segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Da personalidade

Ou do grandessíssimo mau feitio.

A Rita tem carinha de anjo. E é só isso que ela tem de angelical. Falava eu há dias do seu parco vocabulário mas há uma palavra que ela diz na perfeição, que repete milhares de vezes por dia e à qual costuma associar o lançamento em força e distância de algum objecto que tenha à mão - normalmente a chucha, a fralda de pano e o kiko niko; hoje atirou com um prato de plástico e já tem ameaçado com coisas piores - NÃO! Também costuma atirar-se para o chão e espernear ou então fica de pé, firme e hirta da cintura para cima, a bater com os pés freneticamente no chão. Temos cenas destas todos os dias, várias vezes ao dia, sempre que é contrariada - e acreditem que ela é contrariada muitas vezes.

Hoje começou na sesta da manhã, cheia de sono, a esfregar-se toda, berrava que nem uma doida e eu ouvia, do lado de fora da porta, os seus preciosos objectos a serem arremessados e a cair no chão. Até as meias costumam ganhar asas e voar daquelas mãozinhas e hoje não foi excepção. Eu espero sempre um bocado e depois lá vou apanhar tudo e devolver à excelência que, consoante a disposição, ou desiste e adormece ou volta a repetir o ciclo. Não sei se inspirada pela cerimónia dos Óscares, hoje a cena repetiu-se estoicamente até eu me fartar e a tirar da cama sujeitando-a, inevitavelmente, a uma "tortura de sono".

A ideia era antecipar o almoço dela para o meio-dia e depois voltar a deitá-la, coisa que já tenho feito vezes sem conta. Pois que a madame, assim que viu a sopa, começou a gritar os seus "nhão"! E eu a pensar "deves estar a brincar"! Sentei-a à mesa e os "nhão" continuaram, arremessou com a chucha, pôs as mãos à frente da boca e começou a abanar a cabeça. Sinceramente, ando tão cansada que me limitei a pegar nela e enfiei-a na cama sem almoço. Gritou, berrou, esperneou, atirou com as coisas até acabar por ceder ao sono. Dormiu duas horas e quando acordou estava eu a ganhar coragem para lhe dar o lanche: sopa, arroz e hambúrger. E foi isso mesmo que fiz. Devorou três conchas de sopa e comeu o segundo prato. Não quis a fruta e eu não insisti porque já lhe tinha dado durante a manhã.

Esta miúda vai começar a pagar a tinta que compro para disfarçar os brancos. Tem um feitio intempestivo. Quando embica, por exemplo, que quer andar ao meu colo não há quem a demova - minhas ricas costas. Quando tento pô-la no chão ela engancha as pernas à minha volta e às vezes sou obrigada a deitá-la no chão para conseguir que me largue. E depois temos, invariavelmente, o "drama, o horror".
And the Oscar goes to...

14 comentários:

Fi disse...

onde é que eu já vi isto? :) bem tirando a parte do sono. Quando a deito fica na grande maioria das vezes. É da idade, só pode. O João não te fazia nada parecido`? É que se não fazia vamos colocar a culpa no sexo da criança!
Beijinho e paciência :) é um cliché e tu sendo mãe de dois já sabes: eles crescem =)

Mamã Nocas disse...

Tem personalidade vincada. A margarida tem por vezes um pouco de mau feitio, e por vezes deixa-me louca tb. ACHO QUE COMO MÂES ELAS CONSEGUEM DEIXAR-NOS KO.
Ando tão cansada tb.
MELHORES DIAS VIRÂO. KISS

Anónimo disse...

Cara de anjo?!?! Lolololol Estás a ver com olhos de mãe! Com olhos de madrinha eu vejo uma cara de safardolas do pior! Tem pestinha escrito na testa!!!! Lolol
SRC

Full-time Mom disse...

A minha também é terrível! E quando começa a ralhar lá no dialecto dela de dedo em riste? Também se atira para o chão... Não, minto! Ela deita-se com jeitinho e depois é que começa a espernear e a guinchar! Birras de deitar no chão foi coisa que o Minúsculo nunca me fez. Elas as duas são a prova de que as meninas são piores que os rapazes! E não acho nada que seja personalidade, a personalidade só se desenvolve lá muito mais para a frente, aliás o seu desenvolvimento vai até à idade adulta. Acho mesmo que estes comportamentos são a testar limites, a ver até onde as deixamos ir, cabe-nos ser firmes e não ceder. :) E aos meus também já lhes aconteceu lancharem o almoço! Já viste que más somos?! ;) Beijinho

Como"escolher" o sexo do bebe! disse...

Confesso que aki em casa não é muito diferente, alias o Davi não quer comer hora nenhuma...´so leite e leite.Nossa!
Mas quanto a personalidade cabe a nos tmbem ajudar com alguns limites e vejo que vc ja os faz....boa sorte pra nos rsrs
Pois cada dia é um espetaculo a parte rsrs
bjkas e uma otima terça pra vcs!!!!!!

Luis disse...

Acho que querias dizer Kiki, não? :-D

Em busca do sonho disse...

Que feitio tem a Ritinha... mas é altura de lhe impor limites e tu já o fazes. No outro dia disseram-me que eles sabem bem como nos tirar do sério: através da comida e da higiene. E é isso mesmo que eles fazem!

Agora resta esperar que ela vá entendendo o que está bem e o que está mal. Até lá kilos e kilos de paciência que às vezes eles conseguem-nos levar à loucura!

bjinhos nossos e conta até mil!

Maria João disse...

É uma fofa:))) Uma fofa diabinha! Mas é do sexo, sem dúvida. É gaja, desculpa-me o termo. Acho que os meninos têm brincadeiras mais abrutalhadas, mas não fazem tantas cenas como as meninas. Digo eu. Tenho de esperar uns meses pa comprovar. Mas sê firme com ela Mara. É a única forma de o feitio vicado, ficar mais desvincado:)

Sofia disse...

Achos que estavas mal habituada pelo João....lol
E não concordo nada com a full-tima mom...eu e o meu irmão, um ano de diferença, exactamente a mesma educação, ele era uma peste do pior, eu era uma santa.
É personalidade sim senhora e nota-se logo desde os primeiros dias/semanas/meses.
Cabe-nos a nós, pais, a árdua tarefa de "moldar" essa personalidade na medida do possível...o que quer dizer, trocando por miúdos, temos de ter uma pachorra do caraças!
Bjos

Mamã Petra disse...

Também tenho cá um exemplar desses, de seu nome Margarida, no entanto se houvesse alguém estranho por perto era a maior santa do mundo, por isso nem valia a pena eu contar do mau feitio, que ela deitava logo por terra.

Beijinhos

Tere disse...

Uiiiiiiiiii... elas vieram da mesma escolinha... a Matildinha também faz birra de se deitar ao chão e tal... e não quer a sopa e "nan" é agora a palavra que mais diz depois de "mámá, oh mámá" :) mas eu ignoro e ela passado uns segundos (minutos) vem ter comigo deita a cabeça no meu colo ou agarra-se às minhas pernas e diz com um olhar de trespaçar o coração mais duro do mundo "oh maámá" e pede desculpa sempre com um bjinho... :)
A Ritinha tá muito fofa!

Catarina disse...

Uiii..uma pequena rebelde, tenho mais ou menos o mesmo feitio em casa, e cansa muito, isso é verdade ..
Bjs

Barriguita disse...

podia ter sido eu a escrever isto, pois podia. a Micas tem o mesmo mau feitio, a mesma mania do não, a mesma mão lampeira para uma palmada e para atirar tudo, a mesma cena dramática quando é contrariada... questiono-me muitas vezes onde é que estou a errar, confesso. A quem é que estas minis sairam com este mau feitio? Gajas!!!

mãe pimpolha disse...

Eu não sei o que é ter um anjinho em casa, este meu dá comigo em doida. só espero que um segundo não tenha este feitio, mas com um bocado de sorte aindaé pior. LOL
Beijocas