terça-feira, 30 de novembro de 2010

A primeira sopa


Depois de ontem termos tido cenas dignas de um filme dramático, em que a Rita à noite não quis sequer pegar na mama (até aero-om lhes pus em cima a ver se ela assim pegava), decidi que hoje iríamos começar com a sopa e a fruta. E assim foi. Uma cenoura pequena, uma batata média e um pedacinho de cebola. A fruta escolhida foi a maçã, cozida e triturada.

Montámos o estaminé todo, com ela sentada connosco à mesa e com o João a achar um piadão a toda a movimentação, e lá comecei a dar-lhe a sopa. Ou, melhor dizendo, a tentar. A primeira colher entrou e a sopa foi prontamente cuspida. Seguiram-me uma série de tentativas frustradas, ora com a sopa, ora com a fruta, e o resultado foi sempre igual. No máximo engoliu uma colher e o restante tempo foi passado a puxar o vómito ou a rir-se para o irmão (como ela se ri com a boca toda aberta eu aproveitava essas alturas para enfiar a colher).

Um dia de cada vez e amanhã há mais. Depois do que passámos com o João com a introdução da sopa na alimentação dele, estamos prontos para tudo. Só gostava de ter tido esta calma e tranquilidade quando foi com ele. Com o segundo parece tudo mais fácil, sem pressas e sem pressões. Que é como quem diz que o mundo não acaba se ela só começar a comer (bem) a sopa daqui a umas semanas.
...
ADENDA: Quando foi do João começámos com a papa, tal como sugerido pela médica de família que tínhamos na altura; a médica de família que temos agora recomendou que se começasse com a sopa (com a teoria de que a papa é doce e depois é um castigo para os habituar à sopa). A pediatra deles é indiferente porque diz que depende de cada bebé. E, aliás, se bem me lembro, quando foi do João, ela disse para lhe dar sopa ao almoço e papa ao lanche na consulta dos 4 meses. Quando levei o João a esta consulta com a pediatra já ele tinha comido papa 2 ou 3 vezes e ela não levantou nenhum problema. O problema foi mesmo ele aceitar a sopa... foi uma saga de que nunca me vou esquecer e, talvez por isso, tenha optado, desta vez, por começar com a sopa em vez da papa. AQUI está, dá sempre jeito ter tudo registado.

11 comentários:

♥ Marta ♥ disse...

Da segunda vez estamos mesmo com outro espirito, eu também notei muito isso. Há-de começar a comer, melhor ou pior, não adianta stressarmos.
A minha também passou uma fase, durou cerca de 1 semana, em que recusava a mama, só mamava bem durante a noite, durante o dia era um desespero (também foi quando comecei com a papa), mas passou felizmente.
Beijinhos e boa sorte nesta nova fase (que é um bocadinho chata, diga-se).

mãe pimpolha disse...

Ahahahah, fazem sempre uma cara tão feia.
Beijocas

Maria João disse...

A cara dela está tão engraçada. Mas Mara diz me uma coisa, começaste pela sopa porque o teu pediatra é dessa opinião ou porque assim o decidiste? Sei que geralmente começa se com a papa,com a Mia assim o fiz, excepto algumas situações ou os pediatras que têm ideias diferentes. Como foi ctg?
Bjinhos

Barriguita disse...

como já te disse no FB, eu sou uma adepta de começar pela sopa. Quando a pediatra do Pedro me sugeriu, eu achei que ela era doida, mas hoje dou-lhe toda a razão e recomendo a toda a gente. é claro que os 1os dias de sopa foram iguais ao que descreves, mas depois de se habituar, foi uma maravilha. e sempre preferiu a sopa à papa, seja coincidência ou não.
a Clara vai começar a sopa daqui a uma semana, poucos dias antes dos 4 meses, porque eu quero. a pediatra não colocou nenhum entrave, por isso a ver vamos... mas conto que o filme seja o mesmo, só espero é que depois entre nos eixos, como com o irmão.

e cá para nós, ainda há pouco estavam na barriga e já andam a comer sopa??? SOCORRO, alguém pare o relógio e o calendário!

bjinhos

Loyola disse...

oh meus Deus!!! a cara da Rita é de se mijar a rir!!! parece que lhe estás a dar a coisa mais estranha e horrenda! Porque não pões batata doce em vez de batata normal? eu de inicio ponha sempre batata doce para ser mais fácil de descer! Mas acho que já tinhas tentado isso com o joão e sem sucesso não foi? Mas cada caso é um caso, pode ser que a ritinha seja mais amiga de docinho! :)
Boa sorte amiga! :) beijocas*

Mami ( Sónia ) disse...

Já estou a ver o que eu vou passar de novo!
Com calma a Rita habitua-se à sopinha e vai adorar. Eu com a Sofia fazia uma refeição de sopa e outra de papa, mas ela até gostava mais da sopa.
Beijinhos

Teresa disse...

No segundo não sei como é :) Sei que com a Maria não correu assim tão mal! O que ela gostava mesmo era de sopa de beterraba! Mas mesmo assim era sopa a voar por todo o lado! ehehehe!
Sim é bom ler os relatos antigos! Dá imenso jeito!
A Rita está lindona!
beijinhos

Aline disse...

Já? Como o tempo passa! Parece que ainda ontem estavas grávida e hoje, a Ritinha já como sopa...

Ana Costa disse...

Amanhã vai correr melhor de certeza :)

Nós começamos pela papa e depois pela sopa e fruta.

Beijocas

Filipa Serrão Oliveira disse...

espero que já tenha corrido melhor mas porque não utilizas batata doce? Batata normal é só amido e como legume não tem interesse nenhum... Batata doce é cheia de fibra e muito mais rica em vitaminas do que a batata normal. E porquê cebola? Cebola ainda põe a sopa mais amarga. Até hoje faço a sopa da Clara com batata doce. Por vezes utilizo batata normal, mas ela prefere da outra e eu quero é que ela coma. De resto come os legumes todos até agora =)

que tal a experiência nestes dias?

© ●•TéTé £ XαVιєя•● disse...

Lembro-me bem do filme quando o João começou a comer… estás vacinada e ainda bem que a calma de hoje é outra!

Amanhã é outro dia ;o)

Beijos
Tété & Xavier