terça-feira, 1 de novembro de 2011

Ainda do Pão por Deus...

... e do Dia de Todos os Santos. Há alguns dias fiquei surpreendida porque não me tinha apercebido que há tantas pessoas que não sabem o que é o Pão por Deus. Como desde miúda que me lembro de celebrar este dia, pensava que seria assim por todo o país. Mas, afinal, não. Apesar de ser Lisboeta (no meu caso até sou mais Saloia porque o meu pai me registou como tendo nascido no concelho de Sintra) tenho a família quase toda no Oeste e desde sempre me lembro de ter os saquinhos de tecido, feitos pela minha avó e pela minha bisavó, com os quais pedia o Pão por Deus. Já lá vai o tempo em que este dia, que antecede o dia de finados, era passado em família (alargada). Também já lá vai o tempo em que me considerava uma pessoa religiosa (qb). Apesar de me ter desligado da igreja e do catolicismo, continuo a gostar de assinalar esta data (e outras) porque, apesar de ter a carga negativa associada ao dia de finados e ao terramoto de 1755, tenho boas recordações destes dias - que eram passados em família. Gosto destas tradições que me fazem sentir o coração quente. E, por isso, hoje fomos com os nossos filhos e com as nossas sobrinhas, de porta em porta, pedir o Pão por Deus. Espero poder proporcionar aos meus filhos todas as boas recordações que também guardo da minha infância, independentemente do cariz religioso, e esta é só uma delas.

E não, cá em casa não se festeja o Halloween (pelo menos por enquanto, que os miúdos nem sabem que isso existe...). E eu confesso que não acho piadinha nenhuma...

8 comentários:

mãe pimpolha disse...

O meu marido não conhecia e apesar de aqui ter um nome difernete, desde pequena que vejo esta tradição por aqui.
Beijocas

Marlene, Simão e Martim disse...

Eu tb desconhecia essa tradição.
Beijocas

PatLeal disse...

Em pequena tb sempre pedi o pão por Deus, e não gosto do halloween, mas como o João gosta e não me faz confusão, tb se decorou a casa e quando os dois forem mais velhos, tb vou com eles pedir o Pão por deus, como iam os meus pais. :)

Bjocas

Maria José disse...

Eu também em pequena fazia isso andava de porta em porta a pedir o pão de DEus e até feijões me davam (iol).
beijokas

Sofia disse...

Eu sabia da existência do pão por deus, simplesmente não é uma tradição em lisboa...A única coisa eu retenho destes dias são as visitas ao cemitério no dia 1, o q não é uma coisa que me alegre por ir além...
Bjs

Andreia disse...

Não conhecia sequer a tradição e infelizmente o dia recordo como de Finados, que é bastante triste. Em miúda não me afectava e até era motivo para ir à aldeia, mas agora é tanto mais triste, quantas mais pessoas próximas partem... Prefiro lembra-las noutros dias e com motivos felizes.
Quanto ao "afastamento" do catolicismo, julgo que ao manteres valores como amizade, amor, família e partilha, como tens aos montes e se vê nestas ocasiões, preservas também os valores da religião, logo não andas nada afastada.
Do dia das bruxas gostei, porque à custa das decorações, a Joana deixou de chorar e passou um dia excelente na escola! ;)
Bjs

Sónia Baptista disse...

Embora aqui perto de Lisboa não exista a tradição do Pão por Deus, os meus pais e os meus avós sempre me falaram desta tradição. Como temos a sorte de ter amigos que vivem numa aldeia do Oeste, a Mafalda já teve oportunidade de viver esta tradição (o João ainda não).
Agora, quanto ao Halloween é difícil de lhe resistir. Por aqui, as escolas incluem-no no Plano Anual de Atividades... Bjinhos.

© ●TéTé £ XαVιєR● disse...

Estão a cair em desuso, infelizmente para dar lugar a outras tradições que só incentivam ao consumo e não são nossas! Fazes bem em mantê-las :)

Beijos
Tété & Xavier