segunda-feira, 26 de março de 2012

Desabafo*

Adorava ser mãe a tempo inteiro e dondoca. A sério que gostava. Mas não pode ser. Sou mãe a tempo inteiro, doméstica, cozinheira, engomadeira, gestora, responsável de stocks, educadora, psicóloga, mulher e ainda faço alguns trabalhos extra para ganhar alguns euros e manter a sanidade mental e intelectual.

Adoro as pessoas que acham que eu passo o dia a esfregar o cu pelas paredes. A sério. Adoro mesmo, de paixão - NOT! Gosto mesmo muito que achem que o meu dia se resume a acordar, lavar-me e vestir-me a mim e aos miúdos, alimentá-los, pôr o João na escola, ir buscá-lo e já está - era bom, era! Adoro que achem que podem pôr e dispôr do meu dia e do meu tempo só porque estou em casa e sou mãe a tempo inteiro.

F***-se!!!
...
Desculpem lá, precisava de destilar o veneno antes que mordesse a língua.
E sim, sou privilegiada e não trocava esta vida por nenhuma outra. E tenho a minha sogra que me fica com a Rita quando preciso de arejar.  
...
* No título, leiam TPM.

18 comentários:

PatLeal disse...

Oh!!! Como te entendo!!!!

Bjocas

Anónimo disse...

quem me dera trabalhar fora lol sou mae a tempo inteiro de uma nina de 4 anos bem recentes ke n anda na escola e duma bebé k ainda n tem 1 ano...e estou a beira duma estafa lol

Sofia disse...

A questão é: quando se está em casa, há sempre que fazer. Tenhas trabalho fora ou não, mal chegas a casa levas com o outro trabalho, aquele que ninguém vê e acha que é "show di bóla" mas que deixa cá umas dorzinhas nas costas...aipoisé.
Bjos

Marta disse...

Só quem viveu ambas as experiências é que consegue avaliar.
Eu já trabalhei por conta de outrem, trabalhava fora e muitas horas e, ainda assim, não chegava tão cansada e saturada ao final do dia como me acontece agora trabalhando em casa, sendo mãe de duas e não tendo actualmente qualquer ajuda doméstica (só a minha mãe que às vezes me ajuda com as roupas).
Compreendo muito bem a tua revolta com quem dispõe do nosso tempo, "estamos em casa" temos tempo para tudo, deve ser por isso que às vezes só consigo tomar banho ao meio dia e almoçar às três da tarde...

jmalho disse...

Olha é um f....-se muito bem dito!! que eu também ando pelos cabelos com essa teoria da loja dos 300 que quem é mãe a tempo inteiro tem pouco que fazer. Tiram-me so sério...
Só quem nunca passou por isso... ;)
Bjo e uns chocolates ajudam a melhorar o humor :D

Cris ♥ disse...

Eu assino por baixo!!!
há quem me diga que eu tenho muito tempo livre!!!

Ana Costa disse...

Desabafa... faz bem! E a inveja que vá morar longe!

Beijocas

Paula disse...

O que eu adoro são as pessoas que julgam isto ou aquilo da vida dos outros. E se fosses dondoca à séria, será que alguém tinha alguma coisa a ver com isso?
Se as pessoas tivessem vida própria...

Andreia disse...

Sabes, há sempre quem tenha muitas opiniões, mas ninguém sabe a vida e as razões de cada um! Toda a gente "acha" qq coisa, seja o "amigo" que liga de vez em quando ou a sra da mercearia. E se já me preocupei muito com as opiniões, comentários, olhares de espanto das pessoas sobre a minha actual vida, opções e razões, ao ponto de me isolar e ter "vergonha", agora (tento) ignorar e seguir com a minha vida. Pelo menos das pessoas que não interessam. Porquê? Porque quando estava mal, a bater no fundo, essas pessoas não se preocuparam em dar opinião, ajudar a encontrar solução, a achar qualquer coisa. Muitas limitavam-se a dizer que elas é que estavam mal. E os "amigos" não ligavam. E "se esfregar o cú pelas paredes" não são elas que me vão pagar contas!
Embora pelas circunstâncias da minha vida gostasse que alguns aspectos fossem diferentes, são as minhas/nossas opções e razões.
Não deixa de ser difícil por vezes lidar com a situação sem apetecer dar uns tabefes!!!

Marlene, Simão e Martim disse...

Como te compreendo. Devem pensar que compramos tudo feito e que não fazemos nada. QUe esta vida de mãe a tempo inteiro é boa vida.
Beijos nossos

Tanita disse...

Como te compreendo!!!

carmo pinto disse...

é mesmo f...
cabeça para cima isso passa bj

Aline disse...

Pode até ser TPM mas tens toda a razão. E não é nada nada fácil gerir uma casa com 2 filhos.
Beijinhos

Malena disse...

Quem diz isso deve ser dondoca mesmo... e sem filhos nem casa que ocupem.
Eu trabalho fora mas ei muito bem o que é ser mãe a tempo inteiro (vivi-o como filha de uma mãe como tu).
beijos

cadernobeje disse...

Fui full-time mum-job durante estes ultimos 11 meses...e que canseira!!!!! Andava mais cansada que o meu namorido que estava horas a trabalhar. Qd não era a pessoa pequena, era a loiça, a roupa, a casa, os cães, as contas...as merdas todas!!!! Parabéns a quem gosta e a quem consegue. Eu vou voltar a ter um trabalho das 10h as 18h para "descansar"!!!!

Teresa disse...

Tens toda a razão!!! O trabalho de Mãe a tempo inteiro o pior é que não se vê! Sim és uma privilegiada mas é cansativo!!!
beijinhos

Barriguita disse...

cada um sabe de si... não é fácil conciliar vida profissional e carreira, mas também não é fácil ser mãe a full-time ( a menos que para isso tenhas uma empregada a tempo inteiro, digo eu). a minha experiência como mãe resume-se às licenças de maternidade e confesso que no final já andava a trepar paredes e a sentir falta do trabalho. agora que trabalho, sinto saudades daqueles dias em que era só mãe ( e dona de casa e tudo o resto). Nunca se stá bem com o que se tem, é certo, mas não se deve mandar os chamados "bitaites" da vidinha dos outros.

beijocas

Em busca do sonho disse...

Ignora... puro e simplesmente ignora este tipo de comentários. São feitos por pessoas invejosas que só estão bem a criticar os outros.

Se tens a possibilidade de ser mãe a tempo inteiro acho que fazes muito bem. E sabe-se perfeitamente que quando estamos em casa temos sempre coisas para fazer e não se para um bocado. E às vezes com eles em casa e tentar fazer as lidas de casa nem sempre é facil!

bjinhos nossos e força!