sábado, 26 de janeiro de 2013

Otite

Ontem à tarde recebi um telefonema da educadora do João a dizer que ele estava muito ranhoso, queixoso de um ouvido e muito murchinho, tendo, inclusivamente, adormecido na sala. Não tinha febre, mas achou que era melhor avisar porque percebeu que ele não estava bem e que não é de se queixar sem motivo.

O papá foi logo buscá-lo e chegou muito mole e sonolento. Dois minutos depois - não estou a exagerar - disse que tinha fome e quis beber um iogurte líquido e comer duas sandes. Aqui sosseguei um pouco o meu coração, em tendo apetite é sinal que a coisa não é grave. Continuava a queixar-se de dores num ouvido e a dizer que estava entupido.

Falámos com a nossa cunhada e ela veio cá vê-lo. Confirma-se uma otite e já está a tomar antibiótico e brufen. Se se mantiver assim, sem febre, com apetite e bem disposto, já poderá ir ao jardim de infância na segunda- feira (ainda assim, e como estou em casa, vou deixá-lo ficar comigo na segunda e talvez na terça).

E é isto. Um ano e quatro meses depois dele ter começado a frequentar o jardim-de-infância recebi "o telefonema" que assusta - quase - todas as mães... Felizmente, por nada de muito preocupante, mas o suficiente para me deixar com o coração nas mãos.

3 comentários:

PatLeal disse...

As melhoras dele! bjocas enormes

Aline Rodrigues disse...

As melhoras para o João. beijinhos

Gaiatas disse...

É verdade.. ficamos sempre aflitas só de ver o numero a chamar !!

As melhoras do pequeno *