quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Privilegiado(s)

FOTOS RETIRADAS
É o que somos. O João não está na creche e, se tal continuar a ser possível, tão depressa não nos passará pela cabeça metê-lo numa - pelos mais variados motivos que não me vou pôr a debater aqui. Temos o privilégio de eu poder ficar com ele e ter forma de ir fazendo uns trabalhos em casa ou fora, podendo deixá-lo com a avó paterna que está sempre de braços abertos e disponível para o receber. Temos também o privilégio de lhe proporcionar experiências como as retratadas nas imagens. Temos o nosso pedaço de terra onde temos uma amostra de pomar. O João adora andar por lá a correr e a "ajudar" o papá a tratar dos canteiros. Já sabe ir buscar a mangueira, ligá-la e regar - claro que aproveita sempre para se molhar... Sabe calçar as galochas sozinho e, desde que chega à maçaneta, que abre a porta da rua e vai direitinho ao canil para eu soltar os cães. Depois passa o tempo para cima e para baixo a brincar com a terra, com os caracóis, com os gatos, cães e afins... A poucos passos da nossa casa temos a quinta dos avós paternos onde encontramos os coquichos, frangos e afins. Escusado será dizer que o João delira cada vez que lá vai. É um miúdo que gosta de ar livre e que gosta de animais. E eu gosto de estar com ele e de o acompanhar em cada descoberta. E, por isto e muito mais, somos privilegiados. E para os que se têm perguntado e para os que me perguntam directamente... NÃO. Não trocava esta oportunidade por nenhum trabalho e por nenhum salário. Sou uma priviliegiada... sou mãe, mulher, dona de casa... e sou um ser pensante. Respeito as pessoas que investem na carreira, como eu um dia também investi. Mas cada qual sabe de si... E não... eu não trocava mesmo esta oportunidade que o universo me tem proporcionado por nada. A minha vida mudou quando o João nasceu. Eu mudei, cresci, desconstruí conceitos e restabeleci prioridades. E estas têm sido as nossas. E aqui estou eu. E aqui estamos nós... felizes...

30 comentários:

PatLeal disse...

Ora nem mais, acho que fazem mto bem...

Bjs

Carla disse...

É realmente uma benção os nossos filhotes.
E sim és mesmo uma privilegiada de poderes optar por ficar com ele em casa e usufruirem diariamente de todos essas descobertas e momentos :)
Parabéns e as maiores felicidades :)
bjocasssss

Patrícia disse...

Não me estranha que haja pessoas que tenham estes medos de ajudar e achar que as pessoas estão a agir de má fé...eu só posso garantir que a tua mochila e o teu dinheiro vai ser utilizado para estas 7 crianas e para a actividade de escuteiros (não para comida, medicação, ou cuidados m+edicos que esses estão bem assegurados e todos os nossos miudos são super bem acompanhados. Não é a toa que te fiz um convinte ara veres o nosso trabalho...mas relamente temos que ajudar os outros e partir sempre do principio que serão pessoas honestas..eu pelo menos tento o ser diariamente e utilizei o meu/nosso blog porque acho que é algo que no futuro quero que a minja filha aprenda que é ser ssolidária e a confiar no proximo! Beijinhos Mara

Patrícia disse...

Ah e que tal a carocha partilhar com o joão essas brincadeiras na terra????heheheheh

Teresa disse...

Eu também sou uma privilegiada! E sou muito feliz com esta decisão de estar em casa com a Maria! Como te percebo! um beijo enorme para vocês
teresa

Vasquinhos! disse...

Pois é minha querida, já estou próxima do fim! =) E como da vez da Beatriz assim que a inês nascer será registado aqui no nosso blog.
Partilho do privilégio que sentes por teres o teu menino em casa. A Beatriz tmb nunca frequentou a creche e ficará em casa juntamente com a mana até setembro do próximo ano. Infelizmente não temos as avós disponiveis, embora vontade não lhes falta. Estou em casa por opção, sem ganhar e tantas vezes a fazer contas á vida, mas sempre convicta de que tomámos a melhor decisão e que esta não tem preço.
Se há coisa que gosto é de terra, do cheiro, de tocar, de me sujar, de me sentir sempre criança qnd estou perto dela. Que Bom que o João tem essa opurtunidd tão rara nos dias de hoje. Isso fará dele concerteza uma pessoa diferente, qnt mais não seja, sempre que recordar a sua infância.
Beijinhos minha querida!!!

disse...

ola mama!
claro que é um privilegio!!!e muitas mamas gostariam de fazer assim e nao podem por razoes economicas,eu sempre fiquei com a matilde e em principio vou ficar tambem com o gabriel agora tambem,nunca me passou pela cabeça por os meus filhos numa creche.mas agora o que eu gostava de ter era um jardim para os miudos gozarem e aprenderem novas coisas...talvez um dia;

beijocas grandes e gozem bem,nao ha nada melhor que ver os nossos filhos felizes

carmo pinto disse...

quem me dera poder ver tb os meus filho te a crecer e desenvolverem se com a mamã presente
sem duvida o João é um priviligiado!
jinhos

ps:sem duvida que o campo a natureza contribui para o crescimento duma criança!

Ana Costa disse...

Nem sabes a felicidade e alegria com que li o teu post.... Gopstava de um dia poder fazer igual... poder proporcionar ao meu filho essa sensação e esse sorriso que o João transmite ao mexer na terra, ao regar as plantas, ao brincar no campo...
Gostava de ter a oportunidade de virar costas a esta vida desenfreada e rumar para um sítio no meio do campo, onde pudéssemos ser FELIZES!

Beijocas

Sara disse...

Queria poder fazer o mesmo! Mas por várias razões não deu...talvez no proximo filho:o)
O Martim também adora o campo, adora mexer na terra, nos bicharocos todos que existem na quinta que os avós têm...é um delirio!

Beijinhos

Rita disse...

Como diz o meu pai sempre que o deixo lá em casa e vão os dois para o quintal e brincar com os animais :
"Anda a criar-se"
E certo é que o miúdo nunca quer vir embora:)

Aproveitem esses momentos tão bons

Beijinhos

Rita

Celine disse...

Podes crer que é mesmo um privilégio e uma sorte! eu também gostava de ter ficado com o Flávio mas financeiramente era impossivel.. o Flávio também adora o campo mas infelizmente tem medo dos animais.. Goza muito esta fase amiga e acho que fazes muito bem.. é tão bom poder acompanhar de perto o crescimento dos nossos filhotes...
Beijocas

Marlene e Simão disse...

É mesmo um privilégio viver assim... por vezes pondero a hipótese de vir para casa e fazer o mesmo.
Um grande beijinho para a grande mulher, mãe , dona de casa que és.

mamã ET disse...

Acredito que deve mesmo ser o melhor do mundo poder ficar o tempo todo com os nossos filhos... Quem me dera... Mas não ficando eu com a minha Rafinha, as avós tratam disso e também a minha Rafa adora o campo... e os bichos e a terra... A avó paterna, com quem ela está mais tempo tem um quintalinho com galinhas e uma hortinha e a minha mãe vive no campo ao pé de cabras, galinhas, coelhos, gatos cães, enfim um montão de bicharada, que não sendo nossos os vizinhos teem todo o gosto em receber a Rafa, que lhes anda sempre a dar de comer... lol

Viva a vida saudável para os nossos filhos...
Eu moro num apartamento, numa vila, onde não tenho possibilidade de deixar a minha filha livre, como eu tanto gostava...

Jokitas

Marina disse...

Subscrevo tudo o que dizes. Não há mesmo dinheiro que pague o privilégio que é estar a tempo inteiro com os nossos filhotes. Beijinho

Edith disse...

Olá.
Compreendo - te perfeitamente! O Pedro tem também o privilégio de estar com os avós maternos, embora eu tenha que trabalhar, pois financeiramente seria impossível eu deixar de o fazer. Mas o meu menino está com a minha mãe, vivemos no campo e também ele tem o jardim, os cães, os gatos, etc. Eu deixo - o por volta das 9.30 e às 17.00 h estou de volta!
A creche pode esperar, ou melhor, o jardim de infância, para o qual ele só irá depois dos 3 anos.

Beijo grande

Gasparzinha disse...

E fazem muito bem e eu se pudesse fazia o mesmo!

A minha filhota tb adoar andar ao ar livre, laréu é com ela, e como a minha mãe tem um pequeno quintal onde planta algumas flores, a Bé costuma ir p lá c ela, regar e regar-se, mexer na terra, etc, e tb adora, e faz-lhes tão bem.

Beijinhos

Liliana disse...

Ola Mara

Acho que fizeste uma optima opçao, gostava tambem de a poder fazer quando a minha Lara nascer, mas sei que e muito complicado viver hoje em dia so com um ordenado, mas sei que deixar a Lara com a minha mae e uma excelente opçao porque sei que vai tomar conta dela ainda melhor(se e que e possivel) do que cuidou de mim e da minha mana, nao fosse ela a primeira neta...

E sem duvida que voces sao uns priviligiados, aproveitem sempre momentos como os das fotos

Beijinhos

Anónimo disse...

Eu penso da mesma forma ke tu, desisti de trabalhar pela minha filha , para poder cria-la ao ar livre e longe de tudo o ke sejam lavagens cerebrais sociais..n sei se me fiz entender lol
só irá um dia para a escola pk eu n seria capaz de a instruir em casa mas aflige-me cada vez mais certos discursos intolerantes, arrogantes etc ke leio em blogs de gente ke se dizem professores..
eu sou uma previlegiada e a minha filha tb e me criticarem acho normal..ser mãe a tempo inteiro é demasiado duro pra algumas mulheres..e então chovem tretas da realização pessoal profissional bla bla bla lol
e o teu menino é mesmo giro :)

Maria José disse...

Adorei as fotos sempre lindas, adoro a vossa familia
bjokas

Isabel Patrício disse...

Aproveita cada momento e guarda-o... sim és uma sortuda !
Tenho uma lagrima de inveja no canto do olho.
Esses momentos ninguem os pode roubar....
Bjs

Dina disse...

Olá mamã,

Obrigado pela mensagem que me deixaste no meu cantinho :D Obrigado!
Não quero de maneira alguma tocar na vossa "ferida", mas no meu inicio de gravidez, tb tive corrimentos e lembrei-me logo da vossa história, li vezes sem conta para ver se encontrava semelhanças... felizmente ele resistiu e ficou aqui na minha barriguinha.
Eu e a minha princesa andamos na mesma turminha que o João na natação, no sábado estivemos bastante próximas :) (este sábado não vou poder ir)

Em relação ao vosso post de hoje, é mesmo um privilégio! não me venham com histórias porque eu penso como tu, pena não poder tb esse privilégio ;)

Beijocas

mãe pimpolha disse...

Eu e o Bruno temos feito um enorme sacrificio para tb ficar com o Edu. Não me apetece mesmo mete-lo numa creche tão pequenino.
Ele tem tempo e ele já é tão pouco.
Acho que fazes muito bem e eu faço o mesmo.
Beijocas

Cat disse...

Querida amiga, é um privilégio que vou poder usufruir a partir do final deste mês!
Beijinhos

melogomes disse...

Olá querida, dá gosto ver essas fotografias e não tenhas a minima duvida que voces são mesmo uns privilegiados. Penso que uma grande maioria das mulheres que te lê gostaria de poder dizer que acompanha cada movimento do seu filho e que o comer nao falta da mesa por causa dessa opção de ficar em casa. Eu todos os dias ando em dilema interno porque tenho mesmo de trabalhar mas o meu coração dói só de pensar que deixamos a nossa bebé quase 11h ao cuidado de outras pessoas, que ela tem de acordar tão cedo, que estamos a perder momentos importantes do crescimento dela... Não temos a sorte de ter uma avó em casa que pudesse ficar com ela mesmo que por umas horas por isso temos de viver com esta mágoa e com o facto de não termos outra situação financeira. É a vida! Aproveitem bem a sorte que têm pois acredito que esse destino vos foi reservado porque voces merecem!
Beijocas gds. Simone e Mara

Vânia e Mariana disse...

As fotos estão o maximo!!!!
Eu também acho que é um privilegio.... MAs mesmo que não achasse, o importante é voces estarem/serem felizes...E isso nota-se que o são....

Beijinhos,

AnA disse...

Ora aí está... é mesmo um privilégio... existe mejor terapia que o contacto com o campo??? beijinho bom!

mena disse...

fazes muito bem. e sim, tens toda a razão, é de facto um grande privilégio e tens de o aproveitar...
aqui deste ladoregista-se mesmo uma certa inveja :)

Liliana disse...

É um excelente privilégio que fazes muito bem em aproveitar...

Mil beijinhos grandes e uma boa semana...

© Tété £ Xavier disse...

São mesmo uns felizardos por isso aproveitem-se ao máximo!

E mais importante de tudo é que sejam FELIZES até porque a perfeição não existe, nem para quem está em casa nem para quem trabalha por isso o mais importante é o equilíbrio :o)

Gosto de saber que consegues ter momentos inesquecíveis a toda a hora e momento com o teu João, coisa que eu nunca terei com o Xavi… grava tudo no teu coração que certamente o João está a fazer o mesmo!

Boa semana.

Beijos
Tété & Xavier

P.S.- Espero que a razão da ausência seja o excesso de trabalho :o)