segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Jardim-de-infância: o início da saga

O João em Setembro vai para o jardim-de-infância. Coisa bonita e fácil de dizer (escrever) se eu tivesse, ao menos, por onde escolher. Porque viver na santa terrinha tem destas coisas, o único jardim de infância que existe cá na terra está completamente fora de questão. Trabalhei lá durante 2 anos e nem me passa pela cabeça inscrever lá o João (mais depressa fico com ele em casa até à escola primária). Fora este, temos um privado a poucos km de onde vivemos e hoje dei lá um salto para conhecer o espaço e pedir informações. Não se pode dizer que tenha ficado muito bem impressionada... Alvará nem vê-lo (mas juram a pés juntos que o têm). Têm lá 15 miúdos entre os 10 meses e os 5 anos (tudo ao molho, e eu nem tenho nada contra grupos heterogéneos, mas enfim...). Pareceu-me tudo um bocadinho abandalhado demais para o meu gosto. A outra alternativa implica que façamos uns bons 80 a 90 km diários para o ir pôr e buscar (está, portanto, fora de questão). Estou com um nó cego na cabeça. No final desta semana a ver se volto ao tal do alvará desaparecido em combate (e amanhã telefono para a Seg. Social para confirmar a sua (in)existência), desta vez com o João e o papá, a ver o que ele acha (posso estar a ser picuínhas...).

7 comentários:

Filipa Serrão Oliveira disse...

pelo que descreves não me parece que estejas a exagerar... dos 10 meses aos 5 anos tudo junto? Parece-me no mínimo estranho, mas já vi que tens poucas alternativas onde vives :( Por um lado faz-lhes bem interagirem com outras crianças a partir de determinada idade, eu tb quero pôr a Clara aos 3 anos, mas por outro vê-se com cada coisa não é?

PatLeal disse...

Eu acho q não estas a ser, na escola do Jóni, ao tem os miúdos juntos dos 3 aos 6. Mas pronto cada escola é q sabe! Vê bem novamente.

Bjs

Mami ( Sónia ) disse...

Bem isso parece ser uma grande confusão. Normalmente estão separados por idades.
Mas volta lá nunca se sabe se não vês com outros olhos.

Marina disse...

A escolinha da tua terra é assim tão ruim? Essa em que têm misturados bebés com grandes também não parece boa. Beijo

Sofia disse...

Normalmente os meninos agrupam-se por berçario, sala 1/2 anos e sala dos 3 aos 5 e tem a ver com a aquisição de competências.
Faz-me um bocado de confusão, tudo assim, tão ao molho. Que eles convivam no intervalo, ainda vá que não vá, mas assim todos juntos na mesma sala...Num sei, não.
Pois que nós por aqui vamos inscrevê-los nalgumas 6 escolas diferentes, embora não existam grandes perspectivas que consiga vaga.
Vamos ver.
Acho que levá-lo a ele e ao pia é boa ideia. Normalmente nós somos mais picuinhas.
Bjinhos

Manuela disse...

Boa sorte. Isso não parece estar fácil. A mim não me assusta nada a questão deles terem as idades misturadas, provavelmente são uma escola pequena. Acho que o mais importante é a atenção e o carinho que dispensam às crianças. Eles são tão pequeninos. Têm muito tempo para aprender a ler, a contar ou a aprender inglês, como já tenho lido por aí.
bjinhos

Alex disse...

Bem, já tudo foi dito, apenas faço uma sugestão: se não tiverem alvará, pede que te façam um desconto... or else ...!