terça-feira, 28 de outubro de 2014

Sem palavras.

Quais são as probabilidades de receberes um telefonema do número pessoal do cirurgião que te tirou a tiróide porque, como esteve de férias e não foi com ele que tiveste a última consulta no Egas Moniz, não sabia notícias tuas - porque fui mais rapidamente parar ao IPO por portas e travessas - e queria saber como é que estavas, se te sentias bem e se já tinhas seguimento para fazer o tratamento? Pois... Confesso que fiquei de queixo caído e com vontade de chorar de emoção. Porque ainda há profissionais que são também pessoas boas neste país à beira-mar plantado.

1 comentário:

Mamã Nocas disse...

Até eu fiquei de boca aberto. Um médico sensivel e preocupado.