quarta-feira, 7 de julho de 2010

Caiu-me a ficha

Hoje, estava eu refestelada na espreguiçadeira no quintal a ver o João chapinhar na sua mini-piscina e a brincar quando, de repente, caiu-me a ficha. São os últimos dias em que ele vai ser filho único. Os últimos dias em que nos vai ter só para ele. É assustador, mas ao mesmo tempo fui invadida por uma sensação boa. O coração de uma mãe e de um pai nunca se vai dividir... vai expandir-se! O amor pelos filhos multiplica-se mesmo... Cada vez amo mais este miúdo!
(Fotos retiradas)
...
Adenda:
ao simpático comentário anónimo :))))
"só quem não tem irmãos acredita nisso :))))"
Pois... por acaso eu até tenho e logo dois!... 1 irmã mais velha e 1 irmão mais novo. E acredito nisso. Ou melhor, sei disso! Viva, então, a minha ingenuidade de filha, irmã e mãe "perfeita"...

19 comentários:

Loyola disse...

simplesmente lindoooo! tem a quem sair! :) e a Ritinha há-de ser a mesma coisa! Uma linda princesinha!!!
E sem dúvida que vocês terão muito amor para dar aos dois sem fazer distinção, porque como dizes o amor multiplica-se, não se divide! :)
Beijocas* Estou desejosa de ver a pimpolha!!!

Patrícia Teodoro disse...

Não podia concordar mais com as tuas palavras e assim sendo a admirar esse amor...beijinhos grandes

carmo pinto disse...

é isso mesmo multiplica se imensas vezes amor como este de mãe não há mais nenhum!
jitos

Aline disse...

Pensa que vais dar-lhe uma irmã. A companhia, o afecto e o amor de um irmão é para a vida. Conheço muitos filhos únicos que gostariam muito de ter um irmão. E isso, vais proporcioná-lo aos dois.
Beijinhos

Marlene e Simão disse...

Querida,
Eu penso tantas vezes nisso e ainda me falta tanto tempo.
Tenho receio de não conseguir dar-lhes o amor e atenção que merecem.
Um grande beijo com muito carinho!

Vânia e Mariana disse...

As fotos estão o maximo!!! :)
E sim, concordo contigo a 100%, o amor de mãe nunca se divide.

beijinhos,

♥ Marta ♥ disse...

Pois é... Também pensava muito nisso, a Nini ia deixar de ser a nossa filha para ser a nossa filha mais velha.
O amor definitivamente não se divide mas, infelizmente, o tempo e a atenção, sim...
Beijocas

mãe pimpolha disse...

Tu acreditas que o meu maior medo? Deixar de dar atenção ao meu Edu, por isso vou adiando.
Bem, não é só por isso, que aproxima-se uma grande mudança na minha vida e era impossivel om outro filho.
Beijocas

Catarina disse...

É bem verdade, o nosso amor expande-se e não se divide...
O tempo para dois é que é escasso..isso sim..
Uma hora muita pequenina.
Bjs

mamã ET disse...

:)
acredito mesmo que o amor é igual quer se tenha ou 10 filhos!!
O Joni está o máximo!!!

Jokitas e que venha a Ritinha!!!

Felicidades

Teresa disse...

Está tão giro!
E acho que ele vai amar ter uma mana!
beijinhos

Anónimo disse...

só quem não tem irmãos acredita nisso :)))
o amor está lá no coração dos pais disso n tenho duvidas..mas mas mas..
quem tem irmaos e toda a vida até adulto sentiu o amor por igual é realmente um felizardo e tem pais perfeitos e eu como só vejo pais perfeitos nos blogs..vou ali e já volto lolol

Mãe da Tiz disse...

Lindo que ele está!!!

Beijões***

pataniscaepatareca disse...

PRIMEIRO: BADAMERDA para esse comentario do ANONIMO!!!
Second (para ser diferente): acredito plenamente nas tuas palavras,ser mae é a melhor coisa do mundo, e quando nasce um novo bebe, quando nasce um novo filho nós "maes" nao dividimos o amor, nós simplesmente duplicamos, (no meu caso triplico hehehe) mas so quem é mae é que sabe ;)
lembro me tao bem de horas antes de me rebentar a bolsa da eva andar com a rita ao colo e pensar que mais umas semanas e nao o poderia fazer por causa da barriga... mas a eva pregou me uma partida e veio 11semanas antes ;)
brutal ah??? so te digo aproveita para descansar, prq tempo para estares com o joao nao vai faltar, e ainda vai ser melhor, e mais bonito. vao ter a ritinha do lado :)
beijinhos grandes

prlinpinpin disse...

Olá! ja acompanho este blog á cerca de 1 ano e gosto bastante! eu sou a 2ª de 4 irmãos e adoro, agora tb já vou no 2º filhote e se a vida permitir mais virão! dá trabalho, sim, não é facil, não é, mas é muitooooooo bommmmm!
Beijos e felicidades

Manuela disse...

Ui que anónima tão simpática! Pois eu mãe, irmã e filha pouco perfeita te digo Mara que sempre senti o amor dos meus pais, amo a minha irmã e sei que o amor que sinto pela minha filha o irei sentir também pelo irmão/irmã um dia que o venha a ter. Eles são a minha vida e não a imagino sem nenhum deles.

Bjinhos

Gasparzinha disse...

Concordo plenamente contigo. O coração de mão multiplica-se.
Bjs

Maria João disse...

Hmm, mais uma frustrada a visitar o teu blog! Quem não tem vida própria e muita inveja, é assim que se concretiza...Adiante, Mara concordo contigo, claro. E o pequenito vai ficar todo feliz por ter com quem brincar daqui a uns tempitos.
Bjinhos

© ●•ƬéƬé £ XαVιєя•● disse...

Liiindo, Jóni Boy ^_^

Esse sentimento do 'como será?' acaba por assolar qualquer coração de mãe mas sinto nas tuas palavras uma tranquilidade imensa o que prova que o teu coração vai ganhar um dimensão tão grande, pela multiplicação do teu amor pelos teus filhos, que não vai caber dentro de ti :o)

E certamente que irás conhecer a faceta de um João super protector e carinhoso, como mano mais velho que é!

Essa tua serenidade, que sempre transmites, faz com que até eu, que temo por outro filho nesta fase do Xavier pequeno e do Papá com alguns problemas de saúde, mude de ideias no que toca a 'mandar vir' um segundo filho!

Beijos
Tété & Xavier

P.S. - WTF?!?... essa fulaninha não tem mesmo o que fazer! Os seus comentários são de uma PARVOICE TAMANHA que até os nossos filhos, de 2 anos de idade, se rebolam no chão de tanto se rirem deles... PATÉTICA!!!
Ah! Já descobri de onde ela é... vou enviar-te um e-mail ;o)