quarta-feira, 20 de março de 2013

29 semanas

E continuo a sentir-me muito bem! Nada de engordar à maluca, nada de inchaços... só tive uns dias de alguma ansiedade à conta de uma consulta a que tive que ir faz hoje uma semana mas, entretanto, já voltei ao meu modo zen.

Ora bem, a médica de família, na última consulta, já me tinha avisado que agora era obrigatório mandar todas as grávidas para uma consulta de imunohemoterapia no hospital para despistar a doença hemolítica do recém nascido - trocado por miúdos, a incompatibilidade de rh caso a mãe seja rh-. Apesar de eu estar careca de saber que sou rh+, lá tive que ir. Pensava eu que ia só "picar o ponto" e voltava para casa. Pois... tinha sido assim se não tivesse apanhado uma médica completamente alucinada.

Tentado resumir a coisa, assim que soube que este é o meu terceiro filho, mas que é a minha sexta gravidez, somou um mais um e concluiu que 3 abortos era "caso de estudo", mesmo não tendo sido todos seguidos. Mesmo sabendo que fui sempre muito bem seguida pela médica de família e pela minha ginecologista. Acho que a médica ficou cega e surda, absorvida nas suas teorias, e começou a debitar uma série de análises e exames para eu fazer e chegou a falar em mandar-me para Coimbra para ser seguida na consulta de gravidez de alto risco.

Falou em Lúpus, falou em trombofilia, falou em carências nutricionais... eu sei lá. Saí de lá completamente de rastos, nervosa e preocupada. E com vontade de a esganar. Logo naquele dia fiz uma colheita de sangue para análise e fiquei com nova consulta marcada para esta segunda feira. Lá fui eu, a rezar para ela não estar tão alucinada como na consulta anterior, e tive sorte. As análises estão óptimas. Apenas indicam uma infecção, muito provavelmante, derivada da crise de sinusite que tive durante umas semanas. A anemia está muito melhor. O meu rh é mesmo positivo e não tenho anticorpos a circular no sangue - que era, afinal, o objectivo principal da consulta. Os valores da protrombina e da velocidade de coagulação estão normalíssimos! Ainda assim, lá me disse que provavelmente não deve ser nada do que ela sugeriu na primeira consulta, mas que ia fazer as análises xpto na mesma, "só por curiosidade" (palavras da médica). Estou só à espera da autorização da directora do serviço para ir fazer as análises na próxima semana.

Enfim, respirei fundo... como há casos de tromboses na família directa, aproveito e fico já a saber se tenho ou não algum problema no sangue. E ainda tenho que lá voltar às 36 semanas para repetir as análises e para nova consulta... Que os anjinhos me dêem paciência!

3 comentários:

Andreia disse...

Xiça que confusão! Parece que quiseram debitar a teoria da faculdade toda em ti!
Sempre pensei que nessa questão da doença hemofílica do recém-nascido a questão era apenas a vacinação... Eu sou Rh-, o pai Rh+, logo a Joana Rh+ e antes dela nascer, tomei a vacina. Agora terei que fazer o mesmo, mas sem stresses!
A minha médica é muito cuidadosa, mas muito prática e tranquilizadora também!
É tudo o que as grávidas precisam, para complicar bastamos nós!

Gaiatas disse...

Aix... imagino como deves ter saído de lá! Mas felizmente tens umas boas análises.
E ainda vais ficar a saber isso das tromboses.. mas não terás nada!

Beijoca *
Sempre que vejo chocolate penso em ti :b

MVE disse...

LOLOLOL.... alucinados... não nos faltam :)
Eu com 24 semanas fui mandada para casa... o médico não me quer a trabalhar mais... as gémeas precisam da mama calminha!!!!!!

Bem.... bjinhos