quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Balanço

Já passaram 4 meses desde que o João começou a ir ao jardim-de-infância. A primeira semana foi um pouco atribulada, com um dia de choro dele e alguma resistência em sair de casa e muitos dias de choro meu. Ainda hoje, por vezes, me sinto sozinha sem o meu menino em casa e tenho vontade de chorar. Mas também seria um choro de alegria e alívio. Porque ele se integrou lindamente e tem uma educadora e duas auxiliares que, além de fazerem o trabalho delas, o tratam bem e mimam muito. Além das actividades normais, de vez em quando fazem passeios a pé pela localidade e ele fica todo contente. Diz que já tem muitos amigos na sala, todos menos um porque, diz ele, se porta muito mal e tem sempre bolinha amarela e vermelha. O João, no geral, porta-se bem. De vez em quando entusiasma-se e vem ao de cima a sua faceta mais rebelde e desobediente, mas acata bem as chamadas de atenção que lhe são feitas. Acima de tudo, há uma coisa que me deixa de coração tranquilo: ele está feliz, mesmo muito feliz.

6 comentários:

Vânia e Mariana disse...

Ai que bom, porque a felicidade deles é mesmo o mais importante e a nossa felicidade também :)

Beijinhos

Nina disse...

Isso é muito bem... A Luana não fala sobre o que se passa no infantário pergunto todos os dias... Mas não sai nada. :) Tenho pena...

prlinpinpin disse...

Que bom! Ele andar feliz é logo meio caminho andado para ficares descansada :D!
Beijinhos

Em busca do sonho disse...

O mais importante é a adaptação deles, porque é complicado quando lhes trocamos as voltas e depois não compreendemos certos comportamentos que eles têm.

Eu compreendo-te perfeitamente e também sou uma chorona em relação ao Rafinha. Eu sou docente, e nas férias de Natal parecia como um tolo na ponte: por um lado queria ficar com ele em casa todos os dias, por outro não queria perturbar a rotina dela. Então decidi fazer dia sim dia não... mas quando era dia de o levar, saia do infantário sempre a chorar com o peso na consciência. Mas depois vi que realmente era o melhor para ele e que ele ficava bem.

bjinhos nossos

Marlene, Simão e Martim disse...

E é tão bom senti-los imensamente felizes.
Beijinhos

© ●TéTé £ XαVιєR● disse...

E para nós basta, sabê-los felizes :)

Beijinhos
Tété & Xavier