quinta-feira, 19 de abril de 2012

Ode ao cocó de cão (?)

Hoje foi dia de consulta dos 4 anos do João no Centro de Saúde. Está tudo bem com ele. É esta a frase mais importante deste post.
Hoje de manhã a Rita pisou cocó de cão antes de entrar para o carro. Pena que eu só dei por isso depois de ela ter subido para o carro e se ter sentado na cadeira dela - que está no lugar do meio. Pena que pelo caminho até à cadeirinha tenha deixado um rasto mal-cheiroso e montes disso mesmo por todo o lado onde passou com o pé. Estavamos com o tempo contado ao segundo para não chegarmos atrasados à consulta e, mesmo assim, tive que lhe trocar de ténis - não sem antes ter tentado limpá-los na erva e depois com a mangueira e ter dado banho a mim própria, tendo ficado igualmente cheia de cocó de cão. E ainda agarrei em todos os "dodots" que tinha e tentei limpar a porta do carro e os estofos com eles. E quando lhe ia pôr o cinto reparo que a cadeira dela e o próprio cinto tinham "postas" de caca agarradas - e a minha mão também. Por esta altura já eu chorava, passadinha da cabeça e com o Tico e o Teco a pedir descanso. O João dava-me beijinhos e dizia para eu não chorar mais porque ele já tinha dado beijinhos. Agarrei em mais "dodots" para limpar a caca, voltei a entrar em casa, mudei de casaco e lavei as mãos e lá fomos. Pelo caminho - feito de janela aberta - a xôdona Rita atira com a chucha num dos seus acessos raivosos e vai todo o santo tempo a chorar em plenos pulmões porque depois afinal queria a chucha, mas eu estava a conduzir e, como é evidente, não podia virar-me para trás para ver onde estava e lha dar de volta. Chegados ao destino, tiro-a do carro e vejo que tinha estado sentada em cima de cocó que estava agora devidamente colado às calças cor-de-rosa. Respirei fundo, entrei no Centro de Saúde, confirmei a consulta e voltei aos "dodots". Ficou com uma mancha no rabo, mas o castanho saiu. O cheiro não. Esse acho que ainda o tenho entranhado no nariz.
Acabada a consulta, saímos do consultório e consegui fazer a proeza de entalar 3 dedos do João na porta - tadinho do meu menino... Gritou, chorou - e a mim também me apeteceu chorar e gritar... A médica tratou dele e acabou por adormecer no carro.

Depois disto, só tenho a dizer que mais vale cocó de cão do que doenças.

13 comentários:

Tere disse...

Cum catano... é o que me apraz dizer depois desta aventura... tadinhos da Ritinha e do João... mas coitadinha da mama... Mara... há dias assim... que de manhã não deviamos acordar para de tarde não sair de casa à noite!!!
Bjinhos as melhoras ao João pelos dedinhos entalados...

Full-time Mom disse...

Mas que dia... :/ Espero que termine bem, tu mereces! O João fez dói-dói ou foi só as dores? As melhoras. Faz um doce e senta-te no sofá a comê-lo regalada que fica tudo melhor, vais ver! ;) Beijinho

Vânia e Mariana disse...

Que dia!!! Possas.....

Beijinhos,

Andreia disse...

Que grande conclusão e que grande m*rda!
Faz-me lembrar o episódio da 1ª consulta da Joana, com 1 semana...
Mantem-te longe dos poios ;)
Bjocas

pataniscaepatareca disse...

realmente é preciso ter muito azar :O
as melhoras do joao
e calma querida :)
bjoca grande

Marta disse...

Ninguém merece!
Conheço bem essa sensação de desespero e a espiral de situações caóticas... e quanto mais desesperamos mais elas parecem acontecer.
Espero que já estejas mais calma.

Ana Costa disse...

Que tarde... enfim, o melhor mesmo é pensar que eles estão bem e respirar bem fundo... imagino a tua 'fúria'... :)

Mamã Petra disse...

Mara desculpa mas tive de me rir muito até que cheguei á parte em que o Joãozinho entalou os dedos e sim esta foi a pior parte, apesar de o coco te ter dado luta, safa que ganda coco. Faz como diz a Full-time mom vai fazer um doce e comê-lo todo no sofá.

Beijinhos

mãe pimpolha disse...

Eh pá, que dia fantástico.
Beijocas

Fi disse...

Desculpa mas fizeste-me soltar enormes e boas gargalhadas :) há dias mesmo impossíveis mas q contados só dá mm para rir :)

Cris disse...

Obrigada por me fazeres rir logo de manha :) hehe!!!!
Beijinhos para todos!!!

jmalho disse...

Mara! vá pronto... ri-me um bocadito :) mas entendo o teu desespero pois há momentos em que o mundo conspira contra nós...
Depois admiram-se que as mães bufem!!
Bjos e as melhoras do João

Cris ♥ disse...

Eu imagino o teu desespero, mas a tua descrição fez-me dar umas boas gargalhadas!!!
Um beijinho grande e as melhoras ao pequeno João!!!!