sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Da falta de tempo

Começa a faltar-me o tempo para actualizar o nosso cantinho com mais frequência. Com a aproximação do Natal, aumenta o número de tarefas que tenho para fazer e complica aqui o esquema.

Já tivemos a festa de Natal do Jardim de Infância que correu muito bem. A Rita apresentou-se pela primeira vez em palco e não se atrapalhou nada; aliás, até parece que nasceu para estar em destaque. O João também esteve bem e nota-se que se sente mais à vontade.

O Pedro continua a recusar a sopa, a fruta e a papa e a querer só mama. O pai, com muita dificuldade, lá lhe consegue ir enfiando umas colheres de sopa pela boca abaixo, mas sempre com muito berreiro e lágrimas à mistura... As noites continuam a não ser regulares; nas noites "boas" acorda duas vezes para mamar e volta a dormir, nas piores acorda de hora a hora ou dá-lhe a "despertina" durante a madrugada e quer paleio quando eu quero é fechar os olhos e cair para o lado.

Durante o dia já noto que começa a ter os seus horários e rotinas bem definidas. Acorda, mama, brinca, dorme uma sesta, acorda, mama, brinca, engole a sopa à força, amua, mama, dorme outra sesta, acorda, brinca, mama, dorme outra sesta, brinca, toma banho, mama e vai para a cama. Daqui para a frente é que começa o caos nocturno.

O cansaço é cada vez maior e ando numa fase muito sensível. Vale-me o super-pai cá de casa que vai aguentando as noites piores em branco para eu poder dormir 3 ou 4 horas seguidas. O fusível está mesmo a dar as últimas... Eu, que sempre tive memória de elefante, esqueço-me de tudo e pareço uma barata tonta... Enfim... vamos levando um dia - ou noite - de cada vez.

1 comentário:

amigos das onze horas disse...

É natural que te sintas assim, se um dá trabalho imagino 3:)