

Chegámos à maternidade às 8h em ponto, tendo entrado para a sala de observação/avaliação às 9h45. Fizeram-me um toque e estava com dois dedos de dilatação. Clister, vestir a "farda" do hospital e fui para a sala de dilatação. O papá não pôde entrar... Fui a última grávida a ter a sorte de ter um pouco de privacidade. Todas as que foram chegando depois ficaram no corredor... 17 partos num dia é obra naquela maternidade!

Estava tudo a correr bem, contracções regulares, oxitocina a correr... Aos 3 dedos de dilatação a minha ginecologista rebentou-me as membranas e 10 minutos depois começou a aventura pelo universo da dor... Comecei a sentir contracções que me provocavam dores lancinantes... ao ponto de já nem me sentir ali fisicamente... acho que andava a pairar e prestes a perder os sentidos. Perdi totalmente o controlo sobre o meu corpo e as dores foram tomando conta de mim... Num momento de lucidez, não hesitei um segundo em pedir a epidural, que me foi aplicada com sucesso e à primeira aos 4 dedos de dilatação. Continuei a sentir as contracções, mas com menos dor e durante menos tempo.

Pensava eu que estava tudo bem encaminhado quando me vejo subitamente rodeada de enfermeiras, cada uma com um ar mais preocupado que a outra, às voltas com o CTG e a tentar colocar o cinto de forma a captar o coração do João... que não se estava a ouvir... quando finalmente conseguiram notei que as caras de preocupação se mantiveram e uma delas foi a correr chamar a minha médica... Eu bem perguntava o que se estava a passar... mas não me diziam nada... A médica veio logo e pediu que me algaliassem e pusessem imediatamente a oxigénio... pediu também que parassem com a oxitocina. O João estava em sofrimento e a receber pouco oxigénio. Durante alguns instantes percebi que ponderavam a hipótese de me fazerem cesariana ou então aguardar mais um pouco, uma vez que o ritmo do coraçãozinho do meu bebé tinha normalizado entretanto. A opção foi aguardar, sempre debaixo de um controlo rigoroso por parte das enfermeiras.

Como imaginam estava desesperada... preocupada e o papá sem saber de nada porque eu não tinha o telemóvel comigo...

Passei o resto do tempo atenta ao coração do João... era a única coisa que me importava ouvir naquele momento... a angústia apoderava-se de mim a cada contracção porque deixava de o ouvir ou então ouvia-o como se estivesse muito longe, dentro de um poço fundo... mas depois voltava ao normal.

A partir daqui a situação foi evoluindo sem mais percalços até que comecei a sentir as "dores de parto", sentia uma vontade de fazer cocó muito dolorosa... uma enfermeira fez-me o toque e... dilatação completa, o João queria nascer! Mandou-me começar a fazer força a cada contração e chamou a outra médica que estava de serviço para me avaliar. Aqui começou a pior parte... que me levou ao descontrolo e ao desespero total. A dita médica fez-me o toque e disse: "Ela que espere mais 40 minutos e pare de fazer força porque vamos agora fazer uma cesariana. Ela que aguente que ainda está muito atrasado." Ora... eu sei que a médica é ela, mas a minha intuição e a cara da enfermeira fez-me ter a certeza de que o João não queria esperar tanto e que ia ser um risco contrariar o que o meu corpo me dizia a cada contracção... para fazer força... Tinha a certeza que o facto de contrariar o meu corpo estava a fazer sofrer o nosso filhote... Confesso que ignorei a médica e continuei a fazer força moderadamente... claro que estava mais que preocupada e revoltada, principalmente por saber que a minha ginecologista não sabia o que se estava a passar.

Quando finalmente acabaram a tal cesariana, a mesma médica foi observar-me e voltou a dizer que o João estava muito subido e que estava tudo muito atrasado. Passei-me e comecei a gritar... de revolta e de dores também... Tive vontade de a esganar! Poucos minutos depois veio a minha médica e, após fazer-me o toque, mandou que me levassem IMEDIATAMENTE para a sala de expulsão porque o João estava a nascer! Enquanto me levavam ela pediu-me o número do George e ligou-lhe a dizer: "Venha já para cima, ou já vem tarde!"

Eu só fazia era chorar... e comecei a perder o controlo sobre a respiração... hiperventilei e nada nem ninguém me estava a conseguir acalmar... Quando o papá do João chegou fiquei ainda mais emocionada... mas sabia que ele me ia tranquilizar... juntamente com a minha médica, que foi incansável! Consegui finalmente trazer a mim o fôlego necessário para o João poder nascer... E assim foi... 4 ou 5 puxadelas e uma ajuda de uma enfermeira a carregar na barriga e o João veio ao mundo... o período expulsivo demorou apenas 8 minutos! A médica pô-lo em cima de mim e tudo parou naquele momento só nosso... Não chorou, soltou apenas um gemido e foi-me retirado para ser visto pela pediatra... Eu só perguntava se ele estava bem ao que me iam respondendo que sim... com o papá sempre muito atento. Chorámos os dois, agora de felicidade! Uma felicidade que ambos desconhecíamos e que não sabíamos ser possível de sentir...

E assim nasceu o João: às 39 semanas e um dia de gestação, de parto eutócico com epidural, às 17h55, do dia 15 de Abril de 2008, com 3,150 kg e 48 cm, com um APGAR de 5 ao 1º minuto, de 8 ao 5º minuto. O trabalho de parto teve a duração de 7 horas que culminaram com o momento mais intenso e feliz da minha vida.
...
Nota: Os pontos! Esqueci-me da episiotomia. A médica teve que me fazer um pequeno corte que me deu direito a apenas 3 pontos! Já ouvi falar em trinta e tal, portanto, acho que até tive sorte! Três míseros pontinhos que me dificultaram a vida (e muito) e me doeram como tudo até ontem... quando mos tiraram. Hoje ainda tenho algumas dores, mas já me consigo sentar.

Nota 2: A maternidade das Caldas permite a presença dos papás (ou outro acompanhante) ao longo de todo o trabalho de parto... quando há condições para tal. Estão preparados para ter cinco mamãs em quartos individuais... Ora, com 17 partos foi impossível permitir a presença de papás porque havia muitas mamãs no corredor, sem privacidade... Assim, não entrou nenhum papá na ala da dilatação, só podiam assistir ao período expulsivo.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Em casa!

(a foto que estava em falta!)

Pois é! Já estamos em casa. Não me vou alongar muito nas palavras porque ainda não me consigo sentar... só vou tirar os pontos no Domingo e depois virei cá contar-vos tudo! Já estou a escrever o looooongo post sobre o parto que demorou umas módicas 7 horas (nada mau)!

Estamos muito felizes e o João tem sido um anjinho... Come (leitinho das maminhas da mamã) e dorme muito! É lindo... e estou completamente babada e apaixonada por ele e por toda esta mágica sensação de ser mãe...

Um grande beijinho a todas e obrigada, do fundo do coração, por todas as vossas palavras de carinho!

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Palavras para quê??

O prometido é devido!!!!!!

terça-feira, 15 de abril de 2008

Vamos aos pormenores...

Vamos nós ás 7.30h da manhã para o hospital, a pensar que era chegar e entrar.... qual quê, 9.45h a menina mara é chamada para dentro.
Ela entra e eu recebi o aviso que podia almoçar descansado que só daí a 2h ou 3h é que podia entrar.... Vim a casa, almocei, 12.15h estava lá!

Vocês sabem quando alguém mete aquela cara de simpática ... antes de dar uma noticia menos boa??
Assim foi, a enfermeira disse com a voz mais simpática que pode algo que eu entendi como:

NÃO ENTRAS!!!!!!!!

Pelos vistos estavam lá 17 mulheres para (como dizem as enfermeiras) "PARIR" a casa estava cheia!!!!!!!
Daí foi esperar, esperar, esperar, ......... esperar, esperar, esperar, esperar, esperar........... e esperar mais um pouco, até ás 17.20h! Daí direitinho para a sala de parto com uma chamada para tlm da médica, Venha senão já vem tarde!!!!!!!! Cheguei, já estava a "coisa mais linda deste mundo" a:

HHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

ás 17.55h estava cá fora!!

Notícias do PAI

O João nasceu ás 17.55, com 3,150kg, de parto natural com epidural.
Correu tudo bem e estão os dois (mãe e filho) ÓPTIMOS!!


PS- Não houve mensagens para ninguém porque o papá (eu) esqueceu-se do Tlm da mamã em casa.....

PS2- Pela falha cometida o papá promete por fotos do João e da mamã amanhã aqui no blogge!!!

segunda-feira, 14 de abril de 2008

nove meses

Provavelmente, o próximo post já será da responsabilidade do papá! :o)

Neste momento faria sentido fazer um balanço... mas não consigo. Por incrível que pareça, subitamente, todas as dores, noites mal dormidas e outras por dormir, todos os sustos e contrariedades... passaram para segundo plano. Já começo a sentir as primeiras saudades nostálgicas da barriguita. Nunca pensei dizer isto, mas é verdade. Ontem cheguei a chorar... a rir... caí pela primeira vez desde que engravidei, a sorte é que foi para cima do sofá e fiquei tipo "bicho-de-contas" a tentar rebolar para me levantar e a rir ao mesmo tempo enquanto o George olhava para mim incrédulo. Um momento a registar! Tive a verdadeira noção do meu estado de graça e... do meu peso!

Hoje é dia de tratar de mim (leia-se: dar cabo dos pêlos e afins, duche bem quentinho e relaxante antes de -tentar- dormir, relaxar e meditar - fundamental...). Não esquecer de fazer uma marmita para o papá levar para comer amanhã durante o dia. Não esquecer dar banho e escovar os cães. E ainda vai sobrar tempo para um último passeio pelo Baleal com o Joãzinho embutido ;o) O São Pedro vai ser amigo!

A todas vocês quero agradecer o apoio e carinho que nos têm dedicado ao longo destes meses! Estou ansiosa por vos dar a boa-nova, como parte de toda uma grande família que fui criando on-line!

Pronto, pronto, estou a ficar lamechas ;o)
Beijinhos a todas e... até ao nosso regresso!

Últimos preparativos

Andamos a ultimar os preparativos para a chegada do nosso filhote! Limpezas e mais limpezas, recados, delegação de tarefas para o papá não se esquecer de algumas coisas... Nunca fiquei internada... vai ser uma aventura! Não sei quantas noites vou ficar na maternidade, mas também não me vou preocupar com isso.

Na sexta-feira lembrámo-nos que faltava a banheira e o muda-fraldas para o João e fomos até ao Jumbo no Arena Shopping onde comprámos um que a minha mãe se prontificou a oferecer :o)

Esta manhã fomos ainda fazer umas compras para deixar a despensa e o frigorifico abastecidos. Fui-me lembrando entretanto de carregar as pilhas para a máquina fotográfica, de carregar a bateria da máquina de filmar e deixar tudo a jeito e à vista para não nos esquecermos de nada em casa!
...
Hoje o meu irmão fez o favor de deixar a família em alvoroço... Ligou para mim e para o George e nenhum de nós atendeu. Pensou que já estava na maternidade! LOL! Ligou para a minha mãe a perguntar por mim e a partir daí foi tudo em cadeia! Moral da história: eu estava a aspirar a casa e não ouvimos os telemóveis! LOL! Pelos vistos não sou só eu que estou ansiosa ;o)

domingo, 13 de abril de 2008

Desafio!

A Alexis lançou este desafio e aqui estão as minhas respostas.
É suposto responder coisas que comecem com a primeira letra do nosso nome, no meu caso, o M! Aqui vai:

Nome: Mara
Palavra com 4 letras: Mamã
Veículo: Mota
Cidade: Madrid
Nome de Rapaz: Martim
Nome de Rapariga: Maria
Ocupação: Música
Peça de Vestuário: Meias
Celebridade: Madonna
Comida: Macarrão
Algo que encontramos no WC: Mousse (para o cabelo, claro!)
Uma razão para estar atrasado: Muiiito sono! ;o)
Animal: Macaco
Parte do corpo: Mãos
Palavra que te descreve: Meiga
...
Já está!
Agora quem gostar do desafio que se considere desafiado!

Miminhos: actualização

Recebemos este miminho da Maria José e da Sara:
...
E, além das mamãs que já nos tinham mimado, recebemos este da Nina, da Sofia, da Alexis, da Maria José e da Sara.

...
A todas, o meu sincero agradecimento!

sábado, 12 de abril de 2008

Bye bye neura!

Como as minhas telhas se "curam" na cozinha e como hoje tínhamos combinado ir visitar os meus pais, deitei mãos à obra e levei o almoço. Empadão de carne e para a sobremesa... mousse de oreos (feita especialmente para o meu pai e para o meu mano, claro)! Ontem ainda nos lembrámos de dizer aos meus avós para irem connosco e a minha avó levou um cozido à portuguesa que me fez ir caminho todo a babar de fome (e de vontade de comer)...
...
Uma cólica nos intestinos, juntamente com uma contração que me fez dobrar e gemer com dores pôs o meu pai em pulgas ;o) "Não me digas que é hoje, não me digas que é hoje!" Eheheheh! Nope! Parece que é mesmo só na terça-feira! Estamos todos em pulgas para te conhecer filhote!

Benvinda Inês!


Boas-novas!
Já nasceu a Inês da mamã Sara!!!
A Inês nasceu hoje, com 3,320 kg e está tudo bem com ela e com a mamã!
Ouvi dizer que ela é liiiiiiinda e os papás transbordam felicidade! :o)

Desejo-vos toda a felicidade do mundo!
PARABÉNS!

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Miminhos

Para mandar a neura dar uma volta de uma vez por todas ajudou bastante receber este miminho da Sílvia, da Ana e da Sofia! Fico-vos muito grata por se terem lembrado de mim! Ah! E também da Beatriz e dos papás! ;o) Muito, muito obrigada!

Dizem as regras (que eu adoro quebrar!) que nomeie 10 blogs amigos e visite cada um deles avisando da nomeação. Se foi nomeado por alguém, passe adiante e visite os outros nove blogs que foram nomeados junto com você. Ao passar a campanha, pode copiar o texto acima ou criar o seu próprio texto. O importante é não esquecer de avisar onde se encontra o selo e de nomear os seus 10 blogs amigos.

Ora... 10 blogs é muito pouco... nomeio todas as mamãs e futuras mamãs que nos visitam!
...
Aproveito ainda para deixar aqui um obrigada e um beijinho muito especial para uma amiga virtual que também me surpreendeu com um miminho do tamanho do mundo... a mamã da princesa Mara, a Simone.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Nós por cá...

Confesso que não tenho andado nos meus melhores dias. Estou cansada e a ficar saturada. Sinto-me mal, sem forças, com tonturas. Ando às cabeçadas de sono pela casa fora, tenho os horários todos trocados (que é para me ir habituando...). Tenho dores horríveis nas costas e as minhas virilhas parece que se vão rasgar a qualquer momento. A azia está cada vez pior e ando sempre enjoada e mal-disposta.

Confesso também que ando rabugenta e sem paciência para nada. A ida à maternidade na terça-feira não correu como devia... Nunca me tinha passado pela cabeça ter um parto induzido e pelos vistos assim vai ter que ser. O resultado de uma análise que fiz ao fígado e à vesícula veio com os valores completamente alterados... não estão a fazer o seu trabalho como deveriam... filtrar as impurezas... que me fazem mal a mim e podem passar para o João. Estou triste... mas pelo menos vou ser acompanhada pela minha ginecologista... menos mal. Fico mais descansada assim do que se apanhasse lá a idiota da médica que me atendeu nas urgências ou outras "bestas" que por lá andam... Dia 15 lá estaremos às 8h da manhã para dar início a uma nova etapa das nossas vidas.

E sim, estou com a neura. Mas sei que me dá forte e passa depressa. Tudo por um amor maior que já sinto há tantos meses...
...
Tenho tido dificuldades em visitar os vossos cantinhos... o meu computador anda completamente destrambelhado e está sempre a encravar... Nuns dias nem os blogs consigo abrir, noutros não consigo comentar... noutros o dito cujo nem liga...

Desafio...

Recebi este desafio da mamã Sofia... um desafio... musical.
Provavelmente o mais difícil a que respondi até hoje! Adoro música e escolher só seis que marcaram a minha vida até hoje... foi uma autêntica tortura!

Aqui ficam as seis de hoje, porque se calhar amanhã seriam outras:

* Fake Plastic Trees – Radiohead (A minha banda preferida; porque me faz viajar no tempo, porque me faz lembrar o meu irmão, porque me faz lembrar Taizé e o liceu, porque sim...);

*Roads – Portishead (Uma banda e uma música da altura do liceu. Roads tocou em repeat até riscar o cd...; uma música melancólica de uma banda intemporal);

*Sister – Lenny Kravitz (Faz-me lembrar os bons velhos tempos de liceu! Esta música em particular deixa-me de cabelos em pé);

*Lover you should’ve come over – Jeff Buckley (Uma fase uma bocadinho mais deprimente… a voz de um anjo imortal. Enche-me as medidas e faz transbordar a alma);

*Without you I’m nothing – Placebo (Faz-me lembrar a primeira vez que fui a um festival. Nunca tinha ouvido falar neles e fiquei rendida àqueles três personagens. A versão com o David Bowie é fabulosa);

*Go, or go ahead - Rufus Wainwright (Marcou a minha saída de casa. Tinha acabado o curso há dois meses e o Rufus foi, na altura, a minha grande companhia. Uma música que me enche a alma e que também ela, inevitavelmente, me faz lembrar o meu irmão).
...
Para quem gosta de música e para quem tenha coragem de escolher só seis músicas... Considerem-se desafiadas!

terça-feira, 8 de abril de 2008

Tudo na mesma...

Literalmente! Passámos a tarde toda na maternidade (que graaaaande seca!)... e está tudo tal como há uma semana atrás. A dilatação continua a ser só de 1 dedo e as contrações irregulares. E o João continua a brincar às escondidas com a médica... Passa o tempo todo no "remelexe" na sala de espera, mas assim que me deito na marquesa... pimba, o sr. Joãozinho ajeita-se a dormir a bela da sesta! ;o)

O malandreco anda a brincar também com a ansiedade da mamã e do papá! Quando era suposto estar quietinho no quentinho queria vir cá para fora e agora que pode e deve vir... "'tá quieto, que 'tá de chuva"!!!

Eu estava com uma neura descomunal até ter visto os vossos comentários... fico muito feliz e sensibilizada com a vossa preocupação e interesse! Tantas "tias" virtuais para o João! Obrigada pelas vossas palavras e pelo vosso apoio!

Na próxima terça-feira lá vamos nós novamente... e... se não houver novidades antes, não deve passar desse dia!

domingo, 6 de abril de 2008

Mito?!

Mito ou não, a verdade é que passei o fim-de-semana a fazer limpezas. Desde as 9 semanas de gravidez que não podia fazer nada destas coisas de "fada do lar", mas como agora até convém que me mexa, aproveitei para matar saudades do aspirador e da esfregona! Confesso que já tinha saudades de ser eu a limpar a nossa casa! Metade ontem e o resto hoje.

Temos feito, o papá, a mamã e o João, longas caminhadas todos os dias, depois de almoço e depois de jantar. Tenho tido contrações irregulares, mas cada vez mais fortes e picadas ligeiramente dolorosas no fundo da barriga. Também me tem doído a zona dos rins. O João não está a poupar energias para o parto, até está é cada vez mais irrequieto! Já lhe disse que a saída é para baixo, mas ele parece querer mesmo furar o meu umbigo ;o)

Continuo (im)pacientemente à espera que ele se decida... e estou ansiosa pela consulta na maternidade, esta terça-feira, para saber em que ponto nos encontramos.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Ainda por cá!

Ontem liguei à ginecologista para lhe dizer do rolhão e ela disse que era normal, principalmente depois do belo do toque. Claro que me mandou ficar atenta às contrações e a uma possível ruptura da bolsa. Se não houver nada de novo, lá estarei na próxima terça-feira na maternidade para avaliar a situação. Tenho tido contrações, mas nada de muito doloroso e nada regulares. Tranquila, portanto!

Ontem, quando o papá chegou a casa, fomos fazer a nossa caminhada diária e nada melhor do que ir passear a barriguita pelo Baleal, principalmente com o tempo que tem estado! Comemos um geladinho e andámos, andámos, andámos! Mas não te sintas pressionado, filhote! Tu é que sabes quando queres nascer ;o)

Hoje tínhamos ecografia em Entrecampos e lá fomos nós fazer o ponto da situação. O líquido aumentou mais um bocadinho e já saiu do limite mínimo! YES!!! E o Joãozinho também aumentou... LOL! Já conta com uns nada modestos 3,200 kg, estando no percentil 50. A placenta e o cordão continuam nos "trinques" e operacionais. Está tudo óptimo com ele e com a mamã também. Só voltamos lá no caso do João não nascer até às 40 semanas, para reavaliar.

Assim sendo... continuamos a contagem decrescente!

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Última hora!

Acabei de sair da casa de banho... o rolhão mucoso está a sair!

Eu sei que ainda pode demorar uns dias... mas é uma emoção muito grande! É o primeiro sinal de que está meeeeeeesmo quase :D

E dia 6 é Lua Cheia, LOL!
...
Para quem tinha perguntado, já incumbi o papá do João de vir comunicar a boa-nova aqui no nosso cantinho, quando for a hora "J". E como das minhas amigas virtuais só tenho o número de uma futura mamã... estava a pensar enviar-lhe uma mensagem, será que posso, Sandra?

O que fazer...

... em mais uma noite de insónias... em que já passa das 3h da madrugada... em que não me apetece ver tv, nem ler, nem coisa alguma? Ora... dedicar a minha atenção à barriguita que tem acolhido o João ao longo de todas estas semanas! Aqui fica o testemunho em imagens... 37 semanas e 14 quilos depois...

(E agora vou fazer o 568º lanchinho do dia...)

terça-feira, 1 de abril de 2008

O famoso toque...

O verdadeiro toque! Claro que nas consultas já era feito, mas ESTE... a médica bem avisou que ia ser um bocadinho mázinha... mais marquesa houvesse para subir e mais eu trepava por ali acima! Xiça! Mas valeu a pena... porque está(va) tudo na mesma. João encaixado, cabeça na posição ideal, colo do útero maduro... mas completamente fechado! Toma lá e embrulha um toque e fiquei com 1 cm de dilatação. A médica ainda se riu e disse-me que o toque dói mais do que o parto, só que o parto dura horas e o toque apenas uns segundos. LOL! Avisou-me que era possível que fosse ter perdas de sangue (já estou a ter...) para não me preocupar que era resultado da "maldade" que ela me tinha feito. Também disse que seria provável que começasse a sentir contrações mais fortes, mas que é tudo normal e para não me preocupar. Além disto estou toda dorida por baixo... Ossos do ofício!

A maternidade estava um caos e acabámos por não fazer CTG, ficou para a próxima terça-feira. Mas fizemos uma ecografia e lá estava o sr. Joãozinho... a dormir! Incrível, LOL! Tinha estado o tempo todo na sala de espera a esticar-se todo e a espernear que nem um maluco. Ela lá o acordou e vimos muito bem os pulmões a treinar e o diafragma a subir e a descer. O batimento cardíaco está óptimo. O líquido continua no limite inferior, mas nada de preocupante, desde que não desça. Ainda tirei sangue para análises e foi uma amostra do corrimento que tenho tido para análise, mas não parece ser nada de preocupante.

Já não estou confinada ao repouso, pelo contrário! Fazer caminhadas diárias e subir e descer escadas para ajudar a desencadear o trabalho de parto. Ela deixou no ar que talvez lá para as 39 semanas, mas que estas coisas são imprevisíveis. O João e o corpo da mamã é que sabem qual é a melhor hora. Assim sendo... continuamos à espera!