quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Notícias menos boas

(copy/paste do FB)
Assim de rajada, na quarta-feira da semana passada fiquei a saber que na minha tiróide habita um tumor maligno. Mas é um maligno aparentemente fofinho e quase inofensivo - quase. Entretanto, já sei que vou ser operada para tirar a tiróide - se já de mim sou dada a alterações de humor sem a amiga tiróide vai ser em grande. E, para já, nada de quimios nem dessas coisas agressivas.

E é isto. Não quero lágrimas, nem preocupações em excesso. Sou e estou optimista, mas o universo achou que um "abre-olhos" era pertinente nesta altura do campeonato e cá estou, pronta para lidar com mais esta adversidade e é natural que ainda me vejam a fazer piadas foleiras sobre o assunto - já as fiz, claro!

Portanto, e como sempre, "Carpe Diem"!
...
Para responder a todas as questões que me têm colocado:
- Tenho este nódulo há pelo menos quatro anos; a primeira citologia, em 2010, deu benigna - possivelmente estaria errada e ando a "passear" um tumor maligno desde então - o que mostra, felizmente, a pouca agressividade do mesmo e a tendência de ser um tumor localizado; tenho feito ecos anuais e a última (feita em Novembro de 2013) mostrava al...gumas alterações (microcalcificações) e um ligeiro aumento (milímetros) do nódulo; fiz nova citologia em Março de 2014 que deu um resultado inconclusivo; repeti a citologia em Junho e chegámos, finalmente, a um dignóstico: carcinoma papilar da tiróide - maligno.
- Era para ter sido operada já esta semana no hospital distrital das Caldas da Rainha, mas a coisa não correu bem na minha relação com a cirurgiã - e, aproveitando a boa vontade do meu endocrinologista (particular), passei a ser seguida no Egas Moniz, em Lisboa, por uma equipa de cirurgia endócrina (especialistas nestas coisas da tiróide);
- Tive ontem a primeira consulta no Egas Moniz e correu tudo bem; estou em total sintonia com os cirurgiões - que para mim é fundamental - profissionais, atenciosos, pacientes e que me explicaram tudo bem explicadinho - sou chata e faço muitas perguntas;
- É um tumor que tem um excelente prognóstico e as probabilidades de me ver livre dele apenas removendo a tiróide são elevadas; depois de o extraírem e analisarem decidirão se terei que fazer um tratamento com iodo radioactivo (especifico para este tipo de tumores);
- Entretanto mandaram-me fazer uma TAC, que já está marcada para amanhã de manhã, e tenho nova consulta no hospital na próxima quarta-feira;
- Dependendo do resultado da TAC - que vai mostrar se o chato do tumor se terá alojado também nos gânglios no pescoço - não se detecta nada à palpação nem nas ecografias, o que é bom sinal, mas não nos dá 100% de certezas, será marcada a cirurgia que, se não for antes, será no início de Setembro;
- Se correr tudo bem, até ao final do ano estarei despachada disto e depois passarei a ser rigorosamente vigiada para ver se o engraçadinho não volta a dar sinais de vida.

É isto e acho que não me esqueci de nada...

4 comentários:

Té Lima Pires disse...

Ora porra... vai tudo correr bem de certeza Mara, beijo no coração e murro nesse coiso da tiroide... noticias sim?
Bjinhos

Magda disse...

:( Que corra tudo bem.

Beijinhos

Anónimo disse...

querida, atitude positiva (que já mostras ter) e apoio da familia (que sei que tens). Vai correr tudo bem tenho a certeza! Um beijo enorme.
Simone (mãe da mara :)

Nadine Pinto | Fotografia disse...

Já sigo o blogue há algum tempo mas nunca tinha comentado. Agora seria incapaz de não deixar uma palavra de apoio.

Torço para que corra tudo bem!
Um beijinho.